Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

O eterno Forte da Graça

 

 

 

Já perdi o conto ao número de vezes que aqui escrevi sobre o triste estado em que a Nossa Jóia se encontra. Uma das últimas vezes foi a propósito de um filme que encontrei na net sobre o malfadado forte.

Hoje e mais uma vez por acaso, encontrei um blog espanhol que tem uma série de artigos sobre o forte. O autor dos ditos mostra uma paixão pelo edifício que nem em portugueses encontrei. Para os interessados deixo no fim o link para o referido blog.

Mas são episódios como estes que me levam a pensar até que ponto as autoridades competentes são insensíveis a um problema tão grave. O Ministério da Defesa pode alegar que não tem dinheiro. O governo pode alegar que o país estáem crise. Masporque cargas de água não entregam o forte ao município? Será que este último não tinha capacidade de, senão reabilitá-lo, ao menos não o deixar degradar mais? Eu penso que sim e julgo não andar muito longe da verdade. Então porque esperam? Mais, então porque é que os elvenses se conformam com tal situação e não manifestam o seu desagrado? Se “O Elvas” anda mal de dinheiro, movem-se rios e montanhas a seu favor. O problema discute-se como se fosse um assunto de vida ou morte. Mas o forte? Que interesse tem isso na vida dos meus concidadãos? Nenhum! Pode cair à vontade que ninguém mexe uma palha. É desesperante. Mas pior do que isso é ver câmara e oposição em guerrinhas constantes que não servem a ninguém. Como tal, apelo aqui a todos os partidos em Elvas, que quanto mais não seja pelo Forte da Graça, dêem as mãos uma vez e se chegarem a um resultado satisfatório, depois podem recomeçar a guerra. Se tal não acontecer, todos, mas TODOS, serão responsáveis pelo desastre que está a acontecer. Senhores representantes do PS, do PSD, do CDS, do PCP e do BE: vós sois os responsáveis directos e indirectos desta situação. Um dia alguém vos há-de chamar à responsabilidade.

 

Link  http://amodelcastillo.blogspot.com/2011/06/fuerte-de-nossa-senhora-da-graca-i.html#.TzEXT2O_9OM.facebook

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 22:04
Link do post | Comentar | favorito
17 comentários:
De Tasca das amoreiras a 7 de Fevereiro de 2012 às 22:07

Caros Comentadores



Tem-se verificado ultimamente que há comentadores a escreverem em nome de outras pessoas. Para evitar ter que moderar os comentários, sempre que tal aconteça ou que haja ofenças, se o ou os visados manifestarem o desejo, vejo-me obrigado a fornecer-lhe o IP do prevaricador. Eu não quero assumir as responsabilidades dos actos praticados por outros.



Jacinto César



De Anónimo a 7 de Fevereiro de 2012 às 22:37
Caro Sr. Venancio, fiquei surpreendido pela sua reacção ao meu comentário em que o aconselhava a ser mais sucinto e objectivo nos seus escritos. Pareceu-me que ficou até ofendido se ficou peço-lhe as minhas mais sinceras desculpas.
Quanto ao meu conselho de se dedicar ao jogo das moedas no TIF-TAF acredite que foi uma brincadeira, nunca pensei que tivesse tanta falta de encaixe.
Quanto ao esconder-me no anonimato, não seja presunçoso, apenas assino com pseudónimo, mas se fica contente informo o Sr. que o meu nome é Carlos Miguel Meira Andrade, conhece ? em caso negativo diga que eu apresento-me.
Quanto á ameaça do IP, quero lá saber que o denuncie, você faz-me lembrar um político que todos conhecemos que ameaça quem o crítica com o tribunal mas quem paga aos advogados é o dinheiro do erário público. (Nosso)
Sr. Venancio quem se expõe publicamente, tem que estar preparado para ouvir a crítica, desde que seja feita sem ofensa.
E eu não o ofendi.

SEMPRE ALERTA
   


De Tasca das amoreiras a 8 de Fevereiro de 2012 às 09:08

Caro comentador. 

Tem toda a razão, "quem se expõe publicamente, tem que estar preparado para ouvir a crítica", por isso mesmo aquilo que em primeira análise critiquei foi tão só que não se expusesse publicamente tal como eu, pois é muito cómodo vir criticar a coberto do anonimato.

Quanto ao facto de ter referido o jogo das moedas, não vejo em que é que a minha resposta o leve a pensar que isso me afectou minimamente, tal não é o caso. Se o referi foi pelo facto de mais uma vez lamentar que o meu amigo me conhecesse suficientemente bem para saber desse meu hábito, e eu nem sequer soubesse quem era o meu amigo, admitindo até que pudesse ser uma das pessoas que comigo joga.  Quanto ao ser presunçoso por dizer que o meu amigo se escondia no anonimato, não vejo onde esteja a presunção de dizer aquilo que, até hoje, era um facto. No que toca à referência que faz aquilo que escrevi sobre a divulgação do IP, como pode verificar isso não estava incluído na reposta ao seu comentário pelo que, obviamente não lhe era dirigido mas sim a alguém que se intitula de anti-noddy, e escreve também como anónimo e com uma série de outro pseudónimos, respondendo-se a si próprio sem uma referência, ainda que breve aos textos do Blog, o qual aliás é o meu amigo é o primeiro a criticar no seu comentário.

Mais uma vez fui extenso, mas não me importo, escrevi aquilo que penso e penso que esclareci alguns, mal entendidos. Gostava que o meu amigo tivesse comentado não a extensão mas o conteúdo do que escrevi, para concordar ou par discordar, mas do conteúdo, aí eu ter-lhe-ia respondido defendendo com argumentos o meu ponto de vista ou concordando consigo se lhe reconhecesse razão, como o meu amigo criticou apenas a extensão eu respondi-lhe o que penso da extensão. Para mim 700 palavras não é muito ao que parece par o meu amigo é e sentio-se ofendido por eu lho dizer, pois bem termino como comecei "quem se expõe publicamente, tem que estar preparado para ouvir a crítica" também se aplica ao meu amigo.

 

António Venâncio



De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2012 às 10:35
o senhor escreve muito mal, acho melhor que jogue as moedas ou ao berlinde


De Tasca das amoreiras a 8 de Fevereiro de 2012 às 19:18
Em contrapartida o meu amigo escreve muito bem.

É muito profundo na sua análise e demonstra ma grande lucidez de raciocínio.


António Venâncio


De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2012 às 12:48
Escreve mal.
E escreve muito.
São dois males.
Uma escrita escorrida e sintética não é a sua especialidade.


De Tasca das amoreiras a 8 de Fevereiro de 2012 às 19:36
Caro comentador
O meu amigo, em contrapartida, escreve bem é sintético, usa um estilo literário chamado à décadas de "estilo telegráfico" muito usado actualmente nos SMS por aqueles que ainda não aderiram aos pq, lol e outros que tasi.


António Venâncio


De o melhor a 7 de Fevereiro de 2012 às 23:17
Eu sou melhor gajo de Elvas a escrever, sim a postar no meu blog ou no blog da Tasca ou se for preciso a escrever numa folha de papel ou até por exemplo na porta da casa de banho da escola.
Podia até aqui no blog escrever muito sobre o forte da graça, mas depois entrava na parte chata de quem escreve que é ter de dizer mal de certas pessoas e tal e depois perco o primeiro lugar no pódio dos gajos que escrevem bem em Elvas.
Um gajo podia dizer que os militares abandonaram o forte , mas isso toda a gente sabe, visto que por exemplo Estremoz arranjou um tipos militares para defender os Dragões de Olivenca e acho que nem no tempo dos meus bisnetos vamos ver o quartel de Estremoz a fechar. Mas isso em Elvas era difícil porque nem sequer houve muitos militares de Elvas na tropa, só uns 25 mil há dois séculos atras, mas tipo isso mesmo foi "só" à 200 e tal anos. Os Sás e outros já nem precisam dos cavalos, nem do resto porque estão velhos, com chorudas reformas e as filhas agiram andam de carro.
Depois os políticos da cidade nem eram dos partidos do poder, logo era muito difícil fazer lobie ou à tuga, pressão, sobre os ministros da defesa. Por isso é que eu não quero escrever mal de ninguém, só para evitar perder o título tão difícilmente ganho de gajo que escreve melhor em Elvas. Não me apetece dizer que os presidentes de câmara tiveram maiorias, gastaram milhões em rotundas, circulares, campos de futebol, touradas e praças de touros, pavilhões e casões, estradas e veredas, casas e barracas, almoços e jantares para idosos e crianças, camionetas, autocarros e carros, clubes, associações e outras agremiações, futebol, andebol, futsal, basquetebol, atletismo e hipismo, com vedetas portuguesas e espanholas, no verão de dia e de noite, enfim muitos milhões de contos e de euros.
Para o Forte nem um centavo, muito menos um cêntimo. A mais brilhante peça da arquitectura militar europeia é nossa, de Elvas, mas não serviu militares nem da votos aos sedentos de poder.
Quando se falou no tema nas campanhas eleitorais, assobiaram para o lado e nem um dos opositores teve arte nem astucia para tirar partido do tema. Em terra de cegos um olho vale uma câmara. No meu caso, continuo a ser o melhor gajo de Elvas a escrever, porque modéstia a parte escrevo bem, mas sobretudo porque não escrevo mal de ninguém. Beijos e abraços. 


De J Caldeira Fernandes a quem chama Zarojo a 8 de Fevereiro de 2012 às 08:38
Todos sabemos que a tutela do Forte da Graça é da Câmara de Elvas, desde que a Câmara co-financiou em 2003 a recuperação do Forte.


A Câmara interveio em todos os domínios militares que quis, exemplo a recente remodelação da área do Viaduto, onde até um banco circular de pedra ficou todo escaqueirado.


Quanto aos IP's é conversa de treta. Faça censura prévia aos comentários. Quem é ofendido faz o quê, vai com o IP ao Ministério Público? Para conduzir a um computador pago por todos nós e partilhado por 20 utilizadores? 


Portanto para mim é claro a responsabilidade dos comentários é de "quem dá a cara" e consente as barbaridades que aqui se escrevem.



De Anti Noddoas a 8 de Fevereiro de 2012 às 10:29
pelos visto o senhor asumiu-se.
o seu pseudo amigo que o usa para apoiante tal como outros deve estar satisfeito, já temos mais uma vitima em Elvas.
Mudem o nome de PP para  PV partido da Vitima.


De Anti Demagogia a 8 de Fevereiro de 2012 às 10:34
Sobre o tema do forte, sabe por acaso quando sairam os militares do forte? em 2003 já sol la havia calhau.

O Rondon e o Crapitero são os maiores responsáveis do estado do forte, mas a oposição também porque ainda hoje quem fala no forte são pessoas da sociedade civil (o seu sobrinho por exemplo no face), como está escrito num comentário escrito de forma muito elegante, a camara não gastou um centimo, nem sequer a guardar para que não vandalisassem.

Alem dos militares que se burrifaram nos quarteis e no forte, há algum oficial de elvas que tenha mexido uma palha pelo forte? so se serviram, para levar material para casa, desde talheres, cobertores, gasoleo, há oficiais que não gastavam um escudo desde tratamento e guarda de cavalos, etc...



De Tasca das amoreiras a 8 de Fevereiro de 2012 às 15:54

Caro José Luís


 


Como se identificou e dada a consideração que tenho por si, gostaria de lhe responder ponto por ponto.


1 – Quanto ao que afirma sobre a tutela do Forte da Graça, está completamente enganado. A tutela pertence ao Ministério da Defesa e nunca a passou para a Câmara Municipal. Houve sim um protocolo entre a Câmara e alguns ministérios em que todos se comprometeram e de uma forma faseada restaurarem o dito forte. Se me querer arvorar em defensor da Câmara, a primeira fase do restauro pertencia à Autarquia. E pelo que julgo saber, esta cumpriu essa fase. O problema é que os outros que vinham a seguir deram a nega. A esse protocolo corresponde a tabuleta que ainda hoje lá se encontra. Como vê poderia estar mais bem informado sobre o assunto.


2 – Quanto ao celebérrimo banco circular em granito que se encontrava no alto da calçada do jardim, envolvendo uma “pimenteira”, não sei o que levou a câmara a tomar tal decisão. Este caso, ao que a mim me diz respeito, não me aquece nem arrefece, já que me é indiferente. Resumindo, não é coisa que me tire o sono.


3 – Relativamente aos comentários que aqui se fazem, o meu amigo está a ser inocente. E sabe porquê? Porque eles vêm de “ambos os lados”. Aqui não há inocentes e eu, ou passo o dia a tomar conta dos comentadores ou faço o que é habitual fazer: ao fim do dia corto todos aqueles que me parecem ser graves. Agora quanto aos nomes que dão às personagens “importantes” cá do burgo, não é nada que não aconteça em programas de rádio e de televisão. Agora fazer censura não. Responsabilizo todos aqueles que puserem a pata na poça. Eu é que não quer ser responsabilizado pelas asneiras de outros. Para que conste, já fui chamado a tribunal por um comentário. Levei o IP, dia e hora a que o referido comentário foi feito e a partir daí lavei as minhas mãos. Eu só sou responsável pelo que eu escrevo.


 


Um abraço


 


Jacinto César         



De Contra factos não há argumentos a 8 de Fevereiro de 2012 às 18:08

O protocolo que envolve a tutela do Forte da Graça, bem como o orçamento, planos de recuperação e as facturas da implementação física e financeira estão na Comissão de Coordenação do Alentejo em Évora. O projecto chamou-se Acção Integrada do Norte Alentejano-Programa Operacional da Região do Alentejo.


Sabe que um projecto com co-financiamento público obriga a compromissos e obviamente cedências aos co-financiadores, seria assim com o projecto – felizmente abortado – do Parque da Piedade, os tais 25 anos.


Já agora e como sabe, criou-se (artificialmente), nomeadamente no blog “cidad'elvas”, alguma expectativa em relação ao tempo que o governo de sócrates estaria a tardar para conceder “autorização” para a “requalificação do Viaduto”.


Ou seja, demonstre-me, se for capaz o que foi feito em relação ao Forte da Graça (de tutela igual e supostamente nacional).



De Tasca das amoreiras a 8 de Fevereiro de 2012 às 19:04

Caro amigo anónimo


 


Explique-se lá melhor que não entendo o que quis dizer. Explique como eu se fosse muito burro (se calhar sou mesmo).


 


Jacinto César  



De Anónimo a 9 de Fevereiro de 2012 às 08:54
O seu leitor Meira já explicou, quem paga o advogado somos todos nós, por isso se tem que explicar assim, para gente que não é loira mas tem o cabelo grisalho e portanto é suposto perceber de quem é a tutela do Forte da Graça!


De eu a 8 de Fevereiro de 2012 às 10:26

Há por aqui muito fachista com ideias pidescas. Isto dos IP’s não é mais do que uma ameaça a quem escreve. No meu caso sempre usei imagens figuradas, sem ofender a pessoa em si, nem mesmo o tal de Node. Sr Prof Jacinto se acha que denunciar a demagogia é mau, então não vale a pena passar por aqui.


Olhe feche o blog e já agora escreva para si no seu computador e responda-se a si. Não vai ter  muitos mais leitores do que o próprio.



De Miguel Guedes a 8 de Fevereiro de 2012 às 19:35

Caro Prof.,

Alguém acredita que todos os politicos independentemente da cor partidária desejaria dar ao forte o que ele merece ?
Em 2006 o então Director Geral de Operaçãoes do GPP visitou o Forte no sentido de poder o Grupo Pestana adaptar o mesmo a Hotel de 5 Estrelas !
O mesmo aconteceu dado que sempre os Presidentes de Câmara de ELvas procuraram parceiros para o negócio, dado que se a mesma avança-se por conta própria, o que poderia ali edificar sozinha sem parceiros ?!
... parece-me que ao avançar sozinha a CME poderia edificar um projecto da interpretação da Batalha das Linhas de Elvas !


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs