Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

A semana da Juventude e o Aqueduto das Amoreiras

 

Já o ano passado tinha aqui falado sobre o assunto, mas como a situação se vai repetir este ano, tenho também eu que voltar ao assunto.

Como já tinha dito, a Semana da Juventude decorre durante uma semana, num espaço fantástico e um visual bonito. Até aqui tudo bem. Mas …

 

Vou antes de chegar onde quero, falar de uma coisa que quase todos nós já fizemos: tirar a pedra (tártaro) dos dentes. Para se proceder a este tratamento aos dentes usa-se um aparelho de ultra-sons. Como é que funciona? O dito tártaro nos dentes resulta da calcificação de restos de comida que ficam nos espaços inter dentários. Esse tártaro “cola-se” aos dentes. Que é que vão fazer os ultra-sons? Como o tártaro e o esmalte dos dentes são duas substâncias diferentes, a propagação das ondas é também diferente e como tal provoca vibrações diferentes nas duas substâncias. Assim sendo, o fenómeno vai fazer com que as duas substâncias se separem. Bem, este é o princípio básico do funcionamento da chamada destartarização.

 

E o que é que isto tem a ver com a semana da juventude e os Arcos das Amoreiras?

 

O Aqueduto foi produzido por um processo que sendo antiquado, apresenta ainda algumas qualidades. Os materiais em que foi construído são fundamentalmente a pedra e a argila como matéria agregante. Para que este tipo de construção se mantenha é fundamental a existência de humidade que lhe é fornecida pela água que passa sobre ele mais a humidade natural. Há construções deste tipo há centenas de anos e que se mantêm de pé. Só que quando foram feitas não existiam fenómenos que hoje existem. As fontes sonoras de elevadas amplitudes e variadas frequências.

 

Todos nós que já assistimos a algum concerto de música “moderna” sabemos que há determinados sons, que parecem ter a propriedade de nos fazer vibrar a barriga. São os sons graves, de grandes amplitudes e baixíssimas frequências que nos provocam essa sensação.

 

Como é que os materiais de que é feito o Aqueduto se comportam perante esses sons? Tal como o tártaro e o esmalte dos dentes! E se o agregante (argila) começar a descolar da pedra? Presumo que ninguém queira tão pouco pensar nas consequências.

 

O ano passado propus que se mandassem fazer testes às vibrações provocadas pelos sons. Presumo que ninguém se ralou com o assunto. Espero que um dia não choremos todos.

 

Jacinto César     


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | favorito
12 comentários:
De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 14:15
Eh, pá!...
Isto nem merece que se diga nada.


De Tasca das amoreiras a 17 de Maio de 2010 às 18:38

Caro anónimo


 


Para o seu comentário só me resta dizer-lhe uma coisa: é um ignorante total!


Jacinto César



De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 14:34
que estupidez de post !!


De Tasca das amoreiras a 17 de Maio de 2010 às 18:38

Caro anónimo


 


Para o seu comentário só me resta dizer-lhe uma coisa: é um ignorante total!


Jacinto César



De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 14:49
Estou plenamente de acordo com o meu amigo,contestar o seu artigo revela uma certa ignârancia,se Elvas tem tanto sitio bonito para festejar esse evento porquê colocar em perigo um património tão valioso
[Error: Irreparable invalid markup ('<p [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Estou plenamente de acordo com o meu amigo,contestar o seu artigo revela uma certa ignârancia,se Elvas tem tanto sitio bonito para festejar esse evento porquê colocar em perigo um património tão valioso
<P class=incorrect name="incorrect" <a>Morganho</A> <br /></P>


De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 16:51
Se Cavaco Silva anunciar que promulga o diploma sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que vai escrever, a seguir, o professor Jacinto César?


De JB a 17 de Maio de 2010 às 21:54
Senhor Professor Jacinto César:


V.ª Ex.ª ultimamente não tem respondido às minhas questões. No entanto gosto muito de ler a V.ª Douta Opinião.
Queria colocar-lhe as seguintes questões:


Acha que os rapazes com excesso de ácido úrico podem corroer mais o aqueduto quando urinam que os que têm um equilíbrio analítico?


Acha que se as análises ao sangue dos rapazes que querem urinar é impraticável, só deve às raparigas ser permitido urinar junto ao aqueduto porque urinam para baixo?


Acha que só às raparigas deve ser permitido urinar junto ao Aqueduto porque elas urinam para baixo?


Muito obrigado pela V.ª resposta e um abraço do seu JB!


De Tasca das amoreiras a 17 de Maio de 2010 às 22:26

Caro JB


Já tinha notado a sua falta por aqui. Espero que não tenha aparecido por cá só porque hoje é um dia “memorável” para segundo dizem, 1 milhão de portugueses.


Quanto ao assunto que o trás por cá, a presidência da câmara já pensou no assunto: vai plastificar os rodapés dos pilares dos arcos, por um colector à volta de cada um e canalizar os xixis para um tanque e transformar o ácido úrico em ureia, tão necessária à nossa agricultura. A isto chama-se juntar o útil ao agradável. Para as meninas, vai ser disponibilizada uma bateria de penicos ligados também ao depósito.


Como vê os nossos autarcas não andam a dormir.


Já agora uma pergunta indiscreta: vai fazer o “serviço” à parede ou no bacio?

Jacinto César  


De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 22:59
As malucas como ele fazem no bacio


De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 21:59

Que cambada de mentecaptos!!!!!!!!!
É esta a gente que julga poder dar futuro a Elvas...
Que cambada! Alguns comentários metem asco.Isso mesmo,asco!


De Anónimo a 17 de Maio de 2010 às 21:59

Que cambada de mentecaptos!!!!!!!!!
É esta a gente que julga poder dar futuro a Elvas...
Que cambada! Alguns comentários metem asco.Isso mesmo,asco!


De Anónimo a 18 de Maio de 2010 às 10:49
"Quanto ao assunto que o trás por cá", escreve este senhor professor da nossa escola secundária.
Expliquem lá ao senhor que uma coisa é "trás" (tipo nalgas), outra é "traz" (de trazer).
És mesmo burro.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs