Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Derradeira carta a Rondão Almeida

 

 

 

 

Caro cidadão Rondão Almeida

 

Apesar de nestes últimos tempos ter estado afastado de Elvas, não deixei de me manter informado de tudo o que pela nossa terra se tem passado, graças às tecnologias de informação. E sabe o que lhe digo? É absolutamente lamentável. Sim, lamentável.

Apesar de já há uns tempos a esta parte ter perdido o respeito ao homem, ainda mantinha o respeito pelo cargo que o senhor ocupava. Agora nem isso.

Vou contar-lhe uma história que o senhor conhece também como eu, mas que pensava que jamais iria ser protagonista de uma. Se olharmos para trás nestes últimos anos, verificamos que homens com grande poder caíram com grande estrondo, para já não falarmos nos grandes ditadores de outros países que se comportavam como Deuses e acabaram como o senhor bem sabe, e que foi da maneira mais trágica.

O senhor sempre se pensou como O Bem Amado do Povo. E foi-o durante muitos anos. Só que como eu lhe dizia antes das últimas eleições as coisas iriam mudar, e mudaram. O senhor não soube ou não quis sair enquanto era tempo pela porta grande e agora é o que se vê. Até apupado e assobiado pelo seu amado povo. Que povo ingrato este, pensará o senhor. Não, o povo não é ingrato, o povo tinha medo e calava. Sim, o povo vivia com receio, mas agora encheu-se de coragem e disse que “o rei vai nu”.

O que o senhor nunca pensou foi que o “traidor” do Presidente Nuno Mocinha lhe fizesse frente. Mas fez e as consequências estão à vista e o filme ainda só vai a meio. A propósito do Presidente, foi de muito mau gosto ter afirmado numa “conferência de imprensa” que eu era um dos que lhe andava a dar cabo da cabeça. Eu nem quero acreditar que me dê assim tanta importância, mas mal estaria o Presidente se estivesse a ser aconselhado por pessoas da minha laia. A esta hora com os meus conselhos estaria em maus lençóis de certeza.

Sabe? Nunca odiei ninguém e nem odeio. É uma palavra que não consta no meu dicionário. No entanto há um sentimento em mim que não gostaria de ter, mas que por vezes sou obrigado a senti-lo e que é a pena. É verdade, hoje é aquilo que eu sinto em relação ao senhor: PENA! Dá-me pena vê-lo a estrebuchar como alguém à beira da morte (no seu caso, morte política). Dispara em todas as direcções em desespero de causa a ver se acerta em alguém. Mas não, a maioria já está imune às suas “balas”. Mas o senhor continua. E até estar de rastos continuará a tentar salvar uma situação que cada vez mais se torna insustentável. É caso para dizer que vai de vitória em vitória até à derrota final.

Posso dar-lhe um conselho? Demita-se enquanto está a tempo e os “estragos” ainda são suportáveis, porque senão acredito que sairá numa situação bem pior. Irá despoletar uma reacção em cadeia que não irá parar.

Como já deve ter verificado, até os seus apoiantes “incondicionais” o estão a abandonar e a virar a casaca para se salvarem. São aquele grupo que está sempre pronto para mudar de posição quando a situação se torna “feia”. São assim como os ratos que abandonam o navio antes de este se afundar.

Caro Senhor (ainda) Vereador: espero do fundo do coração que apresente rapidamente o seu pedido de demissão e que esta seja a última vez que lhe escrevo.

 

Até sempre

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 17:12
Link do post | Comentar | favorito
2 comentários:
De Manuel Moura a 2 de Agosto de 2014 às 19:25
Tal qual como em todas as revoluções quando se deita abaixo os ditadores também as suas recordações devem sair da memoria do povo. Espero que Elvas e o seu povo saiba votar democraticamente a mudança de nome de muitas obras apropriadas por este senhor. Este nome já dá asco.


De Teresa Gomes a 4 de Agosto de 2014 às 09:12
O povo sabe muitíssimo belamente que há dois Rondões:
- um que foi presidente, durante 20 anos, que fez uma grande obra e é reconhecido por isso
- outro que é vereador, mas que soma asneira atrás de asneiras no último ano.
E o segundo Rondão vai abafar o primeiro.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs