Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

Carta a um pai que não viu crescer o Filho

Nota – Como todas as regras têm excepção, e dado o melindre do assunto, todos os comentários que não tenham a ver com o assunto em causa e que não sejam feitos com o máximo dos respeitos serão eliminados.

 

Caro Marco Sequeira

 

Ninguém melhor do que eu compreende a dor que sente ao perder um ente querido, sendo para mais um filho. Deus deveria “proibir” um pai de ver partir um filho antes de si. É injusto! Tem toda a minha solidariedade.

Não entenda o que lhe vou dizer de seguida como uma falta de respeito, mas quero apelar-lhe ao bom senso. Já reparou quantos pais aqui em Elvas perderam os seus filhos? Sabe quantos pais perderam mais do que um filho em pouco tempo? Sendo elvense como presumo, já que não o conheço, deve saber de uns quantos casos, dos quais não vou falar aqui pelos motivos que deve entender.

Que queira perpetuar a memória do seu filho, tudo bem! Mas não acha que é um pouco mórbido todos os dias passar pela placa toponímica e ver lá o seu nome? E os outros pais não terão o mesmo direito?

Para si, acredito, que o seu filho tenha sido a pessoa mais importante do mundo, mas a toponímia não se compadece com sentimentos. O que vai nos nossos corações é muito mais importante do que o nome numa placa de pedra. Daqui a uns anos ninguém vai saber quem é. No entanto os nossos corações jamais se esquecerão.

Os motivos pelo qual o seu pedido foi aceite é que são um pouco obscuros, mas por respeito não os vou discutir aqui.

Mais uma vez lamento profundamente a sua perda.

 

Jacinto César   

 


Tasca das amoreiras às 16:36
Link do post | Comentar | favorito
11 comentários:
De Anónimo a 13 de Outubro de 2008 às 16:52
Comprendo as Razões do Marco Sequeira.
Penso que são razões só dele que respeito com a maior humildade.

Nas horas más devemos ser solidários com a dor daquele que perderam de uma forma ou de outra ente queridos.

Claro que ninguém se atreve de forma sentida a desejar tal sina seja a quem for.

Para além das razões de um pai e de uma mãe não consigo perceber as outras. Como é que se atribui o nome de uma rua em Elvas? Alguém me explica?




De Anónimo a 13 de Outubro de 2008 às 18:14
Explica-se quando os seres humanos tem sentimentos e os partilham com os sofreram a dor de ver partir aquilo que mais queriam na vida - um filho;
O decisores públicos tem que sentir aquilo que sentem os seus concidadão dando uma nota de humanismo à decisão.
Pode ter sido uma decisão controversa mas, podem crer, que o seu contrário também o era.
Não creio, no entanto, ser este um tema merecedor de um post.
Pelas razões que levaram aqueles pais a solicitar o nome do filho para nome de uma rua, pelas mesmíssimas razões, tenham respeito pela dor desta família.



De Anónimo a 18 de Outubro de 2008 às 19:27
Se todas as famílias que perdem um ser querido pedissem um nome de rua, eram 250 nomes de rua por ano; mas, quem aceita um argumento de dor, para que lhe seja concedido o nome a uma rua, é ridículo e ridiculariza todos os outros nomes de rua da cidade.
Quantos soldados morreram na guerra do ultramar e nenhum teve essa honra?! Não foi mais, nem menos dolorosa, a morte daqueles que combateram no ultramar do que a do menino em causa.
Tem que haver seriedade nestes actos para que o nome de uma rua não se banalize.


De Anónimo a 13 de Outubro de 2008 às 19:12
A atribuição do nome desta criança só dá esta conversa toda porque o pai é do PSD e enaltece o humanismo de uma decisão da Câmara.

Não merece menos esta criança ter o nome numa rua do que uma médica de Elvas a quem o CDS da nossa cidade, através do senhor Tiago Abreu, propos a atribuição do nome numa rua. Refira-se que o marido da senhora, que eu bem conhecia e por quem tinha uma estima até pessoal, é afecto ao CDS como era a própria.

Ambos faleceram e foram tratados com igual respeito e sentimento humano por parte da mesma Câmara de maioria PS e muito bem.

A diferença é só uma:

- no caso da médica, a proposta veio do Tiago Abreu e teve um cariz nitidamente político de tentar angariar/reforçar os votos daqueles que gostavam da senhora, e como ele não levantou ondas negativas (pelo contrário, foi o promotor) ninguém manifestou as dúvidas da "obscuridade" como agora se manifestam até no César;

- no caso do menino, a proposta veio dos pais, e como o pai da criança é do PSD e não do CDS, e como a proposta foi feita na base do sentimento e não na base da politiquice, o Tiago levantou as suspeições do costume, como ele é especialista a fazer, e aqui d´El Rei que já não pode ser!

E não venham com a história de que a médica era directora do CAT. Era uma médica como outros médicos, que dava consultas como outros médicos, que foi nomeada para aquele lugar, e que teve o destino de falecer prematuramente, infelizmente. E não é por isso que se vai dar o nome de todos os médicos que estão em Elvas ás ruas.

O menino não era médico nem tinha outra qualquer profissão, porque não teve a possibilidade de chegar à idade de o ser, quis o destino que falecesse prematuramente, infelizmente. O mínimo que se exige é que tenham respeito e que não transformem uma situação destas numa questão política.

Não há necessidade de andar às voltas com a memória das pessoas e a pisar os seus sentimentos! Já tenho concordado consigo noutras ocasiões, mas aqui César, digo-lhe que está a andar mal. Deixou-se influenciar pelo veneno dos politiqueiros.
Isto é absurdo e desnecessário.




De Anónimo a 13 de Outubro de 2008 às 19:26
Deixem-se disso por amor de Deus. Basta!


De Anónimo a 14 de Outubro de 2008 às 08:26
Caro anónimo;

Basta de brincar com coisas sérias - Não levantei nenhuma suspeição e repito que sou amigo do Marco Sequeira e respeito o pedido que fez. Metes nojo Elsa com essa tentativa de fazer política com um tema destes.

Propus o nome da Drª Teresa Monteiro e foi recusado o que obrigou a organizar um abaixo.assinado. Logo a seguir a Câmara atribuiu o nome.


De Tiago Abreu a 14 de Outubro de 2008 às 08:27
Assino o comentário acima!


De Anónimo a 13 de Outubro de 2008 às 20:20
Depois disto nunca mais quero ouvir falar deste blog!
Que falta de respeitpo!


De Anónimo a 14 de Outubro de 2008 às 08:51
Também subscrevo o comentário das 08.26
È politica de alguém baralhar, baralhar, baralhar e depois nada. Aproveitam-se dos outros para mostrar ideias luminosas. Como é que se chama esta gente?


De Anónimo a 14 de Outubro de 2008 às 13:34
O tipo das 8:26 não passa daquilo que já sabemos - trapasseiro! Nem requer mais comentários, porque a figura tem essa característica sobejamente conhecida.


De Anónimo a 14 de Outubro de 2008 às 22:00
Elsa Elsa....não vás por ai...pelo menos assina o que escreves sempre demonstravas mais coragem.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs