Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 8 de Junho de 2008

A Feira do Livro

Para dizer a verdade preferia não ter lá ido e assistir ao “espectáculo” deprimente que vi.

Por vezes somos muitos rápidos a criticar (eu incluído) os espectáculos e festas “pimbas” que a câmara da nossa terra vai proporcionando aos elvenses. Tenho que fazer o “mea culpa” pois sou forçado a entender a lógica do fenómeno e a concluir que os elvenses não merecem mais. Infelizmente a realidade é esta.

Se se fizer um balanço muito rápido do fenómeno cultural de Elvas, facilmente se chega a uma conclusão: “cultura pimba” venha ela, pois “fregueses” para a “outra” cultura não há.

Hoje ali mesmo na feira com um grupo de amigos fizemos por alto uma conta: partindo do princípio que Elvas tem 25000 habitantes (contas redondas), haverá 1000 que leiam com frequência? Foi opinião unânime que não. Nem mil haverá! Um leitor ocasional lê em média 1 livro por mês. Um leitor regular lê dois a três livros no mesmo período. O compulsivo lê muito mais. Vamos ficar pela média de 2 livros/mês. Se houvesse os tais mil leitores, vender-se-iam 2 mil livros mês. Com estes valores uma livraria aguentava-se. Mas como todos nós sabemos o que tem acontecido às livrarias em Elvas, podemos inferir afinal que nem os mil leitores há! Triste!

Uma vez perguntei aos alunos de uma turma minha quantos livros já tinham lido, excluindo os que são obrigados (?) a ler. São rapazes, todos maiores de 18 anos. Nenhum! Nenhum deles alguma vez tinha lido um livro na vida. Esclarecedor.

Como não quero ficar mais mal disposto do que já estou, fico-me por aqui.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 23:49
Link do post | Comentar | favorito
9 comentários:
De Dina a 9 de Junho de 2008 às 14:51
Para se ser leitor compulsivo neste país é preciso ter dinheiro...
Sempre gostei de um bom livro, quando as minhas filhas eram pequenas comprava-lhes muitos livros, consegui que elas gostasse, mais uma que outra, de ler e isso já foi bom.
Mas que os livros hoje estão pela hora da morte...lá isso estão!!


De Jacinto César a 9 de Junho de 2008 às 15:17
Cara Dina

Não estava à espera deste comentário seu, ou então anda distraída. Sabe também como eu que uma fatia do orçamento familiar se destina a futilidades e não só. Sabe perfeitamente que para os “copos e petiscos” nunca falta. Não quero de modo algum privar a “rapaziada” dos prazeres do “corpo”, mas podia e devia por vezes haver um certo equilíbrio. Uma jantarada fora faz bem, mas o espírito também precisa de comer. Um livro por mês de certeza que não leva nenhuma casa à falência e há sempre o recurso à biblioteca ou aos amigos.
Estava neste momento a consultar as tiragens dos jornais e revistas no nosso país. Estou a fazer um apanhado, mas por aquilo que vi até ao momento, é demonstrativo do que disse: A Bola vende mais que todos os jornais diários generalistas juntos. A Maria vende mais sozinha que todas as revistas informativas acumuladas. Quer melhor exemplo de “incultura” que isto?

Um beijo.

Jacinto César


De Dina a 10 de Junho de 2008 às 00:27
Eu falei em leitores compulsivos , não nos que lêem um livro por mês...eu por exemplo este mês já comprei 3 livros e gastei quase 50€ apesar dum deles me ter custado 10€...por isso mesmo é que eu digo que ser leitor compulsivo sai caro, muito caro. Se tivesse comprado todos os que vi e que me interessaram tinha gasto bem mais.
Quanto à Maria deve ser pelo consultório que lá tem...porque já recebi tantos emails com perguntas que dizem terem sido retiradas da Maria
Voltando aos livros, sempre fui uma leitora compulsiva desde miúda, leio quase tudo (excepção para Paulo Coelho Margarida não sei das quantas e agora é que eu vou dar cabo disto tudo, mas o que querem não gosto e não gosto e não consigo gostar....Saramago, acho que acabei de cair em desgraça...é melhor sair de fininho...)


De eu a 9 de Junho de 2008 às 22:08
Previo: Elvas tem 22 mil habitantes... no concelho. A cidade tem 10 a 12 mil como máximo.
Livrarias só de venda de livros há em Lisboa e pouco mais, apenas alguns casos esporádicos, porque na realidade o modelo de futuro (leia-se sustentabilidade económica) passa por vender outros produtos, havendo o caso mais emblemático da FNAC que vende de quase tudo.
Elvas pimba? Meu caro o erro está em apresentar livros e pouco mais, faz-se uma feirinha no jardim onde o pessoal vai dar uma volta. Quando? quando temos criancinhas pequenas ou quando somos avós.
Resumo a ideia, o jardim precisa de actividade mais regular e a feira do livro necessita de mais actividades, quem pimbas...


De Anónimo a 9 de Junho de 2008 às 22:09
digo: quem sabe pimbas...


De Jacinto César a 9 de Junho de 2008 às 22:58
Caro Eu

Quer que lhe demonstre até que ponto a cultura elvense vai mal (para não falar na nacional)? Vou-lhe contar uma pequena história.
Há dois anos atrás o Ballet Nacional da Ucrânia esteve em Badajoz. Quando deu o primeiro toque para o começo do espectáculo no Lopez Ayala, comecei a ver entrar muita gente conhecida da nossa praça. Pensei para comigo: para o número de lugares do teatro, havia uma representação significativa de elvenses. Qual não é o meu espanto quando essa representação ficou reduzida a metade num instante: eram só as mulheres, pois os maridos tinham ficado em casa. Significativo, não é? Quer mais?

Jacinto César


De Anónimo a 10 de Junho de 2008 às 10:12
Neste país não é culto quem quer, é quem pode$$$$$. Qual é o salário médio do português , 760 euros em Lisboa porque em Elvas, rondará os 560 euros e se uns ganham 2000 ou mais calcule quanto ganham os outros!!!!! Se não fossem as bibliotecas só podiam ler os que contribuem com um alto salário para a média.


De Anónimo a 10 de Junho de 2008 às 10:24
Este César, não sei se é por ter nome de Imperador Romano, acha-se no direito de criticar onde o povo gasta o dinheiro que lhe sobra, se é que sobra.


De Anónimo a 10 de Junho de 2008 às 20:03
Há cerca de 200 ou 300 pessoas em Elvas interessadas neste tipo de cultura, isto significa que é uma muito pequena percentagem. O pior disto tudo é que a percentagem global do país não deve ser melhor.
Outro exemplo de boa iniciativa para alem da feira do livro são os concertos da musica encanta o patrimonio e do festival de camara. Quando tenho ido estão sempre cheios mas saõ as tal 200 ou 300 pessoas de sempre.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs