Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Terça-feira, 16 de Março de 2010

Pontos nos iii

Ontem insurgiram-se aqui contra mim por um erro ortográfico. Só não tenho a certeza se foi pelo erro se foi por ter posto o dedo na ferida. Como me palpita que foi pela segunda hipótese, vamos então ir mais além.

Já há uns tempos atrás escrevi aqui sobre os problemas de que Elvas sofre em termos de desenvolvimento. Nesse texto fiz uma abordagem histórica da evolução e depois do declínio da economia elvense. Afirmei também nesse texto a falta de investimento na nossa cidade por parte dos nossos concidadãos com capacidade de o fazerem e da esperança que haja um milagre que nos salve. A minha “raiva” de ontem era dirigida precisamente a estes elvenses (?). Mas faltou-me ainda fazer um pouco de história recente e que ainda hoje me dói.

Até há cerca de duas dúzias de anos havia em Elvas duas classes de pessoas que fizeram fortunas: os Despachantes de Alfandega e os chamados Comerciantes de “cacos e atoalhados”. Que fez esta gente por Elvas? Nada! Mesmo sabendo que o futuro não era o mais risonho, pois estavam mais que avisados, que fizeram? Gastaram o dinheiro em futilidades e não investiram um tostão no seu próprio futuro. Mataram a galinha dos ovos de ouro. Prejudicaram-se eles e todos os que para eles trabalhavam e prejudicaram a cidade. Esta é a verdade e dói a muita gente e Elvas ficou ferida de morte. Deste esses tempos “gloriosos” não mais parou de definhar. Está como todos nós a vimos. E os que ainda a podem ajudar não o querem fazer. Por falta de coragem? Por egoísmo? Não sei, mas o que tenho a certeza é que o não fazem.

Como antes disse, muita gente se queixa que o emprego diminui e que as dificuldades aumentam exponencialmente. E o que é que cada um faz por alterar a situação? Nada! É muito mais fácil estender a mão à caridade e depois lamentarem-se. É essa a minha “raiva” ao ver toda uma população meter a cabeça no buraco como faz o avestruz.

Aqueles que se sentirem atingidos, abram os olhos e mexam os pés. Trabalho há, empregos é que não.

Passem bem.

 

Nota – Se encontrarem algum erro ortográfico não fiquem preocupados, pois não foi por lapso, mas porque eu sou um analfabeto. Já agora para aqueles que têm filhos peçam na Escola para que eu não seja o seu professor, já que poderão ficar tão analfabetos quanto eu e isso seria um crime.

 

Jacinto César

 

 

Desculpem lá mais este apêndice, mas é importante esta notícia de última hora. Então leiam:

 

“Estrasburgo - O comissário dos Direitos Humanos do Conselho da Europa, Thomas Hammarberg, alertou o Governo português para as condições de alojamento "deploráveis" dos ciganos, reclamando medidas e realçando com "preocupação" a discriminação de que são alvos.”

 

Solução: Hotel D. Luis com eles! Ele há cada uma!

 


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | favorito
11 comentários:
De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 08:55

O professor está farto de ver o PS e Rondão ganhar cinco vezes com maioria absoluta esmagadora.


A isso não se chama "fartura"; chama-se azia!


 



De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 09:00

Não foi por causa de “um erro ortográfico” que se insurgiram contra si, senhor professor!


Foi porque o senhor escreveu “fassam” em vez de “façam”.


Isto não é “um erro ortográfico”. No caso de um professor profissionalizado do ensino secundário português é muito mais grave.


O senhor tem capacidade para ver isso – faço-lhe essa justiça.


Agora se não quer ver, já é outra coisa: é “meter a cabeça no buraco como faz o avestruz”, tal como o senhor escreveu.



De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 10:05
Isto é por modas.
Agora, são os ciganos.
Exterminá-los!!!
O último a lembrar-se disse, há 70 anos, foi o Hitler. Estava errado.
Passados 70 anos, será que exterminá-los passou a estar certo?
Haja bom senso.


De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 11:07
"os Despachantes de Alfandega e os chamados Comerciantes de “cacos e atoalhados”. Que fez esta gente por Elvas? Nada!
Houve excepções Digo eu !!....Generalizar e atirar pedras aos outros, é sempre um erro


De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 11:55
Generalizar é sempre muito mais fácil...
"Que fez esta gente por Elvas? Nada!"

Nos últimos 30 anos, se alguém tem feito alguma coisa por Elvas, o Jacinto César tem sido um exemplo a seguir: leva para caso o dinheiro do estado ao fim do mês, sem que "fassa" nada para se ilustrar.

Nota: "fassa", na linguagem cesariana, é a forma docente de escrever o termo popular "faça".


 


De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 12:14
PORRA!!!
Comentem o post e deixem-se m...as.


De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 14:03
Liberdade de expressão.
Cada um comenta o que quer, desde que não ofenda ninguém.


De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 17:03
Os empresários elvenses desde que lhes dê para ter um bom carro, uma boa casa e ir de férias para o Algarve no Verão já é suficiente. Por isso não evoluem, não investem, não inovam. Não têm formação para isso sequer.


De Paulo Andrade a 16 de Março de 2010 às 17:45
Senhor Jacinto César,

Não esperava de si tal opinião sobre a actividade de Despachante Oficial.
Sou levado a pensar que desconhece totalmente a profissão e que os comentários que teceu têm como único objectivo achincalhar a classe profissional e de lhe atribuir responsabilidades, de todo infundadas, pela actual situação económico-social que se vive em Elvas.
No entanto estou ao seu dispor para, quando achar oportuno, o poder esclarecer sobre esta profissão e o seu papel na sociedade.

Atenciosamente
Paulo Andrade
(Despachante Oficial portador da cédula 550R8)


De Tasca das amoreiras a 16 de Março de 2010 às 19:12

Caro Paulo


 


Como não podia deixar de ser, ao referir-me aos Despachantes de Alfandega, não me estava a referir-me a ninguém em particular. Se não foi a atitude mais correcta, peço as minhas desculpas, mas o Paulo sabe que eu sei que houve entre a classe colegas seus que fizeram autênticas “barbaridades” em termos em termos económicos sem precaver o futuro. Ou antes, deve ser conhecedor ainda melhor do que eu do que se passou naquela época “dourada”. Sabe também, que muitos poderiam ter investido noutras actividades, que foi o seu caso, e ter-se-ia evitado a quantidade de famílias irem parar ao desemprego quando estavam a ter um nível de vida muito superior à média. Sabe que indirectamente lidei com situações muito difíceis e percebi nessa época, já em decadência, os problemas que se criaram.


Mais uma vez lamento que tenha lido o texto como tendo sido uma censura individual a este ou àquele, mas foi escrito com a intenção de generalizar sem particularizar.


 


Um abraço


 


Jacinto César  



De portasdolivenza a 17 de Março de 2010 às 14:22
Caro Paulo Andrade,tú és daqueles a quem devemos respeito, não só pela nossa amizade que sei ser reciproca mas porque sem muito precisares te deste a luta empresarial,porque hoje ser empresario numa terra como elvas,não é forma de conseguir fortuna,mas sim lutar dia a dia para manter as empresas que ajudamos a criar.
Estes temas mais serios que envolvem familias e empresas,deviam os comentaristas separar o trigo do joio ,ate para dignificar quem le e quem escreve.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs