Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 7 de Maio de 2012

Ai Europa!

 

 

 

Ando desconsertado! Ando eu e anda muita gente, presumo.

Vem uns senhores e dizem que a Europa só se cura com mais austeridade. Vem outros e dizem que o que a Europa precisa é suavizar a austeridade e investir no emprego e no crescimento. E todos os dias ouvimos esta lenga-lenga que nos deixa os neurónios numa lástima. Uma coisa é visível: a austeridade diminui o consumo, a diminuição deste faz aumentar o desemprego, este faz diminuir a recolha de impostos e aumentar as prestações sociais e o crescimento é negativo. E depois? Há que aumentar a austeridade, e tudo se agrava novamente. Nunca até hoje alguém me explicou o que é que acontece no fim deste ciclo vicioso.

As opiniões contrárias são da opinião que a fuga tem que ser em frente acompanhada de uma diminuição das despesas do estado.

Hoje voltei a este assunto por causa do resultado das eleições francesas que me deixaram bastante satisfeito, não tanto por quem as ganhou e que não conheço de lado algum, mas pelo facto de deixar de ver aquele palhaço miniatura pôr-se em bicos dos pés a fazer coro com a sua vizinha oriental. Já não o podia ver mais.

Por aquilo que têm sido os resultados nos vários estados alemães é espectável que nos próximos tempos me veja livre também daquela cara de filme de terror.

A Europa poderá viver sem aquelas duas almas penadas? Penso que sobreviremos além de estarmos a praticar um acto de caridade: O Nicolas poderá dispensar mais tempo à Carla e a alemã terá mais tempo também para arranjar outro marido, coisa que duvido.

 

Jacinto César    


Tasca das amoreiras às 20:03
Link do post | Comentar | favorito
6 comentários:
De Graça Foles Amiguinho a 7 de Maio de 2012 às 23:58
Amigo Jacinto: concordo plenamente consigo quanto à avaliação que faz dos dois elementos mais desprezíveis da Europa que nos têm arrastado para a miséria em que estamos à custa de tantos abraços e beijinhos... Será um alívio para todos se deixarmos de ouvir a nojenta língua alemã em tudo que é sítio... Agora a dita senhora vem com paninhos quentes a pensar que engana o François como seduzia o Sarkozy... Oxalá os seus maus fígados se vão reduzindo a nada para bem desta Europa que têm destroçado com o novo poder dos «mercados»... Só com um pulso firme que não se deixe intimidar se conseguirá sair dete ciclo vicioso e vislumbrar alguma luz ao fundo do túnel! Com recessão e mais recessão ninguém vai a lado nenhum... Só o trabalho cria riqueza! Porém será imprescindível que os grande senhores sejam controlados para não gastarem os subsídios em extravagâncias que não darão fruto... Oxalá o progresso prometido por François Hollande seja uma realidade e uma nova era comece para bem de todos! Queremos ver os povos felizes com muito trabalho e bem pago! Ássim haverá poder de compra, cessará a exploração de todos os que hoje estão tão fragilizados... Confiemos que a viragem será possível e o grande capital assumirá o seu papel numa sociedade mais justa e com futuro!  Com os meus cumprimentos, Graça Amiguinho


De Elvas a 8 de Maio de 2012 às 12:21
E agora, Elvinhas?


De Banco Central Europeu a 8 de Maio de 2012 às 14:17
Node, vai para Lisboa e fica lá.
A tua última aparição pública já denota estares com a cabeça noutro lado.
Repara bem "como denotas".
Ou será como "de notas"?
Sempre são 50 unidades de notas de 50 euros por mês, não é Nodinho?


De Porto Editora a 8 de Maio de 2012 às 14:53
"espectável", o que é isto?
Expectável (expetável, depois do acordo) ainda sei o que é.
Por favor!...
Já chega.
Precisas do mesmo destino do Sarkozy, mas nem merecer levar a Carla de brinde.


De Tasca das amoreiras a 8 de Maio de 2012 às 16:02

Caro Porto Editora (ou será que lhe posso chamar outro nome?)


 


No meu dicionário, “expectável” significa que pode esperar. O mesmo informa que “espectável” significa que é previsível.


 


Sabe que mais, vá pastar caracóis.


 


Jacinto César



De Anónimo a 8 de Maio de 2012 às 18:20
viva o porco editora


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs