Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 17 de Outubro de 2011

Sacrifícios iguais


 

Acidentalmente, numa das minhas deslocações entre casa e o trabalho, ouvi na passada Sexta-feira uma parte do debate na Assembleia da República. Ao defender as medidas de austeridade que apresentara nas vésperas aos portugueses, dizia a determinada altura  o Senhor Primeiro Ministro que essas medidas pretendiam distribuir os sacrifícios de uma forma equitativa. Fiquei a matutar no assunto, e cheguei à conclusão que tem o nosso Primeiro Ministro toda a razão, pois distribuição equitativa não significa igual para tolos mas a cada um segundo as suas possibilidades.

Analisemos pois as medidas e vejamos se não é equitativa a distribuição dos sacrifícios:

1 - Aos ricos, os funcionários públicos que já haviam sido penalizados no ano anterior com uma redução salarial média de 5%, trabalhadores de empresas públicas e pensionistas com mais de 1000 € de rendimento bruto por mês (14000 € anuais) o governo vai buscar o subsídio de férias e de Natal, qualquer coisa como 14,29% dos rendimentos e aos um pouco menos ricos com cerca de 600 € de rendimento bruto por mês (8400 € ano) o governo vai buscar o equivalente a um destes subsídios, algo próximo dos 7,1%, mas em compensação às pobres empresas com um lucro de 10 000 000 €, depois de deduzidos os salários chorudos dos seus administradores, os cartões de crédito, as viaturas de luxo os almoços e juntares de negócios com IVA a 23 % o, o governo aplica um imposto extraordinário de 5%.

2 - Aos ricos trabalhadores por conta de outrem do sector privado, o governo acrescenta meia hora de trabalho, o que representa uma redução do trabalho hora de 6,25 %, mantendo, no entanto, aqueles que conseguirem manter o emprego, o mesmo rendimento anual, mas em compensação à entidade patronal deu o sacrifício de aturar o funcionário mais meia hora a custo zero, o que para os pobres empresários das grandes empresas exportadoras significa o grande sacrifício poder prescindir de um de cada dezoito empregados, ficando com a mesma força de trabalho, para o pequeno empresário local significa pagar por exemplo a electricidade com IVA a 23% durante mais meia hora para ter um operário a produzir para um mercado em recessão profunda, um administrativo a facturar o que não se vende nesse mercado ou um comercial a aguardar os clientes que não existem.

Não restam dúvidas, a distribuição é equitativa.

 

António Venâncio


Tasca das amoreiras às 16:38
Link do post | favorito
Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs