Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Sábado, 13 de Setembro de 2008

Há obras e obras!

Há dois anos atrás o prédio onde vivo teve que ser pintado e o telhado reparado. Destes defeitos resultavam infiltrações nas paredes e nos andares superiores.

Estas obras, que custaram uns milhares de contos, foram decididas em assembleia do condomínio. Todos estiveram de acordo e com mais ou menos dificuldades financeiras, as obras lá se fizeram. Acontece que se algum condómino não quisesse ou não pudesse, acabava por ter que ser obrigado a fazê-lo. A lei assim o diz.

Mas que têm as obras do prédio onde vivo com o que vou dizer de seguida?

Todos nós ao passarmos pelo centro histórico da nossa cidade deparamos com prédios em degradação acelerada. Os referidos prédios têm com certeza um proprietário que aí vive ou que aluga a alguém.

Agora pergunto eu: se eu sou obrigado a pagar as obras do prédio em que vivo mesmo que não tenha dinheiro para as pagar, porque é que os proprietários dos prédios do centro histórico não são obrigados a fazê-lo?

Dir-me-ão que há proprietários a receber rendas miseráveis que não dão para os arranjos necessários. Muito bem! Mas eu (e os outros) não tive que me “virar” para arranjar o dinheiro para as ditas?  E onde reside a diferença entre mim e outro proprietário que vive no centro? Na teoria nenhuma. Na prática os proprietários do centro podem deixar cair a casa se quiserem e nós não!

Não sei se há leis e regulamentos diferentes, mas seguramente há cidadãos com obrigações diferentes.

Eu, não consigo entender a diferença de critérios em termos de recuperação e manutenção de imobiliário.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 01:57
Link do post | Comentar | favorito
29 comentários:
De issope a 13 de Setembro de 2008 às 09:43
Caro Jacinto César, e acho que tem razão. Há proprietários de prédios nos centros históricos das cidades portuguesas que são pessoas preocupadas em manter e valorizar os seus imóveis. Mas isso não acontece com todos.
Há muitos outros, responsáveis pela derrocada de edifícios a que temos vindo a assistir, e de que são exemplos mais recentes os casos de Lisboa e de Braga.
Muitos desses prédios são abandonados porque o proprietário que residia nele faleceu e os seus herdeiros vivem longe e apenas querem vender esse prédio pelo preço mais alto, adiando a venda e não fazendo obras-
Noutros casos, os proprietários vivem nessas cidades, mas mudaram-se do centro para os bairros periféricos, e continuam a pensar que deixaram uma mina de ouro no centro histórico, que conseguirão vender por muitos milhões- depois ninguém lhos compra por esses preços exorbitantes e os edifícios antigos acabam por degradar-se cada vez mais.
Agora, se há leis para impedir isso. Penso que as que existem são muito más. As pessoas têm o direito de fazer o querem do seu património, o que não têm é o direito de o deixar degradar até colocar em causa a segurança dos transeuntes e, muito menos, a segurança e a salubridade dos prédios dos vizinhos.
Lamentavelmente, muitas vezes, a ganância e o desleixo falam mais alto para certos proprietários.


De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 20:25
De facto a culpa é do rondão. Se não tivesse suprimido sistematicamente o estacionamento no Centro Histórico, haveria interesse dos privados por recuperar casa a casa todo o Centro.

Existe uma fileira imobiliária de Promotores, Construtores e cliente final, seja ele senhorio ou comprador/habitante

Como se pode estimular o interesse por viver no centro e depois ter que deixar o carro na periferia e depois este ser roubado?

NOTÍCIA DA RÁDIO ELVAS:

Viatura roubada em Elvas

António Gaspar veio contar-nos o roubo
Uma viatura automóvel foi roubada na via pública esta quarta-feira, em pleno centro histórico de Elvas, no estacionamento junto ao edifício da Manutenção Militar

António Gaspar tinha estacionado ali a sua viatura ontem por volta das 20 horas e esta manhã quando ali chegou, cerca das 8 horas e 45 minutos, a viatura tinha desaparecido.

Trata-se de uma viatura ligeira de mercadorias, de nove lugares, de cor beje, de matrícula PT-44-46.

Em declarações à Rádio ELVAS, António Gaspar disse "estar chocado” com o acontecido. Já no passado mês de Julho a mesma viatura tinha sido alvo de assalto, tendo os larápios na altura retirado do seu interior os documentos identificativos da mesma.

António Gaspar diz sentir-se "cada vez mais inseguro” e já prestou queixa na PSP de Elvas que tomou conta da ocorrência.

Depois há o tal IPPAR(agora com outro nome), que levanta mil e uma dificuldades aos privados e ao rondão tudo permite, até cobrir as antigas cantarias da parede da Cãmara em bonito mármore, com granito cinzento, igual ao da arquitectura oficial salazarista.

De facto no rodapé das paredes da câmara foi recuperada alguma arquitectuta salazarista.




De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 23:39
Não se pode comentar com normalidade quando há cicadãos tão pouco normais como tu. Só te posso dizer que: lá continuam os salazarentos a repetir sempre a mesma coisa!
A culpa é de proprietários gananciosos como tu, que têm os prédios que herdaram dentro do centro da cidade, a cair porque estão à espera do melhor preço.
Na maioria dos casos nem precisam de nenhum lugar de estacionamento porque têm garagem.
E acho muito bem que o IPPAR faça respeitar regras, senão proprietários sofregos como tu ainda derrubavam as casas para contruir prédios de 10 andares, e assim ganharem mais dinheiro. Foi isso que os do teu partido fizeram quando governaram na Câmara.


De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 23:54
Sabes bem demais a história da viatura que foi roubada e que não foi nada como dizes. Mesmo assim, andas a repetir a mesma lenga-lenga há três ou quatro dias em todos os blogs.
Dizes falsidades de forma intencional, o que só te pode classificar como uma pessoa maldosa!
Agora é o Presidente da Câmara que tem de guardar as casas e os carros de toda a gente! Não sabia que o senhor era polícia! Bem sabes tu que quem estaciona na via pública não tem o direito de ter um lugar á sua porta. Eu quando venho ao centro histórico, quero ter o mesmo direito de estacionar na rua do que os outros. Os que vivem no cetro, quando vão aos bairros, também querem ter o direito de estacionar na rua onde muito bem entenderem.


De issope a 14 de Setembro de 2008 às 00:05
Já se sabe quem usa esse tipo de estratégias maldosas de repetir a mentira tantas vezes até que acredita que ela passou a realidade. sabemos que é a estratégia do Tiago e seus comparsas.
Assina umas e coloca-se como anónimo noutras. Ele lá fará o que quer, mas não tente é fazer dos outros parvos!
É uma vergonha aquilo a que temos assitido pora parte deste rapaz. A ofensa e a calúnia não tem limites para ele, desde que seja contra quem se lhe meter na frente. É a estratégia kamikaze: atira-se de cabeça... acaba por se esborrachar não tarda muito!


De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 20:36
A culpa continua a ser do rondão, que se sente na economia capitalista como peixe na água.
Depois numa economia livre ou capitalista, como aquela em que felizmente vivemos, há uma relação entre o valor do investimento e o retorno que nos dá.

O RETORNO do INVESTIMENTO pode ser em BEM-ESTAR no caso proprietários ou RENDIMENTO GERADO dos senhorios.

De facto o congelamento das rendas por parte de SALAZAR(o maior amigo que os pobres já tiveram), e alguns anos de socialismo marxista, levaram ao empobrecimento dos senhorios que não podem despejar os inquilinos, que pagam rendas simbólicas!

TUDO ISTO ASSOCIADO AOS "MELHORAMENTOS" DO RONDÃO QUE SEMPRE SE TRADUZIRAM EM SUPRESSÃO DE ESTACIONAMENTO.


De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 23:47
Tu ganhas bem, podes pagar estacionamento. Se calhar querias ter uma garagem privativa na via pública sempre á tua disposição! a via pública é pública, não é tua.
E se achas que as rendas são baixas, vende a casa por um preço acessível aos inquilinos. Claro, isso não fazes, porque é preferível que o prédio caia. Achas que tens uma fortuna que herdaste, sem precisares de trabalhar por ela, e queres é despejar os inquilinos. Ainda bem que eles têm os seus direitos.


De Anónimo a 13 de Setembro de 2008 às 20:45
A propriedade horizontal, no Centro da cidade é a excepção.

Por isto me parece um raciocínio distorcido e distorcedor(para os tontos) a comparação entre a propriedade horizontal e a situação do Centro.

De facto a propriedade horizontal foi inventada em França para democratizar a habitação, levá-la àqueles que à casa propria nunca poderiam chegar.

Por isso a propriedade horizontal tem regras, a regra é que a cobertura é de todos e todos a têm que pagar, independentemente do RETORNO FINANCEIRO ou CONFORTO que possa proporcionar.

POR TUDO ISTO A COMPARAÇÃO COM O CENTRO É TOTALMENTE FALACIOSA E DISTORCIDA!


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 00:11
Acabei de deixar no blog do Tiago Abreu o seguinte comentário, que ele certamente não vai publicar, porque não lhe é favorável, claro!

"Tiago Abreu, estás a descer ao nível mais baixo que parece impossível alguém descer. Espero que recuperes rapidamente alguma elevação, caso contrário acabas por ter o pior resultado eleitoral de sempre e arrastas os teus companheiros para o abismo."


De COMENTÁRIO CENSURADO PELO PORTINHOLAS a 14 de Setembro de 2008 às 16:22
Paulinho Portinholas continua com a sua intensa actividade de censurar os comentários que lhe dão nas orelhas.

É um rapaz muito trabalhador, pois como se pode ver, o comentário acima já teve a honra de não ser publicado no blog potinholeiro.

Outros comentários censurados já tiveram as mesmas honras especiais do Portinholas e outros se lhe seguirão no bico da caneta azul deste fraquinho aprendiz do Salazar.
Sem ofensa para o Salazar, que nem tinha blog próprio!


De Maria Paes Barradas a 14 de Setembro de 2008 às 00:42
Li há pouco um comentário que uma amiga minha deixou noutro blog. Eu estive no mesmo local que ela descreve e ambas partilhamos a mesma opinião e sentimentos em relação ao que vimos. Por isso pedi à "joana" (ela assina assim receio de ser afendida, eu assino com o meu nome porque não tenho medo de ninguém quando tenho razão e sei o que digo) que me permitisse divulgar as suas palavras, que faço minhas. Aqui vai:

Acabei de assistir a uma festa maravilhosa que não posso deixar de vos dar nota.

Foi uma festa social, área que me interessa muito por motivos profissionais. Fui dar apoio a idosos na Festa da Idade de Ouro que a Câmara Municipal de Elvas realizou este sábado, no Coliseu da cidade.

Foi magnífico. Havia pessoas com lágrimas nos olhos porque era a primeira vez que entravam naquele espaço grandioso e sentiam-se comovidas pela importância que a autarquia lhes estava a dedicar.

A sala estava linda, bem decorada e cheia com mais de duas mil pessoas da chamada Idade de Ouro. Um evento de grande realce. Fiquei verdadeiramente impressionada.

O discurso do senhor Presidente da Câmara também empolgou a multidão que o aplaudia. Um discurso sentido, de quem se dedica ás pessoas. E as pessoas sentem quando as palavras são sinceras.

Digo-vos que tinha uma ideia muito diferente do senhor Rondão de Almeida e desta iniciativa da Câmara. O que sempre ouvi dizer às pessoas que contacto no dia a dia é que o senhor se tratava de uma pessoa antipática e rude, e que esta festa era só para dar de comer aos idosos e caçar votos.

O que pôde constatar foi algo de muito diferente: conheci um Presidente de Câmara sensível, mas muito forte e amigo dos mais carenciados. Assisti a uma festa para pessoas que precisam disto, já que muitas delas poucas vezes têm momentos de tanta felicidade. Vi sinceridade de sentimentos puros dos dois lados, e limitei-me a assistir...

Eu, que sempre trabalhei nesta área social que me é tão grata, acabo por ter que concluir que Elvas tem sorte por ter um Presidente e uma Câmara com esta sensibilidade social e sinto a obrigação de o divulgar publicamente. Bem-hajam.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 00:54
Mais uma dor de barriga para o nosso Paulinho Portilholas. Não deviam dizer estas coisa que o rapazito ainda fica desidratado.

Como o Portinholas pode ver, o Presidente da Câmara não está adoentado. Graças a Deus e para desgraça do Paulinho, está como se vê: um espectáculo!
Doente, como já sabemos, fica o Portinholas todos os dias com tantas actividades e inaugurações da Câmara.

Ai, Paulinho, para essa tua doença só tenho uma receita: ganha juízo!


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 01:48
Mais uma que quer tacho


De Maria Paes Barradas a 14 de Setembro de 2008 às 12:16
Para sua informação, tenho um execelente emprego, onde ganho muito mais do que em aulaquer lugar de "tacho", como diz.

Lamento que seja este o tratamento que os que considerava "dos meus" dão aos que se têm considerado "dos seus", só porque temos a coragem de relatar a realidade e escrever o que pensamos. Fico triste e, reforça que afinal quem tem razão não são os que sempre criticam tudo.

Digo-vos que esse não é o caminho a seguir para contribuir para a melhoria do nosso Concelho.


De Patrício a 14 de Setembro de 2008 às 12:51
Tem toda a razão, amiga Maria Paes Barradas, é com atitudes como essa, de hostilizar todos aqueles que discordam deles e de tratar de achincalhar que se atreve a dizer uma palavra positiva a favor da Câmara, que a oposição em Elvas vai tendo cada vez menos credibilidade.

É assim que nos fazem passar para outro lado, e depois ficam admirados de tanta gente que antes se identificava com a direita agora apoiar o Presidente da Câmara Rondão Almeida.

Não somos obrigados a concordar com tudo de um lado nem de outro. Mas ninguém tem o direito de tratar mal quem opina de forma educada. Isso só nos faz pensar que a razão está do outro lado, neste caso, de quem não nos desrespeita, que, neste caso é a Câmara.

Como dizia um amigo meu há pouco: "É tempo de os bons não se calarem perante os maus!"

Bem-haja, Maria, pela sua coragem. Deixo-lhe a minha solidariedade, porque também já eu fui vítima desses mesmos ataques e dessas mesmas pessoas que agora a atacam a si.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 13:04
ADIVINHA;

Já que o Manuel Sobreiro não se cansa de escrever com diversos nomes (Joana, Patricio, issope). Já que responde a uns e outros como se fossem pessoas diferentes. Deixo-vos uma adivinha;

- No dia em que Rondão Almeida nomeou a filha para chefe de gabinete adivinhem quem foi o bufo que foi a correr bater à porta do vizinho com a "bomba"? O vizinho está hoje ligado ao turismo, mas na altura era ainda membro da oposição.

Quem será esta pessoa falsa que adora envenenar tudo e todos por puro gozo pessoal. Esta pessoa tem o sindroma de Nero, gosta de ver arder tudo à sua volta, até entre aqueles que lhe dão de comer!!

Adivinhem, adivinhem, não é dificl.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 16:02
Tiago pessonhento, deves pensar que toda a gente é igual a ti. Sabes, nem toda a gente faz vigarices como tu estás habituado a fazer. Nem toda a gente falseia os amigos como tu estás acostumado a fazer. Nem toda a usa estratégias maquiavélicas como tu fazes todos os dias.
Sabes Tiago Abreu, julgares os outros por aquilo que tu fazes, está mal e, de facto, é típico da tua cabeça de retrete.
O que tu querias mesmo, era estar no lugar daquele a que chamas Sobreiro ou do que dizes ter o Turismo. Assim talvez não precisasses do dinheiro da família!


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 16:17
Acabei de assistir a uma festa maravilhosa que não posso deixar de vos dar nota.

Foi uma festa social, área que me interessa muito por motivos pessoais. Fui-me embebedar ali a Varche naquela festa havaiana promovida por aquele jornal da NOSSA CIDADE.

Foi magnífico. Havia muitas pessoas bêbadas porque era a primeira vez que entravam naquele espaço grandioso e sentiam-se comovidas pela importância que o jornal lhes estava a dedicar.

O espaço estava lindo, bem decorado e cheia com mais de duas mil pessoas do chamado. Um evento de grande realce. Fiquei verdadeiramente impressionado.

Lá estava Presidente da Câmara que empolgou a multidão com um lindo fato beje, acompanhado pelo ex-comunista Vintém e o Bagorro, também elegantemente vestidos, que se sentiam quando as palavras que lhes eram dirigidas eram sinceras.

Digo-vos que tinha uma ideia muito diferente do senhor Rondão de Almeida e desta iniciativa da jornal. O que sempre ouvi dizer às pessoas que contacto no dia a dia é que o senhor se tratava de uma pessoa antipática e rude, e nesta festa revelou-se um verdadeiro "gentleman".

O que pôde constatar foi algo de muito diferente: conheci um Presidente de Câmara sensível, muito alegre e amigo do Jet-Set. Assisti a uma festa para pessoas que precisam disto, já que muitas delas poucas vezes têm momentos de tanta felicidade. Vi sinceridade de sentimentos puros dos dois lados, e limitei-me a assistir...

Eu, que sempre trabalhei nesta área do social que me é tão grata, acabo por ter que concluir que Elvas tem sorte por ter um Presidente e uma Câmara com esta sensibilidade social e sinto a obrigação de o divulgar publicamente. Bem-hajam.



De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 18:25
Paulinho Portinholas continua em actividade. nem tem tempo para dormir a Siesta.

Da sua cabeça de retrete continuam a sair as estratégias de copiar os textos de outros bloguistas, mudando-lhe palavras e deturpando o seu significado fazendo as habituais críticas à Câmara.

Mas o nosso Paulinho Portinholas vai cada vez mais longe: volta ao ataque assinando o comentário acima como Patrício (O FALSO), para confundir as pessoas com o nome do outro coitado do verdadeiro Patrício.

Sabemos de fonte segura que o Patrício das 12:51 é o VERDADEIRO, e que este último das 16:21 é o FALSO, ou seja o nosso Paulinho Portinholas.

Ah, grande carola! Continua Paulinho, que estás a contribuir muito para o desenvolvimento de Elvas. Grande Portinholas, isto é que é um discurso para as multidões! Ouves os aplausos?... Porra de silêncio.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 16:21
Acabei de assistir a uma festa maravilhosa que não posso deixar de vos dar nota.

Foi uma festa social, área que me interessa muito por motivos pessoais. Fui-me embebedar ali a Varche naquela festa havaiana promovida por aquele jornal da NOSSA CIDADE.

Foi magnífico. Havia muitas pessoas bêbadas porque era a primeira vez que entravam naquele espaço grandioso e sentiam-se comovidas pela importância que o jornal lhes estava a dedicar.

A espaço estava lindo, bem decorado e cheia com mais de duas mil pessoas do chamado Jet Set. Um evento de grande realce. Fiquei verdadeiramente impressionado.

Lá estava Presidente da Câmara que empolgou a multidão com um lindo fato beje, acompanhado pelo ex-comunista Vintém e o Bagorro, também elegantemente vestidos, que se sentiam quando as palavras que lhes eram dirigidas eram sinceras.

Digo-vos que tinha uma ideia muito diferente do senhor Rondão de Almeida e desta iniciativa da jornal. O que sempre ouvi dizer às pessoas que contacto no dia a dia é que o senhor se tratava de uma pessoa antipática e rude, e nesta festa revelou-se um verdadeiro "gentleman".

O que pôde constatar foi algo de muito diferente: conheci um Presidente de Câmara sensível, muito alegre e amigo do Jet-Set. Assisti a uma festa para pessoas que precisam disto, já que muitas delas poucas vezes têm momentos de tanta felicidade. Vi sinceridade de sentimentos puros dos dois lados, e limitei-me a assistir...

Eu, que sempre trabalhei nesta área da socialite que me é tão grata, acabo por ter que concluir que Elvas tem sorte por ter um Presidente e uma Câmara com esta sensibilidade social e sinto a obrigação de o divulgar publicamente. Bem-hajam.

Patrício


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 16:30
Paulinho Portinholas continua em actividade. nem tem tempo para dormir a Siesta.

Da sua cabeça de retrete continuam a sair as estratégias de copiar os textos de outros bloguistas, mudando-lhe palavras e deturpando o seu significado fazendo as habituais críticas à Câmara.

Mas o nosso Paulinho Portinholas vai cada vez mais longe: volta ao ataque assinando o comentário acima como Patrício (O FALSO), para confundir as pessoas com o nome do outro coitado do verdadeiro Patrício.

Sabemos de fonte segura que o Patrício das 12:51 é o VERDADEIRO, e que este último das 16:21 é o FALSO, ou seja o nosso Paulinho Portinholas.

Ah, grande carola! Continua Paulinho, que estás a contribuir muito para o desenvolvimento de Elvas. Grande Portinholas, isto é que é um discurso para as multidões! Ouves os aplausos?... Porra de silêncio.





De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 21:06
E la tava também um menino aprendiz de socialista que anda sempre rodeado de JET-SET mas q é um defenssor da rondónia em tudo que é sítio. mais outro...


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 16:15
Acabei de deixar no blog mais sujo da cidade de Elvas o comentário que a seguir transcrevo. Deixo-o aqui porque é quase certo que vai ser censurado pelo dono daquele blog, o tal Tiago Abreu. E se acabar por resolver publicá-lo é para de dizer mais umas aldrabices a contradizer o que eu escrevi. sabem como é - o costume!

"Não percebo, se o blog é teu e só publicas o que queres, porque é que te dás ao trabalho de fazer cometários anónimos (como o das 12:24) no teu próprio blog? Pensas que todos os que vêm a este teu pasquim são burros?
É com esse desrespeito que tratas os leitores desta porcaria que escreves. Ó pá, vai dar banho ao cão para ver se ocupas a tua mente com algo mais limpinho!"


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 20:59
ADIVINHA;

Já que o Manuel Sobreiro não se cansa de escrever com diversos nomes (Joana, Patricio (ou 1 e o 2), issope). Já que responde a uns e outros como se fossem pessoas diferentes. Deixo-vos uma adivinha;

- No dia em que Rondão Almeida nomeou a filha para chefe de gabinete adivinhem quem foi o bufo que foi a correr bater à porta do vizinho com a "bomba"? O vizinho está hoje ligado ao turismo, mas na altura era ainda membro da oposição.

Quem será esta pessoa falsa que adora envenenar tudo e todos por puro gozo pessoal. Esta pessoa tem o sindroma de Nero, gosta de ver arder tudo à sua volta, até entre aqueles que lhe dão de comer!!

Adivinhem, adivinhem, não é dificl.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 21:05
Já viram que o Tiago Abreu não tem tempo para dormir a sesta, não janta, não dorme... Está mesmo apanhado de todo!
Faz matrafisses, vigariza os outros bloguistas, (ele e os dois ou três enfermos da ADE + ADE) ofende os funcionários da Câmara, ofende os eleitos da Câmara e da Assembleia, e depois vem atirar areia para os nossos olhinhos... É um triste que não tem vida própria, já que vive só para a maldade. E ainda por cima, acha-se esperto qunado na realidade nã passa de um "tonho"!


De Anónimo a 14 de Setembro de 2008 às 21:27
ADIVINHA;

Já que o Manuel Sobreiro não se cansa de escrever com diversos nomes (Joana, Patricio (ou 1 e o 2), issope). Já que responde a uns e outros como se fossem pessoas diferentes. Deixo-vos uma adivinha;

- No dia em que Rondão Almeida nomeou a filha para chefe de gabinete adivinhem quem foi o bufo que foi a correr bater à porta do vizinho com a "bomba"? O vizinho está hoje ligado ao turismo, mas na altura era ainda membro da oposição.

Quem será esta pessoa falsa que adora envenenar tudo e todos por puro gozo pessoal. Esta pessoa tem o sindroma de Nero, gosta de ver arder tudo à sua volta, até entre aqueles que lhe dão de comer!!

Adivinhem, adivinhem, não é dificl.



De Anónimo a 15 de Setembro de 2008 às 11:48
Sr. Manuel Sobreiro, reduza-se à sua insignificância. De parasita não passa. Parece uma pulga agarrada ao cão e que teima em não abandonar o pêlo apesar de estar sempre a ser sempre sacudida. O dono do cão já está farto de si e qualquer dia é ele próprio a sacudi-lo. Não vê que o animal já está ferido de tanto se coçar para o deitar fora?.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs