Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 19 de Outubro de 2008

PSP

Hoje é dia de ripanço, mas depois de ler a notícia não resisti em colocá-la aqui e comentá-la. Então é assim:

 

A actuação dos atiradores especiais da PSP no assalto armado ao BES de Campolide, Lisboa, foi considerada legal e em legítima defesa dos reféns pelo Ministério Público (MP). O despacho está pronto e já é do conhecimento da hierarquia do MP. A investigação autónoma proposta pela Polícia Judiciária à actuação da PSP no assalto que resultou na morte de um dos suspeitos e ferimentos graves no segundo indivíduo não vai, assim, concretizar-se.

 

Mas será que estamos num país de loucos? Mas como é que é possível que a PJ tivesse proposto uma investigação destas aos atiradores da PSP?

Nunca fui partidário da pena de morte em qualquer circunstância e como tal sinto-me com moralidade para comentar os acontecimentos: os tiros foram disparados e muito bem disparados.

Como queremos nós que haja ordem no nosso país quando os papéis se invertem? Os bandidos são as vítimas e os polícias são os maus!

Como podemos nós exigir à polícia que intervenha? Eles têm medo! Mas têm medo não dos malfeitores, mas sim das consequências da sua actuação. Eu para dizer a verdade se fosse polícia muitas vezes faria o que aquele macaco cínico faz: não ouve, não vê e não fala! É caso para dizer que cada um que cuide de si pois a polícia não serve para nada. Mais, já agora gostava de perguntar ao Sr. Ministro da Administração Interna para que servem em Portugal os GOE e os atiradores especiais? Será que é só para dizermos que temos?

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 15:38
Link do post | Comentar | favorito
11 comentários:
De leiras a 19 de Outubro de 2008 às 16:58
Sr. Professor Jacinto César.
Tive conhecimento da colocação do presente artigo neste blog. Tudo o que diga respeito à Corporação que sirvo há trinta anos apela de imediato o meu interesse. Fico satisfeito quando os comentários são da forma positiva. Pelo contrário fico triste quando eles são efectuados da forma negativa. Ninguém gosta de cuspi no prato onde come. Toda a gente sabe que o Código Penal tem previsto o crime de homicidio e uma punição para quem praticar este crime. Contudo o mesmo Código Penal prevê a exclusão da ilicitude em certos casos na prática deste crime. Como por exemplo o da legítima defesa. E no caso em apreço a tomada de reféns com utlização de armas de fogo é equipado a legítima defesa. Por sua vez o Regulamento do uso de armas de fogo por parte dos elementos da PSP tem prevista a utilização das armas de fogo em casos como estes. Tratou-se de defender vidas humanas que estavam em perigo e aí há que ponderar valores. Como tal a utilização das armas por parte dos elementos do GOE encontra-se legalmente legitimada. Contudo há um pequeno pormenor que não posso deixar escapar em relação ao seu comentário. Haja o que houver, seja ou não o nosso trabalho reconhecido, terei sempre orgulho da profissão que exerço e nunca baixarei os braços nem os meus ânimos ficarão diminuidos por esta ou por aquela decisão que eu considere injusta em relação ao trabalho dos profissionais da Polícia. Quanto ao ser a PJ a levantar esta questão, informo-o que o Sr Ministro da Administração não tutela a PJ. Esta Instituição é tutelada pelo Ministro da Justiça e actua sob a orientação do Ministério Público. Agora se o Ministro da Administração Interna deveria ou não vir a terreiro esclarecer os factos, essa é outra questão que eu, por motivos óbvios, não posso comentar.


De Tasca das amoreiras a 19 de Outubro de 2008 às 20:28
Caro AGENTE(?) da PSP

Se há corporações pelas quais tenho um respeito muito grande é a PSP é uma delas (só “não gosto” de vocês quando me multam por estacionar mal o carro). Só que infelizmente nem todos pensam de igual forma o que é lamentável.
Quero acreditar que a corporação nunca virará as costas à ordem e à lei, apesar de compreender que o fizessem, porque é muito triste qualquer profissional ser “impedido” de cumprir as suas obrigações por medo das consequências que advêm da sua acção. Não quero com isto dizer que se mate uma pessoa por dá cá aquela palha, mas por vezes há por aí meninos que mereciam uma chumbada nas “nalgas” (à boa moda portuguesa). Eu como professor sinto o mesmo. Por vezes dá vontade de desistir. De baixar os braços. Mas a vida não para e há que chutar em frente.

Um abraço de solidariedade.


De Anónimo a 19 de Outubro de 2008 às 21:38
Sr Prof. Jacinto César
Devidamente adaptada à situação, poderei citar uma frase de um atleta que apesar de estrangeiro envergou as cores nacionais nas últimas olimpiadas:
"Peço desculpa aos portugueses, são eles que estão a pagar para estar aqui e eu não fui à final"
Muito agradecido pela solidariedade manifestada à Instituição


De leiras a 19 de Outubro de 2008 às 21:39
O comentário anterior é meu.


De Anónimo a 20 de Outubro de 2008 às 14:37
Isto hoje está fraco.
Precisa de uma animaçãozita.


De Anónimo a 20 de Outubro de 2008 às 14:58
César um tema interessante mas que ninguém comenta; a contradição entre as várias policias uma a querer investigar a outra, eu sou daqueles que acham que num país tão pequeno só deveria haver 1 (uma ) policia,poupamos em meios humanos e logísticos e teremos uma maior eficácia e sairia mais barato ao contribuente.
O que a mim me parece, é que temos a policia dividida mais por interesses da elite militar do que,por interesses do país; há que arranjar lugar para os chefes militares.


De Anónimo a 20 de Outubro de 2008 às 18:03
AFINAL, O IMPOLUTO…

A história pode não ser de encantar, mas é verdadeira.
O protagonista é bem conhecido aqui na blogosfera, mas não é tão conhecido no concelho como gostaria.
Aqui nos blogues, ele “anda por aí”, para usar a expressão de Pedro Santana Lopes.
Gosta de empunhar a bandeira de “O Impoluto”: está convencido que as nódoas não lhe caem em cima, que não pede favores, que não foge às boas regras.
Mas…
Porém…
Todavia…
Contudo…
Não obstante…
Entrou num serviço público e pretendia que lhe fosse feito um jeito; se calhar, um jeitinho, ou um jeitão.
A bem dizer, não era para ele; era para uma familiar muito directa.
Era assim a modos que fazer o Estado pagar uma coisa que deveria ser paga pelo particular. Nada de especial.
Nesse serviço disseram-lhe que não.
Então…
Foi o bom e o bonito; armou barulho; tinha direito a que lhe fizessem o jeito; ainda lhe sugeriram que o assunto fosse resolvido com outros familiares próximos; mas parece que por aí, não; o relacionamento familiar, entre esses elementos em causa, já conheceu melhores dias.
Um jeitinho? Coisa pouca?
Um jeito? Queria meter a mão no bolso do Estado?
Um jeitão? Que importância tem?
Afinal, querem ver que o auto convencido “O Impoluto” acaba por ser bem mais poluto do que ele pensa que outros são?...
Afinal, está bem doente,
Ele, o tal, o impoluto;
É uma figura que mente,
Acaba por ser bem poluto.


De Anónimo a 20 de Outubro de 2008 às 18:10
O que é que o Vintém andou a fazer desta vez?


De Anónimo a 20 de Outubro de 2008 às 18:31
é homem para isso e muito mais, as cenas que lhe tenho visto. Julga-se o vice-rei de Elvas mas tem azar que poucos lhe dão cavaco, aliás os elvenses não prezam vira-casacas.


De Francisco a 20 de Outubro de 2008 às 19:09
QUEM É....QUEM É...QUE VAI FAZER A GALA NO COLISEU?? QUEM É...QUEM É??? OS MESMOS DE SEMPRE??? Á EXCEPÇÃO DE UM OU DOIS? QUEM ANDA A MAMAR??? QUEM É....QUEM É??? NÃO HÁ PACHORRA! HÁ CONTRATOS COM ARTISTAS VITALICIOS OU QUÊ? NEM POR UM EURO LÁ VOU, ESTOU FARTO DE FADISTAS QUE VÊM VEZES SEM CONTA A ELVAS E NÃO SÓ.
E MAIS, COM O ELENCO QUE VIRÁ AO COLISEU, PREPAREM-SE QUE OS BILHETES SOAM-ME A GRATIS. ESTÃO CURIOSOS? AMANHÃ DIGO.

SEI QUE NADA TEM A VER COM O TEMA ACIMA INDICADO, MAS COMO JÁ ESTOU ENJOADO AÍ VAI UM NOVO.


De Anónimo a 21 de Outubro de 2008 às 01:08
É verdade, como é possivel a PJ pedir ao Ministério Público para ser aberta uma investigação à morte do assaltante ao Banco de Campolide em Lisboa, depois de tudo o que se viu, e o que foi feito para não terminar assim!
Deviam ter vergonha!
Pode ser que um dia os Portugueses fiquem a saber as verdadeiras razões de tal pretensão...


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs