Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

Um ano depois

Faz hoje um ano que, numa tertúlia de amigos que se juntam todas as tardes para beber café, jogar às moedas, e trocar impressões sobre os mais diversos temas, nasceu este espaço.

Sem qualquer pretensão que não fosse a de criar um espaço livre onde pudéssemos deixar as nossa ideias e debatê-las com quem quisesse contrapô-las ou apoiá-las, contribuindo assim para o exercício da cidadania, foi com tristeza que, ao longo dos meses, verificámos que:

- Escasseiam os comentários efectivamente centrados no debate dos textos aqui deixados.

- Os Elvenses, cujos antepassados tão corajosamente enfrentaram o inimigo na luta pela sua cidade, se escondem agora sob o anonimato para fazer um simples comentário

- Se perde tempo precioso a discutir alcunhas, sem ser capaz de produzir uma ideia.

- Se tornou necessário apagar alguns comentários, em consequência do seu conteúdo ofensivo.

Quereríamos que fosse diferente, que os nosso concidadãos dessem mostras de outro interesse pela coisa pública e pelo salutar debate de ideias. Que não mais fosse necessário suprimir comentário, e que a simples má língua desse lugar ao comentário com conteúdo.  Por nós continuaremos com até aqui a colocar neste espaço a nossa forma de ver o mundo, esperançados que desta forma possamos lançar as sementes desse debate e a deixar que, dentro do aceitável, cada um comente como entender.

 

 

 

 

 

António Venâncio


Tasca das amoreiras às 15:32
Link do post | Comentar | favorito
21 comentários:
De Dina a 31 de Julho de 2008 às 17:59
Ainda não perderam a esperança? Eu já tenho muitas dúvidas quanto a isso...


De António Venâncio a 31 de Julho de 2008 às 18:05
Cara Dina
Se não fossemos especialiatas em manter a Esperança, não podiamos ser Portugueses e muito menos professores


De Anónimo a 1 de Agosto de 2008 às 01:41
É de facto uma IDEIA nobre, buscar opiniões e debate de causas ou coisas que nos afectam, nos preocupam e nos dão ganas para avançar.
Infelizmente neste Forum se damos a cara cai-nos o Carmo e a Trindade em cima Por isso, tenho a sensação que muitos se refugiam no anonimato falando sério. Outros há que usam o anonimato para escárnio e mal-dizer.
Elvas, pequena cidade, difícil terra. Sorrisos falsos, corações rancorosos, palavras vãs, ruim esperança.

Os outros cabem numa mão.Infelizmente muito poucos.

Humildade e verdade era suficiente para acabar com a SOBERBA




De Anónimo a 2 de Agosto de 2008 às 13:37
Paulinho Portinholas foi de férias, mas deixou recado à sua meia dúzia de portinholeiros:
- Continuem a morder nas canelas do Rondão e da câmara. Eu vou estar atento. Também mando uns comentários anónimos. Se fizer falta escrever mais alguma coisa de sério, apareço e assino.
Ah, grande Portinholas!
Grande cérebro.
É disto que Elvas precisa.
Um verdadeiro "educador da classe política local".



De Anónimo a 2 de Agosto de 2008 às 19:24
Que falta de respeito! Nem que seja pelo facto de estar de luto este blog os do costume se calam. Ia apelidar a senhora que escreveu o post anterior daquilo que muito bem se inventou mas não o vou fazer por respeito. Dª Elsa tenha tino porfavor, respeite os outros e aprenda a respeitar-se a si. Haja paciência!


De Anónimo a 2 de Agosto de 2008 às 21:31
Por que razão ama o Portinholas?
Quer ser seu amante?


De Anónimo a 3 de Agosto de 2008 às 12:36
Olha que giro!
Como o blogue está de luto, é falta de respeito desmascarar as tácticas portinholeiras.
Mas, apesar do blogue estar de luto, é sinal de respeito criticar o presidente e a câmara?...
Não percebo.


De Anónimo a 3 de Agosto de 2008 às 12:44
UM ANO DEPOIS

Um ano depois, pouca coisa mudou no concelho.
A Câmara continua com a sua política de fazer obras, de levar por diante o seu plano de apoio social e de promover a afirmação cultural.

Um ano depois, pouca coisa mudou no concelho.
Concentram-se algumas pessoas, na blogosfera elvense, com o intuito único de apoucar aquilo que Rondão e a câmara têm feito.

Um ano depois, pouca coisa mudou no concelho.
E, dentro de mais um ano, os dois parágrafos anteriores estarão actuais.
Por isso, dentro de pouco mais de um ano, quando o Rondão recolher os tradicionais dois terços dos votos, aquelas pessoas que se concentram na blogosfera elvense - e alguns nem cá votam! - vão voltar a ficar a perguntar, entre si, que razão "estúpida, acéfala e seguidista" leva as pessoas a votar neste gajo...


De Anónimo a 3 de Agosto de 2008 às 13:02
Somos um concelho pequeno, com menos de 25 mil pessoas, mas há quem o queira ainda mais reduzido.
São aqueles que julgam que o concelho se resume a si próprios e aos que pensam como eles.

Sinceramente, se muitas das pessoas que têm escrito neste blogue (neste e noutros, porque há bem piores...) passassem pelas ruas dos bairros da cidade e pelas localidades do espaço rurais, falando com quem lá mora e vive com dificuldades, creio que passavam a ter uma visão diferente do concelho.
E talvez compreendessem a razão que leva Rondão a ter um eleitorado fiel.
Porque foi um deles. Porque passou mal como eles. Porque no dia em que chegou a presidente não se esqueceu dos que precisam mais.

Até acredito que muitos dos que criticam saibam disto. Mas reconhecem para dentro e recusam-se a dizê-lo para fora.
Sabem que já houve o tempo das almoçaradas e jantaradas só na Pousada, sempre para os poucos do costume.
Não aceitam que as almoçaradas e jantaradas de hoje sejam abertas a todos, mas especialmente viradas para aqueles que precisam mais, porque há quem sinta nojo de lá ir misturar-se.

Se o Rondão tivesse grandes lavradores na família, ou estivesse ligado ao Bairro de Santa Luzia, seria o maior.
Agora, ter vindo do fundo, subido a pulso, estar cá em cima, fazer o que outros não conseguiram, isso é que custa a alguns.
O problema é social. É cultural. É tradicional.

Por isso, ideias à parte, haver um apelido Abreu a dar nas vistas (independentemente do conteúdo populista, caceteiro e mal-criado) é um sinal de esperança que os convívios voltem à Pousada e acabem as festas para o povo.
Por mais Portinhas ou Portinholas que seja o nosso Portas elvense, sempre é um sinal de esperança.
Esperança que "estes malditos 15 anos" se acabem.
O que é preciso é tirar o homen de lá.
O que lá se põe até pode ser uma nulidade.
Mas, o que importa? Quando o essencial é acabar com esta democracia onde um voto na Boa-Fé ou de Santa Luzia vale o mesmo, onde quem não usa a Internet e os blogues deve ser tido em conta, onde o Pote e o Bar do Ténis são iguais, onde quem precisa tem direito a apoio social...

Pensem nisto. Talvez eu não esteja completamente errado. Talvez compreendam melhor o que se passa por aqui.
Talvez concluam que o concelho é pequeno, mas há quem o reduza a muito menos.


De Anónimo a 3 de Agosto de 2008 às 23:16
Então o Rondão já pôs o Manuel Carvalho a escrever artigos para os Blogs?


De Anónimo a 3 de Agosto de 2008 às 16:52
És um (a) verdadeiro rafeiro nunca vais chegar a pitbull , por mais que te esforces o teu educador politico, não passa de um corta fitas de 4ª classe nocturna ).
O que te devia preocupar é, sermos o concelho com maior numero de desempregados inscritos no centro de emprego, mas para isso, como já insinuaste, só quando o call center estiver a funcionar para traz , ficam milhares de empregos prometidos que a maior parte. só existiram na capa do boletim municipal.
Explica onde estão os 800 empregos prometidos da empresa agrícola que, foi beneficiada com a isenção do IMT em cerca de 250.000 euros, onde estão os 200 da empresa que veio fabricar postes eléctricos ou algo parecido, onde estão os 100 da empresa que se instalou na antiga fabrica do arroz etc. , etc. , isso é que como escriba do regedor devias esclarecer, mas só o que argumentas é o escárnio e mal dizer com que, procuras abortar todos os temas de interesse que aqui seja colocado.
Um dia irás de férias para sempre.....


De Patrick Bateman a 3 de Agosto de 2008 às 17:29
Uma vez que todos defendemos a mesma ideia, por que não combinarmos entre todos os bloggers elvenses um jantar/encontro para falarmos e conhecermo-nos?

Fica o desafio. O meu nme é Guilherme apesar de assinar como PB. Parabéns.


De Anónimo a 3 de Agosto de 2008 às 23:34
No passado dia 2, às 13.37h, foi aqui deixado o comentário seguinte:

Paulinho Portinholas foi de férias, mas deixou recado à sua meia dúzia de portinholeiros:
- Continuem a morder nas canelas do Rondão e da câmara. Eu vou estar atento. Também mando uns comentários anónimos. Se fizer falta escrever mais alguma coisa de sério, apareço e assino.
Ah, grande Portinholas!
Grande cérebro.
É disto que Elvas precisa.
Um verdadeiro "educador da classe política local".

Às vezes, acerta-se em cheio por antecipação.
Não só contámos a história, como a publicámos antes dos efeitos serem visíveis.
Agora, já estão aí: visíveis e legíveis.

Nota: o plural utilizado no texto acima não é magestático; é real; somos mais que um; logo, plural.
Portinholas-chefe e portinholeiros-satélites inquietos, como se deseja.


De Anónimo a 4 de Agosto de 2008 às 00:12
TRÊS ACTOS: DA EUFORIA À DECEPÇÃO

Consultando o site da Rádio Elvas, sobre três notícias sobre o mesmo tema, é possível divulgar os estados de espírito gerados pela sucessão de notícias, em certos espíritos.
Então é assim.

Acto 1
Ao ler a notícia seguinte:
O troço do TGV Elvas-Caia foi chumbado pela Comissão Europeia com base em problemas ambientais. A notícia é avançada na edição deste sábado do semanário Sol. De acordo com o texto publicado, "o Governo português já foi notificado e estuda uma alternativa”. Foi Portugal quem pediu a classificação dessa zona como de protecção especial mas, depois da aprovação de Bruxelas, o Governo nunca chegou a criá-la, exactamente por entender que o TGV tinha de passar por ali. Ainda de acordo com a notícia divulgada no SOL a notificação foi enviada para o Ministério das Obras Públicas e, nas duas últimas semanas, têm-se multiplicado as reuniões, sobretudo com os técnicos da RAVE, para encontrar soluções aos constrangimentos levantados por Bruxelas. A zona onde passa esta parte da linha foi considerada por Bruxelas como uma "área onde existem espécies e habitats a proteger, tendo Portugal feito, no passado, o pedido formal para que fosse classificada como Zona de Protecção Especial – designada com vista à conservação de aves selvagens”.

“Porreiro, pá! Porra, já pareço o Sócrates”. – afirmou figura pública elvense conhecida.
“Agora é que o TGV se acaba. E assim já não há estação de alta velocidade. Nem plataforma logística. Bestial! Formidável! Isto é muito melhor que todas as prendas que me deram ontem. Vou já telefonar ao Cabaceira; e ao Vieira; e ao Aníbal; e ao Balsinhas. Será que o dr. Simão das Dores já sabe?”, questionava eufórico o actor.

Acto 2
Ao ler a notícia seguinte:
A associação ambientalista Quercus concorda com a decisão da União Europeia de chumbar o troço Elvas-Caia da futura linha de alta velocidade. A Comissão Europeia pediu esclarecimentos ao governo português sobre o traçado do TGV no troço Elvas-Caia, que atravessa uma área protegida com aves em risco de extinção. Em declarações à Rádio Elvas, Nuno Sequeira, do Núcleo Regional de Portalegre da Quercus, diz apoiar esta decisão de Bruxelas, por "revelar as reticências das entidades europeias em relação ao trajecto escolhido” para construir a linha de alta velocidade. Quanto a uma alternativa, Nuno Sequeira diz que "tem de ser feito um estudo do traçado antes de Elvas”, ou seja entre Évora e Elvas, escolhendo "um local de passagem que não colida com a zona protegida”. A Quercus concorda com a decisão da Comissão Europeia, ao chumbar o troço Elvas-Caia da alta velocidade entre Lisboa e Madrid.

“Assim é que é! Grande Quercus! Afinal, é tão boa como o STAL. Não admira; uns são comunas, outros são verdes; é tudo CDU. Que se lixem estes preconceitos; o que interessa é que são contra os desejos do Rondão” – afirmou figura pública elvense conhecida. “Nunca pensei que umas férias me corressem tão bem. Eu calculo como o Rondão se deve sentir em Monte Gordo”, pensava o actor em causa.

Acto 3
Ao ler a notícia seguinte:
O Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações emitiu um comunicado sobre o troço Elvas-Caia do TGV onde refere não haver qualquer rejeição de Bruxelas ao traçado da Alta Velocidade. «Não houve qualquer rejeição da União Europeia ao traçado da Alta Velocidade ferroviária no troço Elvas-Caia». O ministro Mário Lino confirma que «foi recebido um pedido de esclarecimento sobre a matéria, ao qual será enviada resposta no prazo indicado». Informa a nota ministerial que «neste pedido de esclarecimentos não são abrangidos os outros troços que já foram objecto de declaração de impacte ambiental favorável», tendo sido apenas pedidos esclarecimentos sobre a faixa de 20 quilómetros entre Elvas e Caia.

“Logo vi! A anedota do Mário Lino a vir safar o Rondão. Queres ver que fazer o TGV?
Com estação e tudo? Mais a plataforma logística?” – perguntou a mesma figura pública elvense conhecida.
“Já sei! Vou fazer um comunicado em defesa das aves da Torre de Bolsa. Nã


De Anónimo a 4 de Agosto de 2008 às 20:55
ÚLTIMA HORA

A mesma figura pública elvense conhecida afirmou:
"Vou fazer um comunicado a favor das aves da Torre de Bolsa e uma conferência de imprensa para apresentar todas as aves que o Rondão desconhece".
E acrescentou:
" A ADE - Associação Desenvolver Elvas vai mudar de nome para ADEBC - Associação Desenvolver Elvas a Baixo Custo. Não podemos desejar que o desenvolvimento seja a qualquer preço; tem de ser a baixo custo", concluiu triunfante e inovador.


De Anónimo a 4 de Agosto de 2008 às 22:59
Continuo a dizer que não chegas a pitbull , não passas de um escriba rafeiro.
Estás sempre a insinuar que quando alguma coisa corre mal a Elvas os opositores do Rondão ficam satisfeitos, pensas que ficamos satisfeitos quando o maior numero de DESEMPREGADOS inscritos no centro de emprego são do CONCELHO de Elvas? NÃO, NÃO FICAMOS, o que lamentamos é a inépcia e a incapacidade revelada pelo teu patrão para desenvolver Elvas, como lamentamos que o governo Socialista peça zona de protecção especial para a Zona do CAIA e logo a seguir a passagem do TGV pela ZPE isto é incompetência e o que a oposição pede, é que ele ( o teu patrão) diga a este governo o mesmo que diria com os governos PSD/CDS ou já te esqueceste das manifestações da segurança?
Desde sempre que todos nós sabíamos que o TGV passa por onde os Espanhóis quiserem e não há zona especial que impeça que assim aconteça o que é lamentável no teu patrão é que sendo a estação internacional não fique na zona limite da fronteira já que de acordo com as ultimas declarações do mesmo "o local onde fica a estação não é importante", isto é que preocupa os opositores.


De Anónimo a 5 de Agosto de 2008 às 09:24
Aquilo que se convencionou chamar oposição, no concelho de Elvas, tem sido representado por Paulinho Portinholas, uma figura que concentra a má-língua, a insinuação e a ofensa, a todos que façam alguma coisa por esta terra. Aquilo é um bater a direito, de autarquias a colectividades, tudo leva pela mesma medida.
Por sinal, Paulinho Portinholas nunca foi visto a fazer nada de especial pelos outros; numa autarquia, numa colectividade, numa comissão, onde quer que seja, com poucos tem sido capaz de constituir equipa. A não ser, de quatro em quatro anos, quando faz umas alianças, mas aquilo tem acabado em retirada; com retirada da confiança política. O que é porreiro, para os visados; mau deve ser alguém ter a confiança deste grande educador da classe política. Não gosta de fazer alguma coisa de diferente, do que dizer mal, caluniar, insinuar…

É a vida dele, nem devemos admirar-nos. Nem quando ele faz força para que as Urgências do Hospital de Santa Luzia fechem, total ou parcialmente. Quem quer o mal dos outros, ou seja o mal de Elvas, tem de aceitar que Portinholas se empolgue com a possibilidade de tal poder vir a acontecer.
A sua esperança é que este encerramento seja este ano, de preferência este mês, e melhor ainda: que seja hoje!
Aquilo seriam comunicados, conferências de imprensa, textos no blogue, reuniões de emergência do PP – Partido Popular, da ADE –Aliança Democrática de Elvas e da ADE – Associação Desenvolver Elvas.

Mas as coisas andam a correr mal a Paulinho Portinholas. Ele bem se esforça, especialmente no seu blog, escrevendo freneticamente textos atrás de textos e até lhes acrescenta uns comentários para aparentar vitalidade de tal acção. E vai mais longe: já se considera um órgão de comunicação social em tempo real – viva o luxo!...
As urgências, no Hospital de Santa Luzia, estão hoje, como estavam ontem e vão estar amanhã: abertas 24 horas por dia! E, na semana que vem, no próximo mês e no ano seguinte assim vão continuar.

O grande educador da classe política anda com azar. Mas o azar dele é a sorte dos Elvenses. Felizmente. Uma figura destas, que não respeita pessoas mais velhas nem instituições com décadas de vida e história, não pode querer o bem dos moradores do concelho.
E a razão é simples: para ele, quanto pior, melhor. Os Elvenses desejam o contrário: para quem gosta da sua terra e do seu concelho, o ideal é que as coisas corram bem.
Afinal, esta é a “pequena” diferença que torna o Paulinho Portinholas muito diferente dos outros: a nossa felicidade é a desgraça dele. Dele e da meia dúzia de portinholeiros que jogam com ele.



De Anónimo a 5 de Agosto de 2008 às 10:25
Apanham o Tiago de férias e vá de porem comentários pseudo-intelectuais que só podem vir do manecas carvalho, a Elsinha Rameirinha não tinha capacidade para escrever assim.

O Tiago merece toda a minha admiração, tem sido o único de há muito tempo a esta parte a lutar contra este poder déspota e ditatorial. Tem mostrado uma coragem e uma frontalidade que muitos seguramente não têm.

Um abraço Tiago, sei que isto te passa ao lado e repara numa coisa - Já viste que és o único que eles atacam? E que te atacam dizendo seres do pior que há? Já pensaste que se fosse verdade o que dizem de ti não te ligavam pêvas?

Eles temem-te e respeitam-te politicamente. Têm medo de ti e basta ver pelo desafio que lhes fizeste.

Boa férias Tiago e espero que voltes com a mesma força e coragem que nunca te faltou.


De Anónimo a 5 de Agosto de 2008 às 14:31
Força e coragem não lhe têm faltado - certo e de acordo.
O que lhe ^tem faltado tem sido apoio, votos e equipa - creio que tanbém merece acordo.


De Anónimo a 5 de Agosto de 2008 às 21:51
Isso é só rosnar de rafeiro, estás pago para isso, para tentar em todos os blogues dizer mal do Tiago. .
Têm medo que ele possa ser eleito vereador pois causaria á trupe rondanista graves danos nos seus privilégios , esse é o vosso receio, por isso as ordens para abortar todos os temas e ao mesmo tempo dizer mal do Tiago.
Parece que agora temos também um rameiro um daqueles que falava e criticava o chefe até que lhe deram emprego numa escola de música, e a musica passou a ser outra.
Tens que me responder ao seguinte: Sabes a razão ou a causa, porque é no concelho de Elvas que há mais desempregados inscritos no Centro de Emprego? Tu sabes, tu és um gigolô da politica e estás bem informado, se não és tu mesmo a informação local, vá diz lá, não é por mim, é pelos desempregados de Elvas......l


De Anónimo a 5 de Agosto de 2008 às 22:01
Se o Tiago ofende todos os que fazem alguma coisa por Elvas!!!!! tu estás tranquilo, a ti não te ofende, por Elvas não fizeste nada, Elvas é que fez muito por TI.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs