Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quarta-feira, 7 de Julho de 2010

Ainda o Festival Medieval

Nota de abertura

Antes de voltar ao tema, queria aqui deixar um agradecimento muito grande a alguns dos meus comentadores, ao “reconhecerem a minha importância” na vida quotidiana da nossa cidade.

Modéstia à parte, tenho que reconhecer que “as minhas doutas opiniões” chegam sempre aos destinatários e que as lêem religiosamente todos os dias.

Obrigado a todos

 

Vá lá uma pessoa ser Prior de uma freguesia destas

 

Ontem escrevi aqui a propósito do Festival Medieval o facto de ter encontrado alguns sectores das muralhas em muito mau estado. Incluí nesse mau estado um pano de muralha do Castelo. Para aqueles que duvidaram do que escrevi, publico hoje as fotografias que confirmam a minha opinião. Como se pode ver existe uma fenda quase vertical que dá indícios da existência de uma pressão interna (no lado oposto do pano) que pode levar ao desmoronamento com mais umas infiltrações de água. Não quero com isto dizer que se tem de ir correr já amanhã a fazer uma intervenção, mas seria de todo em todo conveniente que se pense no assunto antes que se chegue a uma situação irremediável.

 

 

 

 

Outro problema que ultimamente se tem falado é o derrube de um pseudo troço de muralha junto ao Convento de S. Paulo. Claro está que não se trata de nenhum pedaço de muralha, mas sim da parede lateral da Igreja do Convento. E de verdade está em vias de vir abaixo. Esperemos é que não arraste consigo a fachada da igreja.

 

 

E que é que pode acudir para evitar o descalabro? Como sempre o Ministério da Defesa, o tal ministério que é como os empatas: não monta nem deixa montar.

Já aqui referi várias vezes este facto, mas não há maneira de fazer o referido ministério abrir mão das construções militares de Elvas.

Sei que se um dia se desse o milagre de entregarem à Câmara Municipal todo esse património, esta seria por si própria incapaz de acudir a tudo porque presumo não ter estofo financeiro para tão gigantesca obra. No entanto enquanto se arranjasse os meios necessários sempre podia ir acudindo aos casos mais graves. Mas não.

Penso que enquanto a população de Elvas não tomar uma posição de força, as coisas não irão mudar. E de que estamos à espera? Por acaso não passa em Elvas a A6 que a qualquer momento se pode cortar? Será que não temos umas eleições próximas que poderemos boicotar?

Meios não nos faltam. Falta-nos é a coragem de tomarmos medidas de força. É muito mais fácil assobiar para o lado, não fazer nada e depois ir até ao café dizer mal.

Os portugueses andam na sua generalidade a dormir. Por aqui parece que estão anestesiados.

 

Haja quem queira avançar e eu lá estarei na linha da frente pronto a levar uma “morcelada” de algum GNR mais nervoso. Mas ninguém morre por isso.

 

Jacinto César     


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 6 de Julho de 2010

O Festival Medieval em Elvas

Não vou aqui discutir a maior ou menor beleza do Festival. Não vou tão pouco pôr em causa o gosto que os elvenses fazem em assistir ao dito festival.

Que quero então?

Mais uma vez por em causa o planeamento do turismo em Elvas.

Quanto custou o festival? Que mais valias trouxe à nossa cidade? Mais meia dúzia de espanhóis de Badajoz que já costumam cá vir? Mais uma centena de portugueses das redondezas?

Mas afinal que turismo queremos nós?

No sábado quando ali me desloquei, prestei mais atenção ao estado das muralhas do que propriamente ao que se estava a passar à minha volta. E que vi eu? O estado lastimoso em que se encontram as muralhas. Dei a volta ao Paiol de Santa Babara até ao Cemitério dos Ingleses.

O estado em que se encontram a maioria dos panos de muralha é lastimável. E que dizer do pano de muralha leste do castelo? Tem uma fenda de mais de dois metros de comprimento o que evidencia, com mais um inverno em cima, uma derrocada quase certa.

Já sei que muita gente não concorda com a minha opinião e prefere o folclore destes pequenos eventos que se repetem por todo o país.

Mas é a isto que chama turismo? São estes eventos que vão encher os quartos dos hotéis de Elvas? São estes eventos que vão trazer turistas para encher as mesas das dezenas de restaurantes elvenses?

Serei megalómano talvez, mas não é este turismo “popularucho” que sonho para Elvas.

Acredito na boa vontade das pessoas! Acredito na honestidade das mesmas! Acredito nas suas boas intenções. O que não acredito é nos conhecimentos e competências das pessoas que gerem este sector.

 

Jacinto César        


Tasca das amoreiras às 00:01
Link do post | Comentar | Ver comentários (13) | favorito
Segunda-feira, 5 de Julho de 2010

Uma no cravo, outra na ferradura

 

O nosso governo é pródigo em fazer asneirada. Mas contrariamente ao que é costume, hoje tenho que gabar uma tomada de posição de José Sócrates. Estou a referir-me ao negócio que os espanhóis queriam impor à PT. As minhas razões são as seguintes:

1 – Em todos os países existem as chamadas “Golden Shares” que não são mais nem menos que acções preferenciais em empresas consideradas estratégicas. Vários países as têm usado quando têm que defender os seus interesses. A Espanha, a França, Itália entre outros já exerceram esse direito legítimo.

Os espanhóis quando entraram no capital da PT sabiam as regras e sabiam da existência dessas 500 acções. Portanto só entraram no capital da empresa porque quiseram.

Como o governo achou que vender os 50% que a PT detêm na Vivo era mau negócio, exerceu e bem o seu direito de veto. O que mais me intriga nisto tudo é os investidores portugueses que se tinham manifestado desfavoráveis ao negócio, no último instante resolveram virar o bico ao prego e dar o dito por não dito. Porque terá sido? Pelo facto desses mesmo investidores (ou negociantes) terem visto na operação uma obtenção de mais valias inflacionadas. Estes querem lá saber dos interesses do país! Eles querem é fazer dinheiro. A mim ninguém me convence que os ganhos eram para reinvestir.

2 – Os espanhóis, mais propriamente a Telefónica, detentores de 28% do capital da PT, em assembleia-geral não podiam votar em causa própria. Assim sendo e de um dia para o outro, arranjaram um parceiro fiável a que vender os ditos 28% para depois da dita assembleia o poderem readquirir. A USB (União de Bancos Suíços) prestou-se a essa manobra e assim os 28% do capital já poderiam votar.

3 – A Comissão Europeia vai dizer que a utilização por parte de Portugal da Golden Share é ilegal porque se calhar têm o entendimento que a PT não é empresa estratégica para o país. É certo e sabido que os ultra liberais vão fazer força nesse sentido. No entanto, penso que o governo vai bater o pé e arrastar o problema nos tribunais durante anos. Pelo menos assim espero.

4 – Mais uma vez fica demonstrada a prepotência de Espanha em relação a Portugal. Com “hermanos” destes que é que precisa de inimigos?

 

Se neste caso o governo acertou no cravo, no seguinte acertou na ferradura. E o problema ainda é mais grave porque afecta Elvas.

Mais uma vez a nossa cidade foi preterida pelo governo central a favor de outras. A construção da Cadeia de Vila Fernando vai ficar para as calendas, já que ficou fora do lote a construir. Problemas burocráticos são a razão apresentada para nos deixarem fora da carroça. Mais uma vez Elvas ficou de fora, mesmo tendo uma câmara da mesma cor.

Senhor Presidente: o que tem o senhor a dizer em relação aos seus “amigos” de Lisboa? Mais uma vez, quem tem amigos assim para que necessita de inimigos?

 

Jacinto César   


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | Ver comentários (5) | favorito
Sábado, 3 de Julho de 2010

A CNN e Elvas

 

 

Mais uma vez Elvas aparece na imprensa estrangeira pelos piores motivos.

Desta vez foi a cadeia norte-americana CNN que constatou a crise económica grave que grassa na nossa cidade.

E mais uma vez terei que vir aqui criticar os responsáveis locais e regionais pela falta de uma política agressiva no único sector económico que poderia dar outro alento à cidade: estou a falar do TURISMO.

Já várias vezes aqui me debrucei sobre o assunto, mas as respostas são nada!

Uma vez falei aqui que no meu entender o único organismo local que é bem gerido é o MACE. E isto porquê? Porque se está a pagar a uma pessoa competente para o gerir.

Com tanto dinheiro que se gasta em tanta coisa porque não investir em alguém especialista em turismo para vir gerir o sector? Mas nada! Continua a ser gerido por amadores. Acredito na sua boa vontade e na sua honestidade. Não acredito na sua competência.

Cada vez que aqui falo de turismo sou mimado com uma montanha de adjectivos.

Sem me alongar mais, vejam o vídeo da CNN!

 

 

Jacinto César  


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | Ver comentários (12) | favorito
Sexta-feira, 2 de Julho de 2010

À sombra do Aqueduto

 

Muita tinta tem corrido sobre a requalificação da parte norte da envolvente dos Arcos das Amoreiras.

Nunca consegui entender bem o porquê da polémica colocação de árvores na zona referida! Nunca consegui entender a polémica levantada à volta da iluminação da mesma área!

Mas aonde é que reside o problema do que está feito? Por acaso tira a beleza ao monumento? Será que algum pormenor fica escondido pelos candeeiros e pelas árvores? Mais, será que ficaria esteticamente melhor aquele enorme vazio junto ao aqueduto?

Poder-se-á questionar se as árvores são as mais bonitas para o local. Pode pôr-se em causa a estética dos postes. Agora deixar aquele enorme espaço vazio era uma asneira total.

Poderia aqui dar milhentos exemplos de requalificações semelhantes em Portugal e no estrangeiro, mas acho que não vale a pena porque a maior parte dos grandes críticos são-no por razões políticas e não por razões funcionais ou de estética.

Levantei aqui em dois anos consecutivos o problema mais que real e que é a realização da Semana da Juventude naquele espaço. Não ouvi nenhum dos críticos ás árvores falar aqui do assunto.

Mas vou ainda mais longe: já alguém se manifestou sobre o estado do aqueduto a partir do cruzamento para o cemitério? Já alguém reparou que há ali não sei quantas arcadas entaipadas por tijolos? Quantos se indignaram com o estado dos arcos até ao Chafariz del Rei?

Mais uma vez tenho que dizer aquilo que estou farto de aqui escrever: a grande maioria dos elvenses está-se nas tintas para estes assuntos e nem conhecimentos tem para os discutir. Agora para uma boa polémica estão sempre para as curvas, mesmo que isso signifique dizer asneiras.

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | Ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 1 de Julho de 2010

Três apontamentos

 

 

1 – Mais uma vez se serviram de mim para montarem uma guerra da qual não sou visto ou achado. Foi na verdade um abuso o que os contendores aqui fizeram. Porventura até a pessoa que se recusa a ler o que escrevo por cá andou.

Eu quando tenho uma queixa a fazer faço-o directamente e não ando a servir-me de terceiros. Para a próxima, montem um julgamento popular, linchem o presumível culpado e arrumem a questão.

Por favor, vão fazer a guerra nos locais apropriados!

 

2 – Já que o assunto anterior, o mais natural é ir parar à justiça, é mesmo sobre a justiça que quero deixar um apontamento.

Ontem fiquei a saber através do Senhor Procurador-geral da República que Portugal tem a melhor justiça da Europa. Ou o homem anda a fumar uns porros ou então sou eu que ando completamente cego. Quero dizer, eu e a grande maioria dos portugueses.

 

3 – Cada vez que vou comer a um restaurante, uma das coisas que me aflige é o facto de ver constantemente comida a sobrar e que depois é deitada para o lixo. De imediato me vem à cabeça fotografias de meninos e mesmo graúdos mirrados pela fome. Não é que aquilo que sobra nos nossos pratos possa ser levado para matar a fome a alguém, mas no entanto poderíamos ser um pouco mais comedidos no que pedimos.

Isto vem a propósito de uma coisa que se está a passar em Elvas e que para mim é um escândalo.

Como todos sabem, a Escola Secundária está em obras. As referidas obras implicam a substituição dos telhados para que a estrutura possa ser impermeabilizada. Tudo bem. E o que é que está mal? Pura e simplesmente as centenas de metros quadrados das telhas antigas foram retiradas, destruídas e enviadas para um qualquer aterro. Será que aqueles milhares de telhas não poderiam ser reutilizadas, mesmo que fossem oferecidas a pessoas que têm os telhados a cair? Não, todas são destruídas. Ouvi alguém há dias atrás dizer que “somos um país pobre com hábitos de ricos”. É infelizmente a realidade.

 

Jacinto César   


Tasca das amoreiras às 02:52
Link do post | Comentar | Ver comentários (5) | favorito

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs