Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 30 de Março de 2008

A propósito de … Geração J

Aleluia!

 

Finalmente os nossos leitores resolveram dar um ar da sua graça e comentar um assunto que diz respeito a todos e que é transversal a toda a sociedade. Só é pena os termos que se usam para fazer vingar argumentos. Mas à frente.

 

Se a actual geração jovem me perguntar sobre as gerações que as precederam, é óbvio que tenho que admitir que não tenho lá muito orgulho delas, mas …

Das gerações ainda “presentes”, a dos meus pais foi sem dúvida a pior. Basta lembrar os terríveis conflitos que criaram em todo o mundo. Era sem dúvida mais ordeira, mais respeitada e respeitosa, mais moralista (?), mais dedicados à sociedade e à família (?) e outras virtudes mais. Mas de santos também não tinham nada! Era a época dos que mandavam e dos que obedeciam cegamente, o que tornava os primeiros em autênticos ditadores e os últimos em autênticos carneiros. Quero eu com isto dizer que a maior parte das virtudes que tinham era impostas e o medo imperava. A minha geração ainda foi vítima da anterior, e muito. Basta lembrar alguns conflitos em que nos vimos envolvidos devido a eles. Falo por exemplo da Guerra do Vietname, a Guerra colonial portuguesa e outros mais.

A minha geração abriu os olhos nos anos 60/70 do século XX. E como não podia deixar de ser, passou-se do 8 para o 80 num esfregar de olhos. Todos os valores que nos eram impostos foram postos em causa. Foi nesses anos que se abriram mentes e consciências, e como alguém diria nunca mais as coisas foram iguais. Despertou-se para a liberdade, para a igualdade, abrimos os braços à política e às causas nobres, libertámo-nos de tabus seculares (por exemplo a sexualidade) e muitas coisas mais. Só que dá-me a sensação que quando crescemos e começámos a criar a geração seguinte, sentimos medo de nos transformarmos em pessoas iguais aos nossos pais que tanto “combatemos”! Ainda hoje não consigo entender bem o que se passou, mas de uma coisa tenho eu a certeza: a actual geração foi um produto NOSSO. Terá sido defeito de fabrico? Não sei! Tenho é a certeza mais uma vez de que as coisas não estão bem e que a culpa foi NOSSA.

Se me posso orgulhar de que a minha geração foi uma geração libertadora e criadora como nunca tinha havido anteriormente, não me posso orgulhar da geração que criámos. Como vamos resolver este problema, que para os jovens é um não problema, não sei. Mas que temos que entre todos encontrar uma solução, lá isso é obrigação de todos, porque senão quem ficará ainda pior serão os quem vêm a seguir, e era uma herança que não gostava de deixar aos meus netos.

Continuaremos a falar do assunto.

 

Jacinto César   


Tasca das amoreiras às 22:14
Link do post | Comentar | favorito
7 comentários:
De Dina a 1 de Abril de 2008 às 07:27
Não comentei porque tenho uma opinião um pouco "baralhada"...
Quantas vezes já pensei que futuro vai ter o meu neto? Que escola vai ele frequentar? Em que sociedade vai ele ter que se movimentar?


De Anónimo a 1 de Abril de 2008 às 15:45
Em que escola andou a Dina?

O seu neto não vai, com certeza ter menos instrução!


De Dina a 1 de Abril de 2008 às 22:24
O que me preocupa não são os professores que ele vai ter...é o todo, o conjunto...perceberam agora porque digo que tenho uma opinião "baralhada"? Porque se por um lado acredito que tudo vai correr bem, por outro acho que a tendência é para ir de mal a pior...
Esperemos que não!


De sardine a 1 de Abril de 2008 às 19:02
Têm razão quando se refere ás palavras utilizadas para defender os argumentos. Mea culpa, mas não pude ficar quieto quando li as opiniões dos Anónimos.

O que não aceito são os argumentos utilizados por Letria!

Acima de tudo é necessário é ter esperança no futuro, sem guerras entre gerações.


De Anónimo a 2 de Abril de 2008 às 11:32
Este é um tema de cotas, questionamos o nosso passado e tememos pelo futuro.
Cometemos asneiras irreparáveis mas o pior é que não soubemos ou não quisemos preparar o futuro.
Aos liberais, defensores da globalização, interessa que a juventude actual questione pouco, que pense pouco e se interrogue ainda menos.
A nossa juventude teve as diferentes ideologias que, só por si, nos obrigava a questionar o modelo de sociedade que queríamos para o futuro, aos jovens de hoje, é proposto uma única teoria a Globalização, que como sistema único quase não tem contraditório, muito por culpa do sistema que faz com que a juventude J alienada por interesses muitas vezes virtuais, não debate o seu futuro e já está enredada na globalização que veio para ficar mas, ainda ninguém em concreto certificou o resultado final. O futuro a DEUS pertence, Fé em DEUS.
PS fico admirado de os anónimos não serem mais ofendidos porque será!?


De António Venâncio a 2 de Abril de 2008 às 13:35
Porque, com diz o povo:
" Lavar cabeças a burros é gastadeiro de sabão..."
e já basta de gastar sabão!...


De Anónimo a 2 de Abril de 2008 às 15:48
poupe no sabão que ele faz falta para lavar a cabeça dos asnos lá de casa.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs