Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

As Forças Armadas Portuguesas

Se há instituições em Portugal que ainda me merecem todo o respeito, as Forças Armadas são uma delas. Elas poderão ser em menor números que a da maior parte dos países. Poderão estar não tão bem equipadas como quaisquer outras. Poderão até não estar equipadas com as últimas tecnologias militares. São no entanto dignas de toda a nossa admiração.

Se recuarmos até aos anos da Guerra no Ultramar constatamos que sendo nós um pequeno país, conseguimos manter uma guerra em 3 frentes, com poucos Homens, mal equipados, mas que nem mesmo assim voltaram as costas à luta. Nunca nos rendemos e tão pouco perdemos. Só a determinação e a bravura de muitos conseguiu fazer o que fez, mesmo quando tínhamos meio mundo contra nós. Eles foram chineses e soviéticos que forneciam o material aos nossos oponentes (material de melhor qualidade que o nosso, bastando lembrarmo-nos que já tinha mísseis o que para nós era quase ficção) e americanos que lhes davam apoio diplomático e político. O que é certo é que saímos de lá de cabeça levantada, independentemente da justeza da causa. A Pátria chamava-nos e nós fomos.

Actualmente e num passado muito recente, as Forças Armadas foram chamadas a cumprir algumas missões internacionais e o seu desempenho não se ficou atrás de quaisquer outras forças de países bem mais ricos e desenvolvidos que o nosso.

É portanto uma instituição da qual me orgulho como português e de que me orgulho ainda mais por nela ter servido.

Mas como não há bela sem senão, já muitas vezes tive “vergonha” da sua actuação, não como combatentes, mas como executantes da chamada “ordem unida” em várias cerimónias oficiais entre as quais podemos contar com as comemorações do 14 de Janeiro. Somos mesmo indisciplinados. Julgo que todos conhecem aquela história em que uma mãe estava a presenciar um desfile militar em que o seu filho participava e dizia para alguém a seu lado: “Já viu que todos levam o passo errado menos o meu filho?”.

Ainda me recordo de há bem poucos anos aquando da entrega de soberania de Macau à China, a diferença de atitude dos Cadetes portugueses e dos militares chineses. Foi assombrosa.

Contra ao que é meu hábito, deixo-vos aqui um vídeo que vale a pena ver. Trata-se de um espectáculo dado pela Guarda Real Norueguesa. Como militares podem até não ser grande coisa, mas a marcar passo dão cartas.

 

http://www.youtube.com:80/watch?v=7gS7iq3S1ME       

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 00:00
Link do post | Comentar | favorito
8 comentários:
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2010 às 08:46
Então mas você quer comparar o povo norueguês com o português? É que não tem comparação possível...é o mesmo que comparar um Fiat e um Bentley!
Para lhe dar algumas estatísticas da UE... Portugal tem uma taxa de analfabetismo de 7%, na Noruega é 0.1%, Portugal tem uma taxa de iletracia de 70%, a Noruega tem uma taxa de iletracia de 12%...


De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2010 às 09:01
 

O Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, António Serrano, vai estar em Elvas no próximo sábado, dia 6. Este membro do Governo vai proceder à entrega de contratos do PRODER – Programa de Desenvolvimento Rural, numa cerimónia marcada para as 11.30 horas e a ter lugar na Herdade de D. Joana, junto à fronteira luso-espanhola nas proximidades do Caia.


Nas instalações onde vai decorrer a cerimónia presidida por António Serrano, está sediada a "Herdade de Dona Joana Sociedade Agrícola, Lda.”, uma das empresas subscritoras de contratos do PRODER.


Esta sociedade agrícola tem em curso um investimento de 24 milhões de euros, repartidos entre plantação de 253 hectares de pomar (6,8 milhões de euros), plantação de 400 hectares de olival (6,3 milhões de euros), construção de uma central horto-frutícola (6,4 milhões de euros) e construção de um lagar para azeite (4,3 milhões de euros).


No momento da apresentação deste projecto à comunicação social, em Abril de 2007, foi anunciada a criação de 225 postos de trabalho permanentes, mas o projecto admite a necessidade de admitir ainda 450 contratados sazonais.


(in site da Rádio Elvas)


Tiago Abreu, prudente e sábio como ninguém, duvida disto tudo e tem aqui uma má notícia, por duas razões:


- primeiro, porque é um investimento de 24 milhões de euros no concelho, com a criação de centenas de postos de trabalho e Paulinho Portinholas preferia que a desgraça se perpetuasse;

- segundo, porque a Rádio Elvas está a divulgar a notícia e Paulinho é da opinião que estas novidades não deviam ser dadas às pessoas.


De Egas a 6 de Fevereiro de 2010 às 00:41
Será isto um anúncio da Edilidade Elvense? Fazer propaganda de alguém que vem cortar uma fita?


De cantosdacarreira a 5 de Fevereiro de 2010 às 13:19
Aí está um dos sectores onde o estado podia reduzir as despesas do estado,precisamente nas forças armadas,podem-se reduzir 50% não fazem falta nenhuma na presente conjuntura,e podiam reduzir também 50% aqueles que com menos de 50 anos de idade se aposentaram com reformas de mais de 2000euros,isto é uma chularia nacional,e injusto para quem tem que trabalhar até aos 65 anos,deve ser aplicada a formula para as restantes reformas,cada ano de antecipação antes dos 65 anos é penalizado com uma determinada % tal qual outro portugues que trabalhou e contribuiu.


De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2010 às 17:49
Ora aqui está um comentário"à maneira". Nem os ditos burros conseguem zurrar tão bem. Impressionante. Peço desculpa ao animal burro por um comparar com o animal que tentou escrever um comentário. Mais um frustrado que "chumbou" nas inspecções. Se não serviu para militar serve para emitir sons que me nego a adjectivar outra vez.
Como é possível?


De cantosdacarreira a 9 de Fevereiro de 2010 às 09:45
Para o BURRO de 6.2 das 17.49,BUURRO é quem lhe fez as orelhas,porque zurra quando chega a casa e respondem-lhe zurrando,eheh,fui militar o pouco tempo que me quizeram lá,e tinha a vida profissional cá fora pela frente.Nada tenho contra os militares que serviram no ultramar em os outros que fazem a sua vida nas forças armadas,tenho amigos oficiais uns no activo e outros reformados e muitas vezes falamos acerca do que comentei. Pela modo como escreve e a linguagem que aplica posso deduzir que é de baixa cultura e educação,logo posso deduzir que se trata de um BURRO SARGENTO,daqueles que tenho que governar o resto da vida,OU NÃO.Passo a transcrever um artº do DN de ontem;DEFICE DE 290 MILHÕES NAS PENSÕES DAS FORÇAS ARMADAS,números :o número de beneficiários ,fora do activo,CRESCEU 10%,o BPI gestor do fundo de pensões só teré disponiveis 10 milhões de euros-cerca de 40% do toal necessário até ao fim do ano,uma vez que os encargos terão superado os 33 milhões(mais de 30% em relação a valores de 2008),sendo as responsabilidades do fundo na ordem dos 300 milhões de euros(num universo de 14000 beneficiarios) em 2009,significa que há um défice de 290milhões.Note-se que os 300 milhões de euros de responsabilidade global do fpm correspondem a um acréscimo de 10%(não compensado com fontes de financiamento adicionais"estado").Com as dificuldades do país era de exigir um esforço a todos os portugueses,parece que pela mente deste BURRO SARGENTO isso ainda não passou,mas deixo este comentário para o esclarecer e concluir que é mesmo um BURRO SARGENTO. 


De Anónimo a 10 de Fevereiro de 2010 às 20:11
Não acertou! Que pena!!!! Mais uma vez mostrou a sua falta de inteligência na interpretação de um texto tão simples! Não o Sr não é burro, lamento. É mesmo asno! Porque diz e nega com uma facilidade arrepiante. Continue a advinhar a minha profissão, com a sua capacidade de raciocínio, pode ser ....
Como é possível?


De cantosdacarreira a 11 de Fevereiro de 2010 às 12:54
parece que o BURRO SARGENTO,não leu o meu comentário,então temos um BURRO que não é sargento,na tropa ??-Já sei BURRO "IMPEDIDO",acertei em cheio ,mas não vou perder tempo contigo PALHA,MT PALHA para o almoço e depois mete água,que é o que IMPEDIDO faz com facilidade,mete água . 


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs