Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Terça-feira, 22 de Novembro de 2011

Coliseu de Elvas

 

 

 

 

Exmo. Senhor Presidente da CME

 

Sei que a esta hora estará a dizer, “porra que este tipo é muito chato”, mas o facto é que lembro-me de V. Exa. com muita frequência. Não, não é isso, pois ambos já somos velhos de mais para enveredar por essas modernices, mas pelo facto de deparar quase todos os dias com coisas que têm a ver com o senhor ou que têm o seu nome. Foi o caso de hoje ao passar pelo Coliseu que ostenta o seu digníssimo nome e para o qual está anunciado o princípio do Inverno artificial. Não, não vou dizer mal de tal evento pois acho que é uma das maneiras de trazer pessoas a Elvas. Quero é dizer mal pelo facto de haver poucos eventos durante um ano para um investimento tão importante e digno na nossa cidade e do senhor que a comanda.

Recordo-me aqui com saudade dos primeiros grandes espectáculos que ali se realizaram e que nunca mais voltaram. Não sei se esses grandes eventos não encontram o caminho de Elvas ou se foi Elvas que se esfumou do mapa. O que é certo é que pouco ou quase nada há durante o ano. Faça lá o favor à população de Elvas e de Badajoz que esta agradece.

Atenciosamente

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 17:02
Link do post | Comentar | favorito
11 comentários:
De IP repetido a 22 de Novembro de 2011 às 20:46
Pensei que ia pedir para corrigir o nome do Coliseu para "Coliseu de Elvas", mas isso ia desagradar ao patrão... 


De Anónimo a 23 de Novembro de 2011 às 08:42
Está escrito, na página 35 do boletim de Novembro, já distribuído:
Coliseu
5 anos
68 eventos
272 dias de utilização
380 mil entradas.
Muito? Pouco?
Com qualidade? Sem qualidade?
Cada um tem direito a ter opinião.

 


De Tasca das amoreiras a 23 de Novembro de 2011 às 10:51

Caro anónimo


 


O meu amigo quando apresenta os números não diz absolutamente nada. Mera estatística. Se ainda assim quiser enveredar por aí, olhemos para os números dos eventos: 68 em 5 anos o que dá a média de 13,6 eventos por ano. Mas que eventos? A grande maioria que poderia ser feita noutro local qualquer como por exemplo, festivais de ginástica, jantaradas e outros tais.


Agora lembre-se do primeiro ano e faça a comparação. Quantos espanhóis aqui se deslocaram para ver a Pantoja ou o Joaquin Cortez?


Em Lisboa vai estar mais uma vez o Cirque du Soleil. Vai permanecer mais de um mês no Pavilhão Atlântico. Já reparou que se se conseguisse trazer aqui de certeza era capaz de aguentar para aí uma semana sem problemas de bilheteira? E quem diz este exemplo diz outros. É um risco? É como tudo na vida, mas ter aquela bela estrutura sem a utilização adequada é como ter um Ferrari na garagem e não o pôr a andar.


 


Jacinto César    



De Tasca das amoreiras a 23 de Novembro de 2011 às 10:54
Onde digo "grande maioria que poderia " deve ler-se "grande maioria poderia".
Jacinti César


De Anónimo a 23 de Novembro de 2011 às 14:54
"Jacinti" César.
Primo de Silvio Berlusconi


De Anónimo a 23 de Novembro de 2011 às 14:40
Tem toda a razão!
As touradas poderiam ser feitas num local qualquer.
E a pista de gelo também podia ser instalada num corredor da cada de um qualquer de nós.


De Anónimo a 23 de Novembro de 2011 às 14:52
Com uma ideia tão brilhante, há uma saída honrosa.
Senhor professor César: contrate o Cirque du Soleil para uma semana em Elvas, venda os bilhetes durante sete dias e, no final, meta ao bolso o lucro.
Simples.
Mas se não quiser tudo para si, proponha uma sociedade a quem apoiar a sua ideia.
Infalível.
Cuidado é com o IVA a 23%.
E cuidado com o IRS, declarado perante lucro tão grande.


De Fittipaldi a 24 de Novembro de 2011 às 19:23
gosto da ideia do Ferrari, podia deixar me dar uma voltinha, ok?


De Anónimo a 23 de Novembro de 2011 às 16:55
Concordo plenamente com o Sr. Jacinto César. Mas em relação à pista de gelo, porque não? instalar a pista na Praça da República e no fundo dar algum movimento a um centro histórico cada vez mais moribundo. Veja-se o exemplo de Badajoz, onde a pista é instalada no inicio da Calle Menacho


De Ana Sardinha a 2 de Dezembro de 2011 às 00:09
Em Évora instalaram-na na praça do Geraldo por exemplo... uma boa ideia (quem diz pista do gelo diz qualquer coisa animada para a participação da população em conjunto) para dinamizar o centro.


De Romano a 24 de Novembro de 2011 às 19:20

O Coliseu do dono é mesmo um sítio fixe.


Concordo com o senhor do blogue, temos que lhe dar mais uso. Os touros e os concertos são coisa pouca para casa tão ilustre, uma coisa que devíamos era valorizar mais a nossa casa de espectáculos, um verdadeiro coliseu romano, sim que se compararmos as coisas, a nossa cidade é pequena e se aumentássemos à escala ficava como Roma, logo o Coliseu do Dono seria também inchado tipo zoom e ficava do tamanho do salão de festas italiano. Os romanos usavam o Coliseu um bocado menos do que nós só que de seguida, isto é, começava a temporada de jogos, e lá está, corria sangue durante uns 30 dias seguidos, depois faziam mais uns transportes de escravos e outros de cristãos e saltavam mais umas cabeças, como a sujidade era grande e o pessoal já se começava a fartar nas bancadas faziam uma pausa. Assim como assim, cá nós podíamos também fazer uns jogos desses, com o dono a fazer de imperador, já viram o que seria a porta da entrada com a inscrição Julius Rondon César? Muita fixe.


Depois púnhamos uns actores de circo tipo o Noddy e outros amigos do Cirque du Soleil a correr e a saltar na arena e a fazer malabarismos e saltos nas cordas suspensas do tecto, um verdadeiro espectáculo de animação. Podíamos depois repetir uma semana, desde que a malta do Cirque não faltasse porque a bem dizer com o Zarinha e o Carlitos camponês também fazíamos um espectáculo de grande abrangência e duvidoso interesse, mas pronto o melhor é irmos dar ali uns bati cuzitos no gelo que é para refrescar as ideais. Abraços



Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs