Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quarta-feira, 18 de Junho de 2014

O Comendador ilusionista ou o ilusionista Comendador?

O ilusionista Luís de Matos foi recentemente condecorado com a Ordem do Infante D. Henrique e como tal passou a ser Comendador. A partir de agora, espectáculo onde o dito apareça, todos os outros têm que de se reduzir à sua insignificância dado o facto de ser Comendador. E mais nada.

Isto vem a propósito do Senhor Vereador José Almeida num discurso proferido recentemente numa patuscada promovida pela Liga dos Combatentes se ter referido a mim mais uma vez com o argumento de ter faltado ao respeito à Senhora Vice-Presidente da CME, Dr.ª Elsa Grilo.

O senhor deve ter pesadelos comigo. Onde é que alguma vez faltei ao respeito à Dr.ª Elsa Grilo, ou até menos correcto?

Tem piada, quando a senhora era tratada em público por alguém da nossa praça por “Elsa Rameirinha” e outros epítetos, nunca o ouvi num discurso atacar tal pessoa. Mas se perguntar à visada, ela dir-lhe-á quem é que saiu sempre em sua defesa. Neste e noutros casos conhecidos do público. Uma coisa são as divergências políticas, outra é a defesa da dignidade de alguém.

Pois bem, é verdade que aqui há uns tempos atrás critiquei a Dr.ª Elsa Grilo pelo facto de ter escrito que "onde há Comendadores, não passam Presidentes nem Vice-Presidentes à frente". Critiquei e bem. Ser-se Comendador, não é ter-se nenhum posto hierárquico. É tão simplesmente uma condecoração que reconhece o mérito de uma pessoa numa determinada actividade e mais nada. O ser-se Comendador não lhe dá o direito de como vereador passar por cima de um Presidente ou de um Vice-Presidente. E é isso que o Senhor Vereador não suporta: é o facto de alguém chamar os “burros pelos nomes” e não andar atrás de si armado em lambe-botas.

Aquilo que o senhor disse de mim em público merecia que eu fizesse aquilo que gosta tanto de fazer e que é uma ameaça de me levar a tribunal. O senhor difamou-me. Claro que uma difamação pública produzida por um Comendador não tem a mínima importância.

Sabe uma coisa? Sou amigo do Luís de Matos e estou tentado a pedir-lhe que faça um truque para que o mantenha na sua casa das Chochinhas a tempo inteiro a tratar do seu Jardim Zoológico e da sua horta.

Senhor Comendador, as minhas saudações.

 

Jacinto César   


Tasca das amoreiras às 13:35
Link do post | Comentar | Ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 9 de Junho de 2014

Intolerável

 

 

Para não sermos parecidos com o velho Oeste Americano, terra sem lei e que imperava a vontade do mais forte, de há séculos a esta parte que se fizeram as primeiras leis (os chamados Forais). A partir daí as leis foram evoluindo até se chegar à primeira Carta Constitucional. Se os cidadãos tinham que cumprir as leis senão eram penalizados pela Justiça, o Estado também tinha as suas obrigações e regras a cumprir.

Se as Constituições eram melhores ou piores, ao ponto de até permitirem que tivéssemos vivido durante 40 anos à sombra de uma ditadura, eram os políticos eleitos ou não que as produziam. Com base nelas, fizemos guerras, assinamos a paz, produziram-se tratados e um cem número de mais coisas. Eram as leis de então, que se tinham que cumprir e as forças judiciais e policiais fazê-las cumprir.

Já depois de se ter dado o 25 de Abril, foi feita a primeira Constituição dita democrática e que foi sendo alterada com as necessidades da evolução dos tempos.

Mas aonde quero eu chegar com tudo isto?

Vamos imaginar que eu transgredi a lei. Fui apanhado e vou a julgamento. Mas como sou um tipo poderoso e com muitos amigos, punha-os a pressionar o Juiz que me ia julgar no sentido de obter uma absolvição. Claro que seria uma situação intolerável para com os outros cidadãos que tinham cometido a mesma transgressão e intolerável para a sociedade que se diz evoluída.

Pois bem, existe uma Constituição que além de outros atributos, está feita para fiscalizar os actos de quem nos governa. E para julgar esses actos existe um Tribunal Constitucional.

Se os actos do governo vão contra as leis, o Tribunal só tem que cumprir a dita Constituição e mais nada.

Agora o que acho intolerável, ou mesmo vergonhoso, é um governo que pressiona e até se dá ao luxo de fazer chantagem sobre os Juízes para que dêem o seu visto bom a leis que ferem os preceitos constitucionais.

Mas ainda o mais irónico da situação, é que a maioria dos juízes desse mesmo tribunal foram escolhidos pela actual maioria. Se a maioria fosse da oposição então não faltaria.

Resumindo, o actual governo quer à viva força governar contra a lei quando lhes convém.

Se acham que a Constituição não está adaptada aos tempos que correm, o que é que os impede de a alterarem? Pois, é a maioria de dois terços e essa não se obtém assim do pé para a mão.

Senhor Primeiro-Ministro, se acha que não consegue governar bem com a actual Constituição, e para não ser um fora-da-lei, só tem que fazer uma coisa: DEMITA-SE.

 

Jacinto César  


Tasca das amoreiras às 16:59
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 6 de Junho de 2014

O princípio do fim

 

 

Não podia deixar passar o que para mim é uma data histórica e que marcou o princípio do fim de uma época negra da história da Humanidade.

Faz hoje 70 anos que se deu o chamado DIA-D, ou seja, a invasão da Normandia que permitiu quilómetro a quilómetro chegar a Berlim e pôr fim a um dos regimes mais hediondos da nossa história recente.

Foi o fim de uma tirania que levou à morte milhões de pessoas, o chamado Holocausto, e por mais incrível que pareça, há hoje movimentos que afirmam que este não passou de uma invenção. Onde chegámos nós.

Mas quando se fala do regime nazi e das atrocidades que cometeu, é bom também lembrar que não foi só este a fazê-lo. Há outro de quem pouco se fala e que também matou milhões e que talvez por conveniência ideológica, se vão esquecendo de falar: trata-se de José Estaline.

O problema para mim consiste no facto de que ambos os países (falo da Alemanha e da Rússia) não terem ainda perdido as esperanças de dominar a Europa.

Em primeiro lugar vem a Alemanha, que sendo mais civilizada, mudou de táctica: não conseguiram dominar pela força das armas, então vão tentar dominar pela força do vil metal. E eles aí estão. Basta olhar para os números da economia deles e depois olhar para os de todos os outros países da Europa. E o que mais me incomoda é a falta de solidariedade da Alemanha e alguns satélites nórdicos para com os mais débeis da Europa, quando eles foram os causadores da catástrofe que foi a II Guerra Mundial e depois de terem ficado arruinados, foram os principais beneficiados da solidariedade dos outros países.

Em relação à Rússia, que é hoje uma pretensa democracia, ainda não perdeu também a esperança de reunir outra vez sobre a sua bandeira os antigos países da União Soviética. Veja-se o que se passa na Ucrânia.

Será bom não esquecermos estes factos e estarmos alerta para o que possa vir aí.

 

Nota final – Faz hoje precisamente 20 anos que estava na Normandia onde se comemoravam os 50 anos da invasão.

 

Jacinto César   


Tasca das amoreiras às 15:40
Link do post | Comentar | favorito

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs