Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

S. Mateus

Chegou o calor.

Vem aí as férias.

O S. Mateus vem a seguir.

 

Aqui há uns meses atrás, nos primórdios do blog, havia na blogosfera elvense um debate sobre a continuação da festa da nossa terra nos actuais moldes. Muito se falou e continuou tudo na mesma.

Nessa altura defendi com vários argumentos a antecipação das festas em um mês, ou seja, começarem a 20 de Agosto.

É uma opinião como qualquer outra, mas não estaria na altura de se começar a pensar no assunto e arranjar um processo de consultar os elvenses?

Vou lançar aqui um repto: promova-se uma sondagem em larga escala durante as próximas festas e logo se verá o que queremos para o futuro. Uma coisa é certa, as coisas não podem continuar como estão, já que nada é estático. Veja-se a feira de S. Mateus em Viseu: aproveita o bom tempo, a vinda dos emigrantes e as férias da rapaziada e dos pais.

 

Senhor Presidente da Câmara Municipal de Elvas e Senhor Juiz da Confraria do Senhor Jesus da Piedade: não estaria na hora de se sentarem a uma mesa e discutir o assunto?

Não deixem morrer o S. Mateus como já morreu a Feira de Maio.

Tenhamos consciência que a tradição não se compadece com os tempos actuais.

Vamos lá a isso.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 01:01
Link do post | Comentar | favorito
9 comentários:
De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 07:47
Caro Jacinto:

Você é um bom rapaz e excente profissional, mas tem um blog detestável.

No entanto desta vez sou obrigado a dar-lhe razão, o São Mateus ou se adapta ao novo calendário escolar ou morre.

Nos meus tempos de aluno do Secundário o S. Mateus era o encerramento das férias grandes, pois as aulas começavam a 7 de Outubro.

Se as crianças e os jovens estudantes não puderem ir, as gerações futuras também não irão, perder-se-á o hábito de ir ao S. Mateus.

No entanto o assunto é tabu e a população estipidamente conservadora, não admite sequer discutir o assunto - sempre foi e sempre será, ainda que isso signifique a sua morte. Já o abordei com várias pessoas.

Só um ditador como o rondão poderia ter adiantado o S. Mateus para o fim de semana imediatamente anterior.


De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 07:55
Já agora acho sinceramente que deviamos mudar o feriado municipal do estúpido 14 de Janeiro, frio e chuvoso para um dia de Santos Populares em Junho, fazendo-o coincidir com o Santo António de Lisboa ou S. Pedro de Évora ou S. João de Badajoz.

Nos 2 primeiros ganharíamos em termos de funcionamento económico ou burocrático e no 3.º caso em termos de lazer com uma ida a Badajoz.

Afinal em Elvas até temos os mastros nos Santos Populares.

Há uns anos o vereador António Tello Barradas sugeriu a mudança do 14 de Janeiro, o que durante uma temporada o fez entrar no anedotário Elvense!

Quando se trata de datas o Povo é estupidamente burro e conservador!


De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 07:58
E o ano ideal para mudar o 14 de Janeiro, seria um ano em que este calhasse ao fim de semana, tendo evidentemente o cuidado de escolher um Santo que com o fim de semana não coincidisse!


De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 11:18
Há ideias infelizes...
Desrespeitar os heróis de 1659, só porque a manhã estava fria ou com nevoeiro, é do mais básico e insensível que tenho lido nos últimos tempos.
Santo António, São João ou São Pedro, com vinho e sardinha assada, o que têm a ver com Elvas?... Disso há em qualquer lado.
Por outro lado, não são quaisquer uns que podem dizer que defenderam a Independência Nacional.
Vale a pena dizer mais qualquer coisa?...


De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 12:16
Comentário idiota, o facto de o 14 de Janeiro não ser feriado, não implicaria que não se comemorasse!


De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 14:58
Acho que sim, o São Mateus deveria começar a 1 de Agosto e para quem morar no fundo da Av. da piedade, mandavam-se 2 meses de férias para as Canárias com tudo pago. Isto já é tudo um arraial e o Sr. César quer ainda mais, venha morar para o final da Av. durante um são Mateus, depois diga quantos dias quer de festa.


De Jacinto César a 6 de Junho de 2008 às 15:44
Caro anónimo madrugador das 7:47

Vou responder-lhe pelo simples facto de ser um comentário correcto, apesar de achar o blog detestável.

Quando dei a minha opinião, não a dei sem ter meditado bastante sobre o assunto. Destacarei os seguintes pontos que me fizeram optar pela data de 20 de Agosto:
1- O facto de 20 de Setembro ser uma data com significado predominantemente católico, nunca vi ninguém protestar pelo facto do Dia da Mãe ter sido alterado. Era-o no 1º de Dezembro desde que me lembro de ser eu;
2- A data de 20 de Setembro marcava fundamentalmente o fim de um ano agrícola e o princípio de outro. Os dias que mediavam entre estes dois factos eram aproveitados pelos trabalhadores agrícolas a virem às compras à feira.
3- Por essas alturas o comércio da nossa cidade era escasso e pouco variado e as novidades apareciam na feira;
4- Para quem vivia na cidade, era a época em que muita gente fazia uns dias de férias (ter em atenção que nessa época as férias não eram pagas);
5- A escola começava sempre na 1ª segunda-feira a seguir ao feriado do 5 de Outubro;
6- Os feirantes com bom ou mau tempo tinham que ficar porque era a última oportunidade de fazer negócio (era a última feira do ano no Alentejo);
7- Devido aos transportes públicos não existirem (a não ser o velho autocarro branco do Paínho que fazia o trajecto entre o centro e o parque) as pessoas dormiam na feira. Não só no actual parque na mata como em todos os olivais vizinhos. Por isso a festa durava toda a noite. Conheço o facto de perto por ter vivido durante muitos anos na Quinta do Pendão.

Todos os pressupostos atrás enunciados já não se verificam!
Actualmente as coisas são assim:
1- A mudança de mês em termos católicos não é um facto grave, até porque o dia de S. Mateus se comemora precisamente em Agosto.
2- Os trabalhadores agrícolas também não são impedimento, pois já há poucos, e os que resistem vêm fazer as compras aos supermercados em qualquer dia.
3- Hoje o comércio da cidade tem de tudo e não são as quinquilharias que se vendem na feira que atraem as pessoas.
4- Hoje toda a gente tem um mês de férias pagas e fá-las quase sempre em Agosto (principalmente quem tem filhos a estudar)
5- As escolas abrem na 1ª semana de Setembro o que se torna incompatível com a feira.
6- Os feirantes já não são do mesmo tipo que eram. Hoje baseia-se quase tudo em exposições, espectáculos, divertimentos e meia dúzia de vendedores de tralha miúda.
7- Hoje toda a gente se desloca em viatura própria. Vão e voltam quando querem e o tempo de permanência no parque varia consoante as atracções da noite, do fogo de artifício e isso se o tempo estiver bom. Senão resta sempre a alternativa do sofá em casa para ver televisão.

Perante os factos que fazer?
Das duas uma: ou o evento se adapta aos tempos que correm, ou os tempos que correm acabam com o evento. Simples e fatal como o destino.


De Anónimo a 6 de Junho de 2008 às 15:01
trabalho sr César trabalho .


De Anónimo a 7 de Junho de 2008 às 15:42
Quem costuma ser fértil em ideias é um idiota.O verdadeiro Idiota é o que tem ideias úteis com pernas para andar.Lançar ideias só por lançar já é idiotice. Há mais, muito mais que nos una e preocupe em Elvas. A Culpa é Nossa. Não esperem sentados à volta do porco no churrasco em qualquer inauguração menor de"tapa o buracos" e de discurso de cassete, obrigando os incáutos a pedir sais de fruto para as náuseas.Os habitués do churrasco quando vier a reviravolta escondem-se como coelhos.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs