Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2008

Todos os cidadãos são iguais... Mas há uns mais iguais que outros...

Título adaptado de “O Triunfo Dos Porcos” de George Orwell

 

Logo nas primeira horas de vigência da nova lei do tabaco, pessoas como Presidente da ASEA (tão só uma das entidades encarregues da fiscalização da mesma), foram vistas (e fotografadas) a fumar numa sala do Casino do Estoril, na companhia de outros altos responsáveis da mesma entidade. Para justificar esse acto de desrespeito pela Lei  que lhe incumbe fazer cumprir, vem o senhor presidente da ASAE argumentar que o Casino não está incluído nessa lei.

Por onde quer que tentemos interpretar a Lei, não conseguimos perceber o fundamento desta afirmação, se não vejamos:

-         Se considerarmos o Casino como um local de espectáculo, está prevista na j) do nº 1 do artº 4º

-         Se o considerarmos que é apenas um local de diversão, então enquadra-se na l) dos mesmos número e artigo

-         Considerando que o Sr. Presidente da ASAE teria ido cear, então poderia ter pensado que se tratava de um estabelecimento de restauração, bom mas ainda assim teria que aplicar a q) dos supra citados número e artigo.

Resta-nos pensar que o Sr Presidente da ASAE se encontrava naquele local em serviço, o que o colocaria fora de todas as situações anteriores, nesse casso, teremos certamente uma considerável quantidade de autos levantados pelo Sr. Presidente, a coberto de um qualquer dos pontos citados(é só escolher qual se aplica melhor à situação), e mais um, que o Sr. Presidente, terá certamente levantado a si próprio ao abrigo da b) do ponto 1 do referido artigo 4º que proíbe fumar no local de trabalho. Não sendo este o caso, de duas uma: ou há realmente uma excepção na Lei, que não descortino, e que exclui os Casinos, e estaremos perante uma cedência descarada ao grande capital (leia-se Stanley Hoo), ou as autoridades encarregues de fazer cumprir a Lei, estão elas próprias acima da Lei, que podem desrespeitar a seu belo prazer.

Em qual quer dos casos temos que chagar sempre à mesma conclusão:

“todos os cidadãos são iguais... mas há uns mais iguais que outros...”

 

António Venâncio


Tasca das amoreiras às 19:21
Link do post | Comentar | favorito

O Top das bebedeiras na TASCA - 1

O político nacional

 

Por aqui apanharam grandes bebedeiras o 1º Ministro, os ministros Mário Lino e Correia de Campos, e quase todo o (des)governo, mas a maior foi sem dúvida a da Ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues. Os vapores etílicos que inalou foram tantos que os efeitos estão à vista, pois a bebedeira propagou-se a todo o Sistema Educativo. O seu segundo (Walter Lemos) também ficou num estado lastimável. Pelo número de “bêbedas” que apanhou durante 2007, o prémio é mais que justo. Os votantes foram anónimos, não se vá dar o caso de vir por aí algum processo.

 

 

 

O político internacional

 

Neste grupo a tarefa foi difícil, tal o número de grandes bebedeiras que aqui foram apanhadas. Se foi o Presidente Hugo Chavéz apanhou aqui uma tão grande que nem se conseguia calar Falou, falou até que outro copincha o teve que mandar calar. Outro presidente que aqui esteve nos copos e saiu muito mal tratado foi Robert Mugabe. A deste foi tão grande que acabou por desatinar com os súbditos de Sua Majestade. Estes ficaram-lhe a rezar pelas barbas. Mas a maior de todas e a merecer o prémio foi sem dúvida Bush. Todos nós conhecemos o seu historial das suas relações com o álcool, mas não tem vergonha. Cada vez bebe mais e os resultados estão à vista em todo o mundo. Definitivamente os copos fazem-lhe mal e as ressacas são tremendas. É um caso patológico a merecer internamento. Prevejo que este ano deixe de incomodar, o que já não era sem tempo.

 

 

 

 Amanhã serão anunciados novos prémios

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 00:10
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Maldita cocaína

Atentemos no seguinte:

1-      As drogas são importadas e como tal implica saída de divisas:

2-      Depois de cá chegar dá azo a autenticas máfias que a distribuem e vendem;

3-      Entram de seguida em cena os passadores. Uns pelo negócio. Outros para pagarem o vício;

4-      Finalmente os consumidores que recorrem a todos os expedientes e mais alguns para a adquirirem.

Vejamos agora o seguinte:

1-      Para prevenir o primeiro caso, o governo tem que dispor de meios para evitar que ela cá entre. É a polícia marítima, é a GNR, a Judiciária, etc;

2-      Para combater o que se refere no 2º ponto, são mobilizadas todas as forças policiais e judiciais;

3-      No que diz respeito ao 3º ponto, é colocado para o combate toda uma panóplia de meios;

4-      Finalmente e para “atender” os consumidores, temos as forças de segurança, as autoridades judiciais e as autoridades de saúde.

Combinemos agora os dois grupos anteriores:

1-      Todas as autoridades envolvidas no primeiro caso são desviadas para o combate ao tráfico. Estas poderiam estar ocupadas com outros casos, ou eventualmente o estado não necessitaria tantos meios. Mas não! Quem paga? NÓS!

2-      Para o segundo ponto poderá dizer-se o mesmo que se disse para o primeiro. Quem paga? NÓS!

3-      No terceiro caso, idem. Quem paga? NÓS!

4-      Para o quarto caso, aspas. Quem paga? NÓS!

 

Conclusão:

No final da linha, encontra-se o consumidor, esse pobre “doente” que é apaparicado por todos e do qual todos temos pena. Mas a sociedade como é “justa”, proporciona-lhe todos os meios: fornece-lhe seringas e preservativos, salas de “chuto” com todas as comodidades e assistidos medicamente, metadona e outros compostos para substituir as drogas, etc. E quem paga? NÓS!

 

E eu fumador que PAGO TUDO é que sou o BANDIDO?

 

Nota - Amanhã começarei a publicar os prémios da TASCA às maiores bebedeiras de 2007.

 

Jacinto César

Tags: ,

Tasca das amoreiras às 16:47
Link do post | Comentar | favorito

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs