Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

Mudar Elvas – Comunicado

Tal como tenho feito com outros comunicados cor-de-rosa, permito-me tentar analisar este, de cor amarela e da lavra do MUDE.

Não sou professor de português, nem este é o meu forte, mas dos meus fracos conhecimentos, logo o título é de “morte”. Senão vejamos:

 

MUDE “Mudança para desenvolver Elvas”

Coligação PSD+CDS+Independentes

NÃO MERECEM MAIS A NOSSA CONFIANÇA!

 

Exemplar! Qualquer pessoa mais distraída e que até seja apoiante do MUDE ao ler de relance o título o que é que fica a pensar? Mais um comunicado do PS a dizer mal do MUDE! E vai daí, lixo! Estou a interpretar mal?

Bem, isto é somente um pormenor. Vamos ao conteúdo.

Tal como me tenho referido às outras candidaturas, todas as propostas apresentadas são vagas e puramente panfletárias. Analisemos algumas.

 

1 – “O MUDE propõe menos betão e mais emprego, …” Na generalidade até concordo, mas falta o mais importante que é dizer o como fazer. Será que alguém se propõe apanhar pelos colarinhos alguns empresários e arrastá-los à força para Elvas? Como é que um presidente de câmara se pode comprometer a criar empregos? Nada é dito sobre o assunto.

 

2 – “Por isso defendemos a Plataforma Logística e o Comboio de Mercadorias, bem como outras medidas que tragam investimento, …” Mais uma vez se recorre a lugares comuns e que qualquer um pode dizer. Sendo que estes investimentos são patrocinados pelo Governo central, que poder tem uma câmara para “obrigar” um governo a torná-los realidade? Nenhum! Portanto façam lá o favor de explicar melhor a ideia.

 

3 – “ Promoveremos a recuperação do riquíssimo património histórico, …” Bem, se declararem guerra ao Exército e à Igreja Católica e ganharem, talvez consigam esses objectivos cumpridos, porque às boas não sei como o farão. Mais uma vez expliquem-se lá melhor.    

 

4 – “ Os jovens merecerão toda a nossa atenção, nomeadamente no que diz respeito à habitação, ao emprego e ao incremento do ensino superior …” Lá bonito de ler é, mas podem-me explicar como o farão se ganharem as eleições?

 

5 – “ A terceira idade terá o apoio que merece, …” Se há coisas em que não se pode apontar o dedo à actual Câmara é precisamente neste assunto. Penso que é até das poucas coisas que merecem o consenso geral. Assim sendo digam lá o que é que se propõem fazer mais. Ou será que as “excursões” em lugar de ser a Fátima ou a Braga passarão a ser às Caraíbas?

 

6 – “ A reabertura da Maternidade é possível …” Acho que este ponto nem merece comentários. Sonhar é muito fácil. Eu também sonho todas as semanas que me sai o Euromilhões!

 

7 – Por último quero aqui afirmar publicamente que sou um grande “tanso”. Então não é que a única coisa que se propõem fazer em concreto é a mudança da Fonte da Misericórdia para o largo do mesmo nome depois de uma consulta popular? Onde é que eu já ouvi isto?

 

Esperemos por melhores dias do MUDE para me poderem convencer.

 

Jacinto César 

 


Tasca das amoreiras às 14:33
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | favorito
Sábado, 29 de Agosto de 2009

Crato 2009

Foi com profunda tristeza que ontem, tal como tinha dito, fui passar a noite ao Crato. E digo profunda tristeza pelo facto de ter que sair da minha terra para poder ver espectáculos de qualidade. Não sou capaz de avaliar o número de pessoas que estavam a assistir, entre outros ao grupo de Emir Kusturica, mas estariam por alto e com todas as reservas 6 mil pessoas. Diria também e por intuição que cerca de um terço das pessoas seriam oriundas de Elvas, pois passo sim passo não dava de caras com uma. Pergunto então: tendo Elvas uma sala de espectáculos com grande dignidade, porque é que os espectáculos não deverem corresponder a essa dignidade? Que venham os Tony Carreiras tudo bem, mas sempre do mesmo cansa e não contribui em nada para atrair pessoas das redondezas, incluindo os espanhóis.

Acredito que não haverá muitas pessoas em Elvas que conheçam a personagem que ontem se apresentou em palco no Crato, no entanto posso-vos assegurar que além de ser um excelente realizador de cinema (de lembrar entre outros filmes, “Underground”, “O meu pai está em viagem de negócios” e “Gato branco, gato preto”) é um músico de 5 estrelas. Acompanhado por um grupo de extraordinários executantes, o conjunto sérvio deu um espectáculo difícil de esquecer. Cerca de duas horas e meia “non stop” levaram ao delírio os milhares de pessoas que ali foram.

Foi nestas circunstâncias que fiquei triste, não pelo que vi, mas a onde vi. Porque não posso eu assistir a isto na minha cidade que até tem mais condições? Não consigo meter isto na cabeça. Poderão alguns dizer que estamos em ano de eleições e que vale tudo. E então os 24 anos anteriores?

Lamentável. Eu se mandasse pegava no responsável pela programação do Coliseu e obrigava-o a ir todas as noites ao Crato. Podia ser que à força aprendesse alguma coisa.

 

 


Tasca das amoreiras às 22:41
Link do post | Comentar | Ver comentários (15) | favorito
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

Hoje estou fechado

 

 

Há falta de espectáculos de qualidade na minha cidade vou até ao Crato.

Passem por cá bem!

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 18:19
Link do post | Comentar | Ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Reunião – Fim

Por aquilo que tenho lido, estes dois últimos posts tornaram-se polémicos por ter divulgado o que se passou na célebre reunião para a qual tinha sido convidado. Como nunca andei nestas andanças partidárias, fiquei convencido do que por lá se passou, mesmo não me tendo sido pedido segredo, pudesse ser divulgado.

Pelas reacções de alguns comentadores e depois de me ter informado junto de alguém da “oposição” e de alguns amigos, cheguei à conclusão que sob o ponto de vista da ética política não procedi correctamente.

Tal como quando tenho que dizer algo desagradável a alguém lho digo “olhos nos olhos”, também não tenho problemas alguns em pedir desculpas se “meti a pata na poça”.

Assim sendo, e partindo do princípio que não agi correctamente, vejo-me na obrigação de pedir desculpas à candidatura e respectivo candidato Rondão de Almeida por ter divulgado informações que não sendo secretas não deveriam ter sido divulgadas.

Só lamento nisto tudo é o facto de não haver mais gente a fazer o mesmo perante ofensas e insinuações que por aqui se fazem. Bolas, não é assim tão difícil pedir desculpas a alguém quando fomos injustos para com ela.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 22:27
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | favorito
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

Reunião – Parte 2 – Fonte da Misericórdia

Nota prévia – Gostava antes de mais de esclarecer uma coisa: fui convidado para a dita reunião e NINGUÉM me pediu segredo sobre o que por lá se passou. Mais, neste caso é como aquele dito popular “morto por ter cão, morto por não o ter”. Se não falasse sobre aquilo que pretendo falar era porque me tinha “vendido”, se falar sou mal-educado. Comentadores!

 

Fonte da Misericórdia

 

È por demais sabido que dediquei aqui alguma prosa a este assunto e como não podia deixar de ser tinha que o levar à reunião. Aí fiquei logo surpreendido, pois quando estava à espera de ser eu a colocá-lo, o presidente numa jogada de antecipação tratou logo de falar dele. Pelos vistos estava informado do assunto e já o tinha estudado. Então é assim:

1 – A existência da fonte mamarracho – O próprio presidente admitiu que a “obra de arte” era na verdade mesmo muito má, mas que dado a forma como foi construída não podia voltar atrás. Explico. Segundo parece esta e outras obras foram financiadas ou co-financiadas pela Comunidade Europeia e qualquer coisa que se construa assim, tem que se manter pelo prazo de 10 anos e só depois é que pode ser alterada ou mesmo destruída. Quer isto dizer que a câmara estava atada de mãos e pés ao mamarracho. Segundo me foi contado esse prazo já acabou e como tal com estátua ou sem ela a banheira vinha abaixo.

2 – Segundo me foi afirmado foi pensado passar-se a Fonte da Misericórdia para o largo do mesmo nome, ou seja, para a sua localização original. Só que aqui a porca torceu o rabo porque segundo parece uma parte das pessoas ouvidas eram a favor e as outras contra, ou seja, o assunto prometia polémica e em virtude do processo eleitoral que se avizinha era de bom-tom não se mexer no que estava feito. Resumindo, a coragem política foi pouca. Assim sendo, o presidente prometeu que depois das eleições e caso as ganhe, promoveria um referendo municipal para que fosse a população de Elvas a decidir este assunto. Saí convencido mas não vencido. Fico à espera dos próximos episódios e ver o que as outras candidaturas têm a dizer sobre isto.

Amanhã continuarei.

 

Nota de rodapé – Não vale a pena chamarem-me mais nomes porque não ligo “pevides” ao que digam. Poupem palavras e tem, apelo no entanto a todos aqueles que tenham uma opinião séria que a manifestem.

 

Jacinto César

 

PS – Caro Manuel António Torneiro, não será que a sua teimosia em não retirar o “mamarracho” da Praça 25 de Abril já é demais? Será que o bom senso da sua idade não pode imperar? Ou será que já é a aterosclerose a provocar essa teimosia? Bolas, aquilo é um cartaz turístico de 5 estrelas para quem nos visita.  

 


Tasca das amoreiras às 19:38
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

Reunião -Parte 1 – Património Militar

Nota prévia

 

Nestes próximos textos vou aqui tentar resumir o que se passou durante a reunião para a qual fui convidado a participar e promovida pela candidatura de Rondão de Almeida.

Não me incomodou nada o facto de me terem colado à referida candidatura em comentários que aqui se fizeram, apesar de ter afirmado que faria exactamente o mesmo se qualquer outra candidatura tivesse tido o mesmo procedimento.

Quando aqui afirmei que fui recebido com educação não esperava outra coisa já que sempre fui educado com toda a gente. Mais, pelo simples facto de ter discordado de algumas coisas que ali foram ditas, não é por se falar mais alto e pôr em bicos de pés que se tem mais razão. Disse o que tinha a dizer e pronto!

 

1 – Património Militar

 

Já referi aqui várias vezes que das poucas instituições que ainda me merecem confiança em Portugal são as Forças Armadas. Vários são os motivos que me levam a tal, entre eles, a disciplina, a noção do dever, a lealdade, etc.

Naquele dia fiquei triste, muito triste mesmo ao constatar que é precisamente a instituição que admiro a culpada do estado em que está o património por eles gerido. Para já não falar do mais que problemático Forte da Graça, deixo aqui dois acontecimentos que me puseram os cabelos em pé. Como não me foi pedido segredo, vou contá-los.

O primeiro foi passado durante a Feira Medieval. Como não sou muito adepto de tais festivais não fui lá, mas em conversa com amigos e familiares que lá se deslocaram a opinião foi favorável, principalmente o facto de terem aberto ao público o caminho das muralhas que passa por detrás do castelo, do Paiol de Stª Bárbara e desemboca no Cemitério dos Ingleses. Parece que para se fazer este percurso teve que se desmatar a muralha naquela zona. Os elvenses e os forasteiros parece que gostaram. Até aqui nada de anormal. Anormal parece que foi a entrada intempestiva de um grupo de militares vindos de Estremoz a pedirem satisfações sobre o quem tinha autorizado a fazer a desmatação e permitiu que civis andassem a passear em terrenos militares. Fazendo fé no que o presidente afirmou, os militares ficaram muito mal na fotografia.

O segundo caso passou-se com a abertura de um concurso público para a recuperação das muralhas que vão das Portas de Olivença até às Portas da Senhora da Conceição. Segundo parece, já na fase da adjudicação, mais uma vez apareceram os militares a proibir a câmara a “tocar” no património militar.

Resumindo, para não utilizar um ditado popular mais vernáculo, digo que não fazem nem deixam fazer. Lamentável.

Como é que se pode resolver o assunto destes? Eu não faço ideia, mas para mim e aqui que ninguém nos ouve, parece que ninguém sabe.

Amanhã continuo com outros assuntos.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 21:50
Link do post | Comentar | Ver comentários (5) | favorito
Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

PORTUGAL pró VIDA – Um mea culpa

Caros amigos e leitores

 

Como devem saber o movimento Portugal pró Vida existe há uns anos com o fim único de defender a VIDA em quaisquer circunstâncias. Tendo feito parte deste movimento e lutado por causas que já defendi aqui neste blog e noutros fóruns, como sendo a Causa por Timor e o Movimento pela vida e contra o aborto, quero uma vez mais afirmar que nunca deixarei de me bater por causas de cariz ético e moral, e pelo que é justo.

 

Várias vezes (muitas) escrevi aqui no blog sobre a minha aversão à classe política que temos e dito isto, aquilo que vos quero anunciar parecerá (será) uma contradição.

 

O Movimento Portugal pró Vida tem nestes últimos meses desenvolvido uma campanha muito grande no sentido de se fazer novo referendo sobre IVG. Dirão muitos que é desnecessário em virtude de haver uma lei que já regulamenta a IVG e que esta foi aprovada por referendo. O que é certo é que no primeiro referendo venceu o NÃO e os partidários do SIM não pararam até que conseguiram um novo referendo que lhes deu o que queriam. Nós, Movimento Portugal pró Vida entendemos que, atendendo aos resultados desastrosos da IVG, deverá haver novo referendo. Claro está que a classe política recusa ­– já se o NÃO tivesse vencido no segundo referendo, haveria novos referendos até nos vencerem pelo cansaço.

 

Como a voz do Movimento não se conseguia fazer ouvir, este resolveu transformar-se em partido: o PORTUGAL pró VIDA que irá concorrer às próximas eleições legislativas a 27 de Setembro a todos os Círculos Eleitorais do país.

A Direcção Nacional entendeu convidar-me a encabeçar a lista ao Círculo Eleitoral de Portalegre; e se o convite muito me honrou, colocou-me porém num dilema:

1 – Por um lado achava que não deveria aceitar tal convite pelo facto de estar em contradição com a minha forma de pensar e estar na vida, ou seja, fora da política partidária;

2 – Por outro lado achava que deveria aceitar porque estava a defender causas que sempre defendi em solitário ou integrado em movimentos cívicos.

Para mim tornava-se uma decisão muito difícil de tomar, mas que de uma forma ou outra teria que a tomar. E tomei.

A partir de hoje, sou candidato oficial a encabeçar a lista de Portalegre do PORTUGAL pró VIDA. Estou consciente que será uma tarefa inglória, mas foi assim que decidi.

 

Será a última vez que me ouvirão aqui falar neste assunto. A orientação do blog será a mesma que foi até ao presente.

Que Deus me ajude ou que me perdoe se fiz asneira.

 

Jacinto César

 

 


Tasca das amoreiras às 01:01
Link do post | Comentar | Ver comentários (17) | favorito
Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

Esclarecimento

Por princípio, não tenho que dar conta dos meus actos a NINGUÉM, desde que estes respeitem a lei. No entanto sinto o dever de fazer este esclarecimento para evitar confusões e mal entendidos.

Efectivamente fui convidado pelo candidato Rondão de Almeida a participar numa reunião preparatória do programa da sua candidatura no que diz respeito à cultura, juntamente com outras pessoas que a referida candidatura resolveu convidar. Senti-me honrado pelo convite como ficaria se QUALQUER outra candidatura me tivesse dirigido semelhante convite, que aceitaria da melhor vontade se entendessem que os meus fracos préstimos poderiam ser úteis, não às candidaturas mas à minha cidade que se chama ELVAS.

Entrei na sede da candidatura às claras e sem me disfarçar, como faria noutra qualquer, e saí de lá inteiro. Ninguém me bateu, ofendeu ou me ameaçou. Fui bem recebido como se pertencesse ao partido que representa. Fui recebido com respeito e ouviram tudo o que quis dizer com respeito também. Como podem ver, jogo limpo e sem truques nem cartas na manga.

Nunca estive vinculado a nenhuma candidatura e assim continuarei até ver o que cada uma me pode “oferecer” de útil para a minha terra.

Como é do conhecimento geral foi criado um blog temporário dedicado às eleições autárquicas. Tem sido colocado todo o material de campanha que as várias candidaturas têm enviado. Por coincidência ou por qualquer outro motivo, o maior beneficiário tem sido a candidatura de António Simão Dores pelo facto de ser este que mais material tem enviado. Não posso ser acusado de não por lá qualquer material das outras candidaturas, pelo simples facto que não me enviam nada. Penso estarmos esclarecidos, mas reafirmo mais uma vez que farei sempre aquilo que a minha consciência me ditar sem ter que dar satisfações a quem quer que seja.

 

Jacinto César  

 


Tasca das amoreiras às 23:47
Link do post | Comentar | Ver comentários (14) | favorito
Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

Último apelo

Senhor Presidente

Acredito que ainda se pode voltar atrás com dignidade.

Acredite Senhor Presidente que ainda está a tempo de evitar fazer aquilo que muita gente não quer que aconteça e olhe que são muitos.

Nós até não ligamos ao facto de, se se fizer esta alteração não esteja pronta para as eleições.

 

Senhora Dr. Elsa Grilo, a senhora melhor que ninguém aí dentro da câmara entende este apelo. Por favor exerça alguma da sua influência para evitar que se faça a asneira monumental que se está a querer fazer no Largo da Misericórdia. Apelo aos seus conhecimentos e ao seu bom senso para que tal não aconteça. Elvas agradecerá!

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 23:40
Link do post | Comentar | Ver comentários (14) | favorito
Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

APELO

Sr. Presidente da Câmara Municipal de Elvas

 

Por favor não deixe continuar as obras no Largo da Misericórdia.

Por favor não coloque ali a estátua do D. Manuel.

Por favor seja um pouco mais modesto e oiça as pessoas e não promova outro mamarracho. Haverá muita gente agradecida!

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 23:28
Link do post | Comentar | Ver comentários (10) | favorito

Veja quanto tempo falta para as 5 da tarde

Número de bebedores desde 31-7-2007

Visitor Statistics
camping gear

O Tempo

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs