Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Terça-feira, 5 de Agosto de 2014

Crime, digo eu!

 

 

 

 

Para dizer aquilo que quero, vou ilustrar o assunto com um exemplo hipotético.

 

Imaginemos que se constitui uma nova empresa e que o empresário pretende contratar, digamos, 20 funcionários. Obrigatoriamente e porque a lei assim o obriga, terá que assinar com os novos funcionários contratos de trabalho. Mas imaginemos também que o dito empresário é alguém sem escrúpulos alguns e só assina os contratos com todos aqueles que ao mesmo tempo assinem uma carta de demissão sem data. Se algo corre mal ou simplesmente quer por alguém na rua, o nosso homem só tem que por data na carta de demissão, metê-la numa carta registada endereçada a si próprio e “voilá”. O ou os empregados despedidos não terão direito a qualquer indemnização porque “se demitiram”.

 

Vejamos então o que provavelmente aconteceu na nossa autarquia, e que pode ser confirmado pelas declarações da Vereadora Vitória Branco.

 

O vereador José Almeida e a sua “partener” como é provável que tenham pensado desde as eleições numa futura golpada para tirar Nuno Mocinha do caminho, fizeram assinar os vereadores e suplentes uma carta de renúncia que seria utilizada em caso de necessidade. Só que o plano deu para o torto porque uma vereadora roeu a corda denunciando o acto de coação e pelos vistos alguns dos suplentes também. Gorava-se assim a hipótese de atirarem a câmara a baixo.

 

Pelo que soube, houve outro vereador que esteve também quase a roer a corda, mas à última da hora a voz do dono soou mais alto.

 

A pergunta que eu gostava de fazer e que algum jurista me respondesse, é que tendo como testemunha a Vereadora Vitória Branco, o acto de fazer assinar as cartas de renúncia não constitui um crime de coação? E se assim foi, quem o perpetrou não terá que ser penalizado?

 

Nota final – Senhores vereadores Tiago Afonso e Manuel Valério: acredito que nenhum dos dois seja inocente ao ponto de acreditar que mais dia, menos dia, a “coisa” vai correr para o torto e vocês irão também na enxurrada. Não seria uma atitude inteligente, assumirem as vossas funções de vereadores sem estarem às ordens do par “maquiavélico”? Faço-vos aqui esse apelo.

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 14:18
Link do post | Comentar | favorito
9 comentários:
De Palácio da Justiça a 5 de Agosto de 2014 às 15:55
O caso é mais sério do que parecia.
Ainda se vão queimar.
Se não houve escrúpulos, levam com o código penal pelas ventas.

 


De Anónimo a 5 de Agosto de 2014 às 16:10
É impressionante como Rondão e Elsa (aqui Valério e Afonso não pintam nada!) deitaram por água abaixo a admiração acumulada ao longo de tanto tempo (20 anos), através de asneiras, no último ano, que não param.
É um verdadeiro caso de estudo.


De Anónimo a 5 de Agosto de 2014 às 18:47
Com todas estas coisas que vemos e ouvimos todos os dias,só há um comentário a isto tudo.........DEIXEM TRABALHAR QUEM QUER TRABALHAR.......Elvas


De Inconformado a 5 de Agosto de 2014 às 21:13
Tinhamos muitas esperanças em Nuno Mocinha. A maioria até esteve no sem lado. Acreditámos que escolheria uma equipa de acordo com a vontade de quem o apoia, mas.....
Que vêmos?
João Vintém aquele que ninguém gostaria de ver outra vez naquela zona da cidade!
Hoje no centro da cidade já se ouvia os ecos de arrependimento e desilusão!


De Anónimo a 5 de Agosto de 2014 às 22:22
Comentário apagado.


De anty mamões a 5 de Agosto de 2014 às 22:55

uma fabula:
um senhor regedor foi convencido por um curandeiro mamão a dar lhe 30 mil reais para as criancinhas da aldeia.

vai dai o ex regedor que conhece de ginja o mamão, diz a esse nem um real.

sofrem as criancinhas que ficam sem berço. dano colateral?

comicio na aldeia, gritos e insultos

moral: mais vale dar os reais aos mamões que ouvir palavrões.


De Vitor Matos a 6 de Agosto de 2014 às 00:23
Mais uma vez com todo o acerto na palavra Sr. Jacinto César...
Já resta muito pouco aos 2 vereadores em questão, é uma questão de tempo pois quanto mais querem deitar a câmara a baixo, mais gente conseguem por contra eles!

Será que aguentam mais um round sequer? Será? Esperemos para ver...


De Hissope Lara a 6 de Agosto de 2014 às 18:41
Lembro-me de Manuel António e o gozo que ele teria ao ver o circo Roldónico e as piruetas dos/as muchachos/as.
Roldão amigo 
leva a Elsa contigo.


De GM a 6 de Agosto de 2014 às 20:40

 

Boa Noite

Niccolo Machiavelle, no séc XV chegava a casa, despia as suas roupas cheias de barro e lodo, convocava para a sua mesa de trabalho reis, imperadores e papas e analisava os seus actos e consequências.

- E porque não dirigirmos a nossa análise também para a população de Elvas, que somos todos nós.

 

Durante vinte anos a cidade deu ao Príncipe pode absoluto, apenas me recordo de um enfrentamento público que penalizou o  Pintor, cuja aguarela “ O apocalipse” está à minha frente.

O Presidente da Câmara de Elvas recebeu-me pela primeira vez, em 1994, na qualidade de membro do Conselho Geral do Hospital de Elvas, pedi-lhe, em nome do corpo médico o seu empenhamento na luta contra a transformação do Hospital de Elvas, acabado de inaugura, num Centro de Saúde com Internamento.

Durante vinte anos Rondão de Almeida mudou a face da cidade e muitas instituições terá ajudado. -   Houve oposição? Ou como diz o poeta andámos todos a tratar da “vidinha”. Eu diria que andámos todos a tratar da “vidinha” (*).

Diz quem sabe, que o poder vicia e, os vícios são dolorosos para quem os tem e para os que sofrem as consequências de vícios alheios; Rondão de Almeida e os seus concidadãos fizeram parte do mesmo corpo – a cidade durante vinte anos. Creio que todos poderemos dizer Mea culpa.

 

A poesia é a vida? Pois claro!
Conforme a vida que se tem o verso vem
- e se a vida é vidinha, já não há poesia
que resista….

 

(*)Alexandre O’Neill


De Anónimo a 7 de Agosto de 2014 às 01:16
Muito bem escrito.
    Ricardo Falcão


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs