Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quinta-feira, 29 de Abril de 2010

Forte de Nossa Senhora da Graça

 

De tempos a tempos o Forte da Graça é tema geral de conversa. Ou porque as conversas de café chegam aos blogs ou os blogs chegam às mesas de tertúlia dos cafés.

Efectivamente, há uns dias atrás e no café que frequento, gerou-se uma conversa acesa mas civilizada sobre o dito forte.

Bem, as opiniões foram muitas, a discussão foi acalorada e as conclusões nenhumas. Caso para dizer que cada um “ficou-se” com a sua.

Eu entendo perfeitamente que cada um discuta o problema segundo a sua perspectiva e principalmente segundo o ponto de vista da sua formação e/ou profissão.

Alguns mais virados para o mundo da economia defendem que o forte deve ser reconstruído e rentabilizado de qualquer maneira. Houve logo quem discordasse argumentando que não há negócio algum que consiga suportar a reconstrução e principalmente a sua manutenção. Eu até concordei com este ponto de vista, já que não estou a ver que ali se possa instalar por exemplo um hotel. Se é verdade que a área coberta é enorme, não é menos verdade que a grande maioria desta são espaços interiores sem luz natural nem ventilação. Ou seja, um quarto do hotel ali instalado não passaria de um camarote do último “desk” de um navio de cruzeiro barato. Portanto esta hipótese estará completamente fora de causa. Os “ses” foram muitos mas a maioria acha impossível que algum privado queira ficar com o “bebé nos braços”. Houve até que relembrasse o bar que existiu no Forte de Santa Luzia e que ao final de pouco tempo teve que fechar.

A grande maioria era favorável à instalação de um museu. Bem, teria que ser um super museu dada a sua área disponível. Houve até que tivesse afirmado que o Comendador Joe Berardo teve em negociações para ali colocar a colecção que actualmente está patente no CCB. Mais, houve até alguém que jurou a pés juntos que o Comendador até já tinha feito uma negociata qualquer com uns terrenos ali próximos. Eu como sou um bocado avesso a boatos, custou-me muito a acreditar nesta versão. Não estou a ver o barão negro a abandonar Lisboa para aqui se vir instalar. Depois e para mim, não estava a ver muito bem como é que a colecção de arte moderna e contemporânea se coadunavam com os espaços. Mais uma ideia.

A minha ideia foi a mais polémica, mas que defendo com unhas e dentes.

Há um bom par de anos que ando a pensar no assunto. Conheço o forte como à palma das minhas mãos dadas as inúmeras visitas que lá fiz. Já dei cabo da paciência de tanto pensar no assunto e chego sempre à mesma conclusão: não fazer nada! Pura e simplesmente nada.

A solução seria “obrigar” o Ministério da Defesa a passar o forte para as mãos da câmara, esta reconstruiria o forte segundo a traça original, colocava lá uns guardas em permanência e deixava que os visitantes fruíssem os espaços tal como sempre foram. Esta é a minha opinião e que posso fundamentar.

Como cada elvense tem a sua opinião, e ninguém quer abrir mão dela, então façamos como os ingleses: o forte nasceu, cresceu e morreu como qualquer coisa. Que caia!

 

Jacinto César        


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | favorito
De Anónimo a 29 de Abril de 2010 às 00:32

Não faz a menor ideia do que se passou entre o MDN e a Câmara Munipal de Elvas, pois não?


De Anónimo a 29 de Abril de 2010 às 10:02
E há outras coisas que o Jacinto também não sabe: quanto podem custar a aquisição e recuperação do Forte da Graça, se a Câmara Municipal de Elvas tem capacidade financeira para tal e a troco de deixar de fazer o quê?
Convém pensar, senhor César.


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs