Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

Demita-se Senhor Ministro

Após o post que ontem aqui deixámos, ouvimos o Senhor Ministro Mário Lino em directo na Antena 1, tentando justificar o injustificável (agarrando-se desesperadamente ao “tacho”). Então não é que o Senhor Ministro, na altura do famoso “Jamais” (leia-se em Francês), dito sobre o ainda mais famoso “deserto”, não sabia da possibilidade de haver outras soluções para além da Ota e do Poceirão , porque “ninguém lhe tinha apresentado nenhuma outra solução”!...
Pensávamos, na nossa humilde ignorância, que um qualquer Ministro antes de tomar uma qualquer decisão, e assumir a sua defesa tão radical, devia promover o estudo de todas as alternativas possíveis, e munir-se de todos os elementos que garantam, com uma margem de confiança aceitável, que a decisão tomada é a melhor para o País. Ouvidas as declarações do Senhor Ministro, temos que concluir que as coisas se passam de forma diferente.
A saber:
-         Um Ministro “olha” para uma solução, e decide que a mesma é boa
-         Assume-a, como se se tratasse da única solução possível, e se só “um milagre” pudesse trazer outra solução melhor.
-         Defende-a com todos os argumentos alguns bastante caricatos, (deserto, condição de Eng., ...) e com toda a arrogância que caracteriza os políticos no exercício do poder (Jamais).
-         Após receber um estudo com uma solução alternativa começa por desvalorizar, respondendo inclusivamente quando questionado a seu respeito, que ainda não leu, que dará uma vista de olhos, que o Ministério recebe muitos estudos que não tem tempo de os ler todos.
-         A oposição faz pressão, o Senhor Presidente da República apela a um consenso em volta deste assunto, baseado numa análise custo benefício.
-         Encomenda-se o estudo comparativo ao LENEC e dá-se o “milagre”, afinal a solução alternativa é melhor que a inicial!...
Pergunta-se:
-         E se na próxima decisão importante que este Ministro tenha que tomar (por exemplo a propósito do TGV) não lhe for apresentado nenhum estudo alternativo?
-         E se, apesar de o estudo aparecer, não tendo tempo paro o ler, o Ministro não fica convencido com a vista de olhos que lhe dá?
-         E se a pressão da oposição, ou o apelo do Senhor Presidente da República não forem tão fortes?
-         E finalmente se não houver “milagre”?
 
Como poderão os Portugueses confiar que a solução adoptada é a melhor, e não apenas a primeira que apareceu, e só foi tomada porque ninguém apresentou uma alternativa?...
Quem poderá voltar a confiar nas decisões de um Ministro que, em vez de promover a procura da melhor solução, se agarra a uma e apenas a muito custo a abandona, se alguém lhe apresentar outra e provar sem margem para dúvida que é melhor?...
Demita-se Senhor Ministro. Já ninguém confia em sí!...
 

António Venâncio


Tasca das amoreiras às 13:17
Link do post | Comentar | favorito
2 comentários:
De Rasputine a 13 de Janeiro de 2008 às 04:05
E já pensou a quantidade de complicações que já fez na vida por causa das suas grandes incompetência como "profesor"????????????????? Nem para ti !!!!!!!!!!!!!!!!! Quanto mais........


De António Venâncio a 13 de Janeiro de 2008 às 11:41
É fácil fazer afirmações e caluniar a coberto do anonimato, ou do pseudónimo que é o mesmo!...
Quem é o Senhor?...
Qual a sua competência para avaliar o meu trabalho?...
O que fez na vida ou faz que até tem medo que se saiba quem é quando comenta?...
Eu dou a cara, quer pelo meu trabalho, quer pelo que escrevo.
Nunca aqui fiz ataques pessoais, apenas comento e critico actuações concretas, e manifesto a minha opinião.
Estou e estarei sempre disponível para o debate aberto de opiniões.
Não voltarei a responder a ataques pessoais e anónimos que não contribuem de forma alguma para enriquecer o debate, e revela a cobardia de quem os faz.
Seja Homem, identifique-se.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs