Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 3 de Fevereiro de 2014

Portugal não tem uma estratégia contra a corrupção

 

 

Quem faz esta afirmação não sou eu, mas sim a Comissão Europeia.

Mas que raio de novidade nos estão a dar. Até parece que todos nós (beneficiários ou não desse fenómeno) não sabemos.

Um dia gostava de fazer um levantamento (para o qual não tenho paciência) do nome de todos membros de Conselhos de Administração de todas as empresas públicas e das maiores empresas privadas. Tenho quase a certeza que no meio dessa gente toda, a grande maioria passou pelos sucessivos governos que tivemos. E porquê? Não é que um ministro ou um secretário de estado ganhem muito enquanto estão nos governos. Só que enquanto lá estão vão preparando o futuro, fazendo favores às empresas que futuramente os acolherão.  

Isto para já não falar na cáfila de familiares, amigos, amigos do amigo que circulam nos corredores dos ministérios, não pela sua competência, mas pelos seus conhecimentos. É muito triste olhar-se para a nossa juventude ter que fazer as malas e embarcar para outras paragens para que a sua competência lhes seja reconhecida.

Claro que o que se passa a nível nacional, passa-se também nas autarquias. É um regabofe total. São os filhos e filhas, os amigos, os afilhados, os que têm por desporto lamber botas e como não poderia deixar de ser os “boys”. Estes últimos então são uma classe muito especial. Filiam-se no partido para aprender as manhas todas, mesmo que não conheçam patavina dos princípios ideológicos dos partidos onde se filiaram. Mas isso não é importante, já que são todos iguais uns aos outros, mesmo pertencendo a partidos diferentes. Olhem bem para eles. Têm todos os mesmos tiques, têm a mesma compostura, vestem-se quase sempre da mesma maneira e falam a mesma linguagem. Podiam até trocar de partidos que ninguém dava por isso. Estes, serão os futuros autarcas e governantes.

Triste país este com tão brandos costumes. E o resto da população que vê tudo isto? Cala com sempre. Uns por medo, outros porque se estão nas tintas para tudo e outros talvez na vaga esperança de um dia um amigo subir ao poder e lhe arranje qualquer coisita.

Acho muita piada a muitos políticos não entenderem porque é que actualmente se fala tanto de Salazar. Porque será que se fala tanto do velho ditador que já morreu à quase 50 anos?

 

Uma boa semana para todos

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 13:42
Link do post | Comentar | favorito
5 comentários:
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2014 às 15:21
Pode ler o livro Os Privilegiados de Gustavo Sampaio (http://www.wook.pt/authors/detail/id/3027741) 
http://www.wook.pt/ficha/os-privilegiados/a/id/15057911 (http://www.wook.pt/ficha/os-privilegiados/a/id/15057911)


Dos 230 deputados à Assembleia da República, 117 estão em regime de part-time, acumulando as funções parlamentares com outras atividades profissionais no setor privado. Advogados, juristas, médicos, engenheiros, consultores, empresários, etc. Em diversos casos, prestando serviços remunerados a empresas que operam em setores de atividade fiscalizados por comissões parlamentares que os mesmos deputados integram. Ao que se acrescem as ligações a empresas (cargos de administração, participações acionistas, serviços de consultoria, etc.) que beneficiam de iniciativas legislativas, subsídios públicos ou contratos adjudicados por entidades públicas visando a execução de obras, o fornecimento de produtos ou a prestação de serviços. Conflitos de interesses? Dezenas de exemplos concretos são apresentados nas páginas deste livro. Dos corredores do poder político para as salas de reunião dos conselhos de administração, e demais órgãos sociais, das maiores empresas portuguesas, com ou sem período de nojo. Um fluxo recorrente entre cargos públicos e privados. Das 20 empresas cotadas no índice PSI 20, por exemplo, 16 contam com ex-políticos em cargos de administração. Por vezes são ex-governantes que decidiram sobre matérias que implicam as empresas para as quais vão depois trabalhar, ou até administrar. Sabia que as subvenções vitalícias dos políticos foram criadas numa altura em que Portugal estava sob assistência financeira do FMI? Que foram alvo de um veto presidencial? Que duplicam de valor quando o beneficiário alcança os 60 anos de idade? Que apesar de terem sido revogadas há 8 anos, o número de beneficiários continua a aumentar? Que a identidade dos beneficiários passou a ser secreta? Ou que há políticos que a requereram com idade inferior a 50 anos? Pedro Passos Coelho prometeu que iria fazer nomeações com base no mérito e não nas ligações partidárias. Apesar da maior transparência, as 142 nomeações com ligações partidárias para altos cargos dirigentes na Administração Pública, identificadas neste livro, demonstram que os boys continuam a ser favorecidos. O jornalista Gustavo Sampaio traz-nos um livro revelador, onde depois de uma exaustiva e rigorosa pesquisa, apresenta-nos as zonas cinzentas entre o interesse público e privado, e faz as ligações que nos permitem perceber como políticas e ex-políticos gerem interesses, movem influências e beneficiam de direitos adquiridos.


De Tasca das amoreiras a 3 de Fevereiro de 2014 às 17:28

Pois é caro amigo. Todos sabemos o que se passa. Todos sabemos que há corrupção. Muitos denunciam-na. E o que é que acontece? NADA! ZERO! E porquê? Porque são os próprios interessados que produzem as leis em seu benefício. Poderá perguntar-me”E que fazer?” Não faço a mínima ideia.



De Paula lebre a 4 de Fevereiro de 2014 às 13:51

Enquanto existir exccpções que  servem para justificar imunidades não se podemos acreditar que os cidadaos são todos iguais em direitos e deveres  perante a Lei. Só isto denuncia que não convem limpar a corrupção. E a escola desta forma de ser politico continua nos partidos.  Se perguntarmos a muitos jovens por que estão em determinado partido , as respostas seriam surpreendentes.
Por outro lado, não são apenas os politicos que cedem a tentações  oportunistas.  Se houvesse uma auditoria ou acções inspectivas a todas as associações  e  outras organizações similares ( a que chamamos sociedade civil) haveria uma revelação da condição humana que abalaria toda a estrutura de valores que muito convenientemente  nós fingimos acreditar. Muitas organizações sem fins lucrativos são pretexto de rendimenstos complementares de algumas familias (algumas até de  boa reputação) porque se formos ver a constituição organizacional destes casos detectaremos que os apelidos se repetem ( mais facil se torna a conivência)  Mais conveniente de torna tudo isto quando os poderes que subsidiam estas organizações (Camara Municipal, Direcções regionais) ) não exigem comprovativo dos destinos das verbas publicas que foram concedidas. E porque será?
Eu defendo que os dirigentes destas associações deveriam assinar um documento com validade juridica com codigo etico e moral. Mas se os que detém a autoridade maxima , os politicos , não o fazem.....
Não devmos generalizar as situações. Tal como há pontos negros há de certeza  muitos  casos de integridade e honestidade.
A agravar tudo isto , ninguém tem a coragem ou a integridade impoluta para denunciar os casos de favoritismo e de oportunismo que conhece. Fica na conversa de café  sem se saber até onde vai a verdade ou a mentira ou a inveja de quem não consegue uma portunidade de se safar também com uns extras.
Como disse Descartes: Não há soluções faceis para problemas dificeis, mas julgo que exigir transparencia  na distribuição de verbas com  publicação obrigatoria dos registos contabilisticos de tudo que é recurso publico e destino dessas verbas. .. mas seria também muito inconveniente para alguns.



.


De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2014 às 14:16
sabe o problema é o dinheiro, é sujo e corrompe
um bar ou uma loja é um simples local para "roubar" nos trocos
numa associação sobra dinheiro e ninguém fiscaliza, há "desvio" de verbas.
nas empresas, recebem-se luvas dos fornecedores e dão-se ao clientes
E na politica? na politica é igual recebe todas as pessoas das outras atividades e roda à volta de tudo.
a culpa é do dinheiro. se não fosse útil para comprar melões...


De bruno canudo a 6 de Fevereiro de 2014 às 17:00
...se há de facto corrupção e uma vez que se vem a alertar desta há já muitissimo tempo e nada se faz (quem cala -consente!) é porque lhes interessa.....já nao digo, porque nao querem. A camada politica nacional é responsavel por decisoes ás quais o povo (todos nós) depositou o seu voto.....de confianca. A náo execução e aplicação de leis preventivas e penalizadoras resulta numa responsabilidade acrescida e descaradamente vergonhososa, até criminosa... para tais individuos que estando á frente do poder e ocupando cargos que lhes conferem tarefas de responsabilidade, tais tarefas que sao da SUA inteira responsabilidade e para as quais lhes pagam....e digo pagam-lhes e nao é pouco. A verdade é simples e evidente.....salta á vista o interesse e a dedicacao que teem estando nestes cargos: "o povo que se marimbe porque eu em saindo de ministro e secretario de estado, ja terei para onde ir receber mais umas quantas "verbas" que deixo agora enquanto ministro em "stand-by", nem se apercebem...". todos nós sabemos dos esquemas deste pais....pergunto: os senhores Ministros não sabem? esta falta de conhecimento sim é ignorancia da parte deles, e claro aqui esta o interesse em usar e abusar de um estado fragilizado desde o 25 de abril onde todos se teem vindo a aproveitar do bolo desde o senhor Mario Soares, António Guterres e demais companheiros de bancada como se de um jogo de futebol se tratasse! 
giria popular do tuga : "se eu estivesse no poleiro faria o mesmo que eles!"


Apesar de existir pessoas que sim são competentes e honradas.


Há economistas a ocuparem determinados cargos que se desleixam nas suas tarefas peço  justiça (tribunal)! 


Numa e qualquer empresa em que eu desempenhe as minhas funções me alertarem para o mau desempenho....talvez resulte num despedimento....estes senhores governadores se nao cumprem com as suas responsabilidades e relativamente ao salario.....com perfeicao.....deveriam ou nao ser despedidos....pois sim é logo e imediatamente um "boy" que ocupa esse cargo de identica maneira, um primo, um colega de partido uma seita é o que sáo.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs