Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010

O Burro do Cigano

A história é velhinha, e transcrevo-a aqui como a ouvi contar na minha infância:

 “Certo cigano tinha um burro, seu único meio de transporte, que utilizava para ir de feira em feira fazer os negócios de que vivia. Certo dia, achando que tinha pouco dinheiro disponível para os copos na taberna, lá pensou com os seus botões que se reduzisse a ração ao burro, teria mais dinheiro disponível. Se bem o pensou, melhor o fez.

 Passado algum tempo constatou que, na realidade, o plano tinha resultado e embora o burro estivesse um pouco mais magro, ele tinha bebido mais uns copos.

Mas a verdade é que o dinheiro nunca é demais e o nosso homem lá pensou que se reduzisse um pouco mais na ração do bicho, bebia mais um copo ou dois e, sem mais delongas, reforçou o corte na ração.

O pobre do burro voltou a perder uns quilos, mas o seu dono, estava agora eufórico, fosse por ver o seu plano a resultar, fosse em consequência dos copos de vinho que bebia a mais todos os dias, enão tardou em conceber um plano ainda mais audacioso.

Disse com os seus botões:

- Se reduzindo a ração do burro eu já consegui gozar melhor a minha vida, se eu o desabituar de comer, então ficarei com todo o dinheiro da ração para os copos.

Rapidamente passou esta ideia à prática, e foi reduzindo cada um dia um pouco mais na ração do pobre animal.

Certo dia apareceu o nosso homem na tasca, numa hora a que era suposto estar a caminho do mercado mais próximo.

Estranhando a sua presença, perguntou-lhe o taberneiro:

- Então hoje não vai ao mercado?

Respondeu o cigano:

- Atão não quer ver homem!.. Agora que tinha o burro quase desabituado de comer, morreu.”

 

Perguntarão os leitores:

A que vem hoje esta história?

Pois é!... Anda há dias a bailar-me na memória, de cada vez que penso na economia portuguesa.

É que o Estado precisa de dinheiro:

Não deixa de comprar novas frotas de automóveis; aumenta o IVA

Quer ainda mais dinheiro:

Não reduz nos Ministérios e assessores; aumenta o IRS

Não chega ainda o dinheiro:

Não reduz o número de Deputados na Assembleia da República; congela salários e progressões.

Ainda não está saciado:

Não corta os subsídios a quem não trabalha nem nunca descontou, nem as reformas chorudas obtidas com meia dúzia da anos de cargos em empresas públicas; reduz as reformas e aumenta o tempo necessário para a alcançar daqueles que trabalharam toda a vida.

Esquece quem assim procede que o dinheiro circulante á a “ração” da economia.

Ou invertemos rapidamente este tipo de actuação, e começamos a cortar no supérfluo, para disponibilizar dinheiro para a economia real que, quer queiramos ou não vive das pequenas e médias empresas e dos negócios que estas conseguem fazer com a classe média ou pode acontecer à nossa economia o que aconteceu ao burro do cigano, quando estiver desabituada de “comer”, “morre”.

.

António Venâncio


Tasca das amoreiras às 15:30
Link do post | Comentar | favorito
4 comentários:
De professor maluco a 2 de Agosto de 2010 às 23:03
O comentário tem um óbvio cariz racista, sendo que a versão original referia um inglês e um cavalo.


Por que não o burro do professor?




Ora veja lá esta notícia:
Inglês abusou sexualmente de burro e cavalo
13 | 04 | 2010 13.43H

Quem o confessou foi Joseph Squires, um britânico de 66 anos. O homem está a ser acusado por abuso sexual a um burro e a um cavalo em Leicester, Inglaterra.
Inês Carranca | icarranca@destak.pt

Squires admitiu que fez sexo com um burro em Fevereiro de 1999 e com um cavalo em Março de 2004 e está a ser julgado por abuso de animais e invasão de propriedade.

A defesa de Squires diz que o homem é boa pessoa e que não tem histórico de má conduta.


Porra que violar um burro é demais, mas matá-lo à fome...


De Anónimo a 3 de Agosto de 2010 às 01:01
Os ciganos já não têm burros, agora andam em bons carros...


De Anónimo a 4 de Agosto de 2010 às 19:29
Tem toda a razão e..... +não digo

 


De luisa a 10 de Novembro de 2012 às 20:48
Engracado, vim parar a este blog por que andava à procura desta historia. As palavras de Fernando Ulrich a dizer que os portugueses aguentam mais austeridade, fizeram me lembrar desta histöria...


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs