Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

Coincidências

 

 

 

Nestes últimos dias aconteceram coincidências muito estranhas. Ou talvez não.

 

1 – A nossa companhia aérea TAP sempre foi considerada uma das mais seguras do mundo, considerando vários parâmetros. Já há uns anos que permanece em terceiro lugar. No último mês do ano de 2012 caiu repentinamente na tabela para oitavo lugar sem que tivesse acontecido qualquer fenómeno que o justificasse. Pensando bem, até houve: a privatização. Lógico que ao baixar no ranking o seu preço será negociado de outra maneira. Ou será que sou eu a ver aqui mais uma conspiração?

 

2 – No momento em que uns artigos do Orçamento Geral de Estado foram contestados e foram parar ao Tribunal Constitucional, aparece como que por artes mágicas o relatório do FMI em que dá conselhos ao governo de medidas a adoptar em 2014. Será que é mais uma “pressãozinha” sobre o TC ou sou eu que vejo nisto mais uma conspiração?

 

Eu cá por mim, vou também conspirar. Contra quem ainda não sei, mas lá que vou, vou.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 16:37
Link do post | Comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2013 às 16:52
O Senhor César ainda não percebeu que o funcionalismo públicos e os seus reformados têm um nível de vida muito superior àqueles que com os seus impostos os sustentam.


Como exemplo a reforma média da Segurança Social é de 5000 euros/anos, enquanto a reforma média da Caixa Geral de Aposentações é de 16400 euros/ano.


Acabou o dinheiro, não há mais, finalmente no horizonte está a reposição de alguma justiça entre a histórica disparidade entre os ricos funcionários públicos e os parentes pobres da privada.... 


De Tasca das amoreiras a 10 de Janeiro de 2013 às 17:36

Caro anónimo


 


Não lhe deveria responder já que não tem coragem de ao menos se identificar. Mas respondo já que aquilo que afirma não é mais que uma falácia.


O meu caro “amigo” quer dizer-me que um funcionário público que tem o ordenado mínimo nacional deveria receber menos que um privado que ganha o mesmo?


O senhor por acaso sabe que 68% dos funcionários públicos são detentores de licenciaturas ou mais e que corresponde mais ou menos em percentagem ao número de empregados do sector privado que só têm o ensino básico?


O meu caro amigo quer que uma pessoa que investiu tempo e dinheiro na sua formação ganhe o mesmo que outra que não quis ou não pode fazê-lo?


Quer um exemplo muito próximo de nós e que é aqui na nossa cidade?


Quem são aqui os funcionários públicos? Professores, médicos e enfermeiros, funcionários do Ministério da Justiça, pessoal superior do Ministério da Agricultura e uma parte pouco significativa de funcionários da Autarquia. Estes, são todos licenciados e representam a maioria dos funcionários públicos em Elvas.


Quem são os funcionários do sector privado? A grande maioria são empregados de comércio, funcionários qualificados ou não de empresas privadas e funcionários de serviços (bancos, companhias de seguros, etc.). Quantos destes têm formação superior? Uma percentagem diminuta.


Então o que é que quer? Que um funcionário público qualificado ganhe o mesmo que um funcionário do privado indiferenciado?


Olhe que a União Soviética já acabou.


Com os meus cumprimentos


 


Jacinto César – Ex. Funcionário Público que descontou 41 anos para a sua reforma.



De Anónimo a 11 de Janeiro de 2013 às 12:10
Este Eng. César é cá um cromo da bola que é um caso sério.
Por vezes interrogo-me se não tirou o curso na mesma universidade do Sócrates e do Relvas. Adiante.
Onde é que o engenheiro foi buscar o número dos tais 68% dos fúncionários públicos serem licenciados ?
Então quer dizer 68%dos funcionários da nossa autarquia são licenciados.
68% dos funcionários do nosso hospital são licenciados.
68% dos funcionários do tribunal são licenciados, e por aí fora. Sô Engenheiro tenha paciencia.
Não concordo com o comentário anterior ao seu, mas não podemos escamotear que os fúncionários públicos têm tido mais regalias que o pessoal do privado. Ou não ? na assistencia na doença, na segurança do emprego, no valor das reformas ser até há bem pouco tempo pago a 100%, ou não?
Quanto aos 41 anos de desconto aí é que a porca torce o rabo.
3 anos de tropa (todos lá passamos).
38 a trabalhar o maximo de 4 horas por dia, isto para não falar dos últimos anos com horário reduzido que no máximo trabalham 10 horas por semana.
Isto é que os professores são um braço de trabalho.
tanto assim é que muitos seus colegas têm 3 e 4 empregos fora da escola, como conseguem o dia só tem 24 horas.
um ENGENHEIRO que queira trabalhar não vai para uma escola nem para uma Camara, isso são as chamadas "zonas de conforto".
Um licenciado (antigo aluno da EICE)
Manuel Barbicas


De Tasca das amoreiras a 11 de Janeiro de 2013 às 13:17

Mais uma vez tenho que voltar a esclarecer aquilo que parece que muitos não querem enxergar.


Caro “amigo”. Concordo consigo quando diz que fiz um curso assim como que à moda de Sócrates/Relvas. Desenrasquei-me. Não sei se entende. Mas em frente e falemos de uma coisa que parece ser tabu para os funcionários privados, e olhe que aquilo que lhe vou contar é com conhecimento de causa.


Eu desde que comecei a trabalhar e como funcionário público que fui sempre, os impostos e descontos para a CGA tive que os pagar sempre, ou seja, nunca os chegava a ver pois eram-me retidos na fonte. Estes descontos que sempre fiz correspondiam exactamente ao que ganhava. Penso que fui claro e que concorda comigo.


Vejamos o que é que acontecia aos funcionários privados? Efectivamente e nas mesmas funções ganhavam menos. É uma verdade. Só que é uma verdade falsa, sendo que até parece um paradoxo. E porquê? Porque muitos funcionários privados além do vencimento oficial recebiam “por baixo da mesa” um envelope com mais um tanto. Por vezes esse envelope continha mais que aquilo que oficialmente o dito funcionário ganhava, ou seja, fosse a importância que fosse, não pagava impostos nem SS. E assim passavam anos. Nos últimos dez anos as contribuições aumentavam gradualmente e finalmente os últimos cinco, estas, cresciam para valores desmesurados. Como a lei dizia que contava para a aposentação a média dos melhores 5 dos últimos 10 anos, está a ver em que resultava. Andou uma vida a descontar pelo mínimo e depois como que por artes mágicas, nos últimos anos de carreira subia repentinamente de posto.


Vamos lá ver afinal quem é que prejudicava o estado? Era eu que ganhava o que ganhava e descontava pelo que recebia efectivamente ou era o outro que falcatruava o estado em todas as frentes?


Agora não se venha a armar em inocente dizendo que desconhecia tal esquema.


Finalmente, quanto às horas que os professores trabalham, nem lhe vou dar explicações já que estou consciente que o meu “caro amigo” sabe perfeitamente que este argumento é falacioso, já que o horário semanal dum professor não corresponde “só” às aulas que efectivamente dá.


Os meus cumprimentos


Jacinto César



Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs