Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quarta-feira, 1 de Setembro de 2010

Finalmente

 

É a primeira vez que me recorde que digo, finalmente as férias acabaram.

Foi uma grande aventura e um teste de resistência, não a nível físico, mas a nível psicológico. Reconheço que me tinha preparado para o pior, só que esse pior foi largamente ultrapassado.

Jamais na minha vida pensei que houvesse um país dos ditos ricos (11ª potência económica mundial) onde a miséria fosse tão grande. Nem nos países africanos que conheço se vive daquela maneira. As pessoas (o povo) pouco importam. Basta para tal lembrar que em Portugal os animais para serem transportados de um ponto para outro, os camiões precisam de ter determinadas condições. Lá as pessoas são transportadas de uma forma que até os nossos animais sentiriam vergonha.

Educação não há (não é obrigatória), saúde é o salve-se quem puder, os transportes públicos já falei neles, os esgotos correm a céu aberto. Aquilo não é um país, mas sim um desastre. No entanto têm 46 centrais nucleares e não sei quantas bombas atómicas. Mas nem o facto de terem tantas centrais nucleares faz com que a luz falhe vezes sem conta durante o dia, incluindo a super metrópole que é Nova Deli com os seus 20 milhões de habitantes.

Senti vergonha de haver pessoas a viver daquela maneira. Mil vezes a nossa pobreza que aquela riqueza.

O Nepal já é um bocadinho melhor.

A grande surpresa para mim e que me fez subir um bocadinho o meu orgulho de ser português foi GOA. É um mundo à parte na Índia. As pessoas educadas e asseadas, as ruas limpas e as casas pintadas, estradas em condições, escolaridade obrigatória. Mas mais orgulho senti ao ouvir um goês dizer que se Goa é assim, aos portugueses se deve. Cresci um palmo no meu orgulho. As casa tipicamente de origem portuguesa, os nomes das ruas que mantiveram na sua grande maioria os seus nomes originais, com direito a painéis de azulejos iguais ao de cá, os hábitos e mesmo a língua que é mais falada do que aquilo que eu esperava. Senti um orgulho imenso ver o sem número de igrejas bem tratadas e as fortalezas reconstruídas. Quem me dera ter podido ficar mais uns dias, já que o território é bem maior do que julgava e os dois dias que lá estive não deram para ver quase nada.

Fiquei comovido e confesso que me saiu uma lagrimazinha do olho, quando no primeiro dia fui abordado na rua por uma vendedora de artigos para turistas e em bom português a mandei passear. A senhora pegou-me pelo braço e disse-me em português correcto: “senhor, olhe que isto aqui é um bocadinho de Portugal!”. 

 

Jacinto César     


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 1 de Setembro de 2010 às 10:51
Jacinto César:
Aconteceu-te em Goa o que te tem sucedido centenas de vezes neste blogue - falas/escreves demais e depois arrependes-te.
Feitios, não é?...


De Zé de Melro a 1 de Setembro de 2010 às 15:23
Muito obrigado por ter acrescentado a bandeira do Nepal à minha lista de visitantes, Bem-Haja!


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs