Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 25 de Outubro de 2009

Ainda o Casamento Homossexual

Se Sócrates está cheio de pressa, parece que o homem dos PPR’s não tem menos. Veja-se:

 

"Não deve haver referendo sobre esta matéria. Isso seria retirar a essas pessoas a possibilidade da escolha sobre si próprias", afirmou o líder do Bloco de Esquerda, partido que já entregou no Parlamento um diploma para legalizar os casamentos homossexuais.”

 

Mas para que corre esta gente tanto em prol de uma causa fracturante da sociedade portuguesa? Será que o país está doido? Será que não temos mais em que pensar?

Porra, se a célula básica de qualquer sociedade e que é a família já está como está, aonde é que esta gente nos quer levar?

Agora é o casamento e depois a adopção de crianças!

Para onde vai caminhando a sociedade ocidental? Para o caos? Para a destruição?

 

Há por aí muito boa gente que acredita que a história não se repete. Não? Vejamos. Geograficamente perto de nós olhemos para as civilizações Gregas e Romana. Como é que sociedades evoluídas que eram caíram como caíram? Atentemos nos Romanos nossos “parentes” mais próximos.

Como todos sabemos, estes, dominaram a Europa de sul a norte. Eram possuidores de conhecimentos que iam da filosofia passando pela matemática, das tecnologias passando pelas artes, do direito à organização social. Resumindo, para aquela época, e estamos a falar de há mais de dois mil anos, era uma sociedade extremamente evoluída. Aos poucos entrou em degradação até cair. Sabem o que veio a seguir na Europa? A Idade Média. A época das trevas e do obscurantismo. E perguntamos nós como é que tal aconteceu? Pois é, e que aconteceu à civilização Grega? E aos Egípcios? E às culturas sul americanas como os Mais, Aztecas e outras?

 

E para onde caminha a civilização ocidental? Para onde estamos a evoluir?

Será que a história não se irá repetir? Eu gostaria muito que não, mas que estamos a dar passos muito largos nessa direcção, estamos.

 

Venha lá esse casamento entre homossexuais!

Venha de lá a adopção de crianças por estes!

Já agora façam como os espanhóis e passem das dez para as catorzes semanas para se poder abortar!

Legalize-se também o aborto a menores de dezasseis anos mesmo contra a vontade dos pais! (as espanholas com esta idade podem abortar livremente, mas estão impedidas de comprar um maço de cigarros ou consumir álcool)

Ai Salazar, Salazar, volta que estás perdoado!

 

PS – Já agora gostava de ouvir a opinião dos socialistas e bloquistas de Elvas. Era bom que nos esclarecessem! Senhor Presidente Rondão Almeida e Senhor Luís Pedras, não seria de toda a utilidade explicarem aos vossos eleitores a vossa opinião?

 

 

Jacinto César      

 


Tasca das amoreiras às 22:54
Link do post | Comentar | favorito
26 comentários:
De bruno a 25 de Outubro de 2009 às 23:44

Sim, concordo com o que está em causa que é a legalização do casamento homossexual. Não é adopção de crianças pelos homossexuais nem muito menos do aborto, assunto esse que ninguém se pronunciou e n entendo porque de estar a misturar coisas tão diferentes.


Ah e se falo como falou de Saramago por este ter as ideias e os ideais que tem sobre temas como a bíblia entre outros também devia de ter mais cuidado pelo menos ao dizer


"Ai Salazar, Salazar, volta que estás perdoado!"


Com estas palavras eu também lhe poderia dizer pelo menos (entre muitíssimas outras coisas) que o Sr. Jacinto concorda com o atraso de pelo menos 30 anos que o nosso país leva en relação a muitos outros paises como por exemplo a Holanda que essa como entre outras coisas são legais e em que tudo funciona...


Gostava que falasse com a minha avó que ela lhe explica quem foi Salasar para ela por exemplo…



 


De Tasca das amoreiras a 26 de Outubro de 2009 às 00:44

Caro Bruno


 


Como julgo saber a quem estou a responder, sabes que aquilo que dizes não ser verdade já que me conheces e nunca me viste fazer a apologia de Salazar ou de ditaduras do mesmo tipo.


Para a próxima vez que apareças para jantar, dou-te a comida que costumavam dar aos presos políticos no Tarrafal.


 


Jacinto  



De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 01:01
Na seja assim
a minha opinião.
Não vejo qualquer problema no casamento de pessoas do mesmo sexo. E sim sei que tambem é a sua. O que acho é que mesmo metaforicamente falando utilizar o nome de uma pessoa como salazar neste caso parece-me um pouco mal.
Mas não se chatei.
Um abraço


De Luís Pedras a 25 de Outubro de 2009 às 23:53

Luís Pedras
o comentário que faço sobre esta questão que refere que é fracturante, é simples, honesto, objectivo e também muito frontal:
será que é agradável viver "orgulhosamente só", será que esta recusa em enfrentar a evolução natural de uma sociedade é benéfica para um futuro que se quer promissor e moderno, fico surpreendido, estupefacto com a sua dialéctica existencial, não é honesto da sua parte reiterar este tipo de opinião, porque revela acima de tudo intolerância e falta de cultura democrática, porque a liberdade deve ser abordada no seu todo e não circunstancialmente, ou ao sabor da corrente, todo o Homem deve poder ter liberdade de escolha independentemente dos paradigmas ou valores que perfazem a cultura do grupo onde está inserido, pela sua ordem de ideias, o senhor recusa abordar todos os tabus da nossa sociedade, e a eutanásia? será dignificante para a condição humana prolongar o sofrimento em prol de valores estereotipados , a união de facto entre duas pessoas do mesmo sexo é um direito que assiste a qualquer cidadão numa sociedade moderna e democrática, não compreendo quando faz referência a um ditador, que amordaçou e oprimiu o povo durante décadas, é vergonhoso ter esta referência para debater uma matéria que não adianta ocultar, esconder a cabeça na areia é um mau presságio e em nada dignifica este espaço de discussão, o senhor apreciava ver mulheres a serem julgadas na praça publica, o santo oficio, o salazar e os velhos do restelo já não fazem parte deste tempo, foram banidos por uma simples palavra que consegue trespassar galáxias e cordilheiras como uma flecha incendiária e que se apodera do coração dos povos, uma simples palavra que move multidões e continentes, LIBERDADE 


De bruno a 26 de Outubro de 2009 às 00:05
Assino por baixo amigo Luis Pedras.


De Tasca das amoreiras a 26 de Outubro de 2009 às 00:38

Haja Deus, finalmente comentários sérios e que se prestam ao debate de ideias. Obrigado. Vamos então ao assunto!


 


Caro Luís Pedras


 


Há no seu comentário duas referências ao que escrevi que presumo não ter entendido ou então eu não me expliquei bem.


O apelo que fiz a Salazar não passa de uma metáfora, pois como me conhece, sabe perfeitamente que vivi ainda essa época e à qual não quero DE MODO NENHUM voltar. Sobre isto penso não ser necessário falar mais no assunto.


Agora em relação ao “casamento” de homossexuais, aí também não entendeu. Como disse anteriormente, conhece-me, mas não o suficiente para saber que se há pessoas tolerantes em relação a tudo, eu sou uma delas. Não tenho preconceitos de nenhuma espécie em relação às raças, religiões, convicções políticas (democráticas) ou de sexo. Admito todas as diferenças com a maior das naturalidades próprias de uma pessoa civilizada que penso ser.


Então para mim o que é que está mal nesta história toda? A palavra CASAMENTO! É isso que me faz ficar por vezes revoltado, para não dizer furioso. Eu explico-me melhor. Eu concordo que pessoas do mesmo sexo se juntem, que vivam em comunhão, que haja uma forma legal de unir essas pessoas. Agora chamarem-lhe casamento é que não. E porquê? Porque deturpa o verdadeiro significado da palavra. Chamem-lhe o que entenderem, inventem uma palavra nova, mas casamento NUNCA! Mais, acho que a união de duas pessoas do mesmo sexo, desde que legalizada, tenham os mesmos direitos e deveres de um casal heterossexual, menos a questão da adopção de crianças. O meu amigo já reparou que se tal fosse possível os problemas tremendos que se iriam criar às crianças? Já reparou qual seria o trauma que se criaria a uma criança que por exemplo ao chegar à escola e lhe perguntassem como se chama o pai e a mãe, facto normalíssimo e corrente, a criança ter que dizer que tinha dois pais ou duas mães? Já pensou o que seria uma menina ser adoptada por um casal masculino, como é que estes lhe explicariam certas coisas normais para uma conversa entre mãe e filha?


Caro amigo Luís Pedras, isto nunca, jamais, em tempo algum, como me ensinaram na escola.



De Someone a 26 de Outubro de 2009 às 12:40
Sr. Jacinto César

Vejo que nesta matéria as nossas opiniões divergem. Eu sou a favor do casamento e adopção de crianças por parte de homossexuais. Quando se refere à utilização da palavra "casamento" no caso dos homossexuais, não vejo contrapartida alguma. Casamento não é a união de DOIS SERES que se amam e completam? Para além disso hoje em dia casamento já não implica um envolvimento de uma determinada religião, mas sim mais um envolvimento espiritual sem qualquer vertente cristã, mulçumana, seja aquilo que fôr. A homossexualidade está presente em todas as espécies do planeta. Sabia? Quando se diz que a homossexualidade é "anormal", então porque é que se verificam casos na natureza de diversos indivíduos de vários géneros e espécies? E mais, estudos revelam que "para onde caminhamos" como o Sr. diz, é para a bissexualidade. Sim... estranho, não é?

Em relação ao "trauma" que o Sr. refere nas criança, estudos também revelam que as crianças adoptadas por casais homossexuais, são tão ou mais felizes que crianças adoptadas por casais homossexuais. O que interessa é o amor que se dá. Visto nesse ponto de vista, será que uma criança que é criada por uma avó e por uma mãe também irá dizer na escola que tem duas mães, certo? No caso de uma menina ser adopatada por um casal de homossexuais masculinos, estariam capacitados de falar com essa menina sobre assuntos de "mãe e filha" tal como um pai solteiro. Aliás, os homossexuais por vezes são pessoas bem mais sensíveis que alguns heterossexuais.

Sou heterossexual, casada e feliz. Porque não deixar outros seres que apenas diferem na escolha sexual, também o serem?

Cumprimentos e continue


De Tasca das amoreiras a 26 de Outubro de 2009 às 13:31

Cara Someone


 


Jamais me ouviu dizer que ser-se homossexual é ser-se anormal. Anormal será quem diga tamanha enormidade. Por aqui estamos conversados.


Quanto ao facto de dois seres se “amarem”, se “quererem” e de quererem partilhar as suas vidas, qual é o problema? Acho que fui bastante explícito quanto a este assunto, mas não confundamos as coisas pois o que lamento é a palavra “casamento”. Não é uma questão religiosa como tenta fazer querer, mas de princípios. Imagine que um intelectual maluco qualquer se lembra de dizer que a partir de agora aquilo a que se chama homem passará a designar-se por mulher e vice-versa. Que diria a minha amiga? Por acaso já reparou há quantos anos andamos com o acordo ortográfico às costas e não andamos nem desandamos? Se o dicionário de português (e das outras línguas) é muito claro na definição, porquê alterá-lo?


Quanto à adopção, desculpe, nunca! Pode evocar os estudos que entender que eu arranjarei outros tantos a dizer o contrário. Não, jamais aceitaria tal situação. Se as famílias mono parentais já têm os problemas que todos nós sabemos, como seria a educação de uma criança num caso destes?


 


Continue a aparecer por cá


 


Jacinto César



De Someone a 26 de Outubro de 2009 às 22:12
Sr. Jacinto

Sem dúvida que temos pontos de vista diferentes no que diz respeito a este tema.

Respeito as suas convicções.

Cumprimentos


De Luís Pedras a 26 de Outubro de 2009 às 15:23

Caro Jacinto
Em primeiro lugar gostava de lhe dizer, que foi com muita satisfação e prazer que li as referências que faz aos comentários que considera sérios e com muita essência para tornar este forum de debate mais enriquecedor e ao mesmo tempo esclarecedor, porque de facto por vezez surgem alguns comentaristas que de uma forma dúbia e inculta fazem baixar o nivel de discussão a indices pouco próprios, revelando por vezes indelicadeza e mais grave ainda ofensa e difamação. por isso mesmo mesmo recomendo a esses comentaristas que vão ao dicionário da lingua portuguesa o sinónimo da palavra "ASSERTIVIDADE". Quanto ao tema em sí, é por si só complexo para a cultura latina, e muito mais complexo para paradigmas conservadores como os da sociedade elvense, os valores da sociedade portuguesa estão em constante mutação, os estudos sobre o comportamento de crianças adoptadas por casais homosexuais, ainda não revelaram nada que contrarie o sucesso da educação destas crianças, trata-se pura e simplesmente de uma questão cultural, eu próprio ainda não tenho uma opinião já consolidada na defesa destes valores apesar de defender intrangentemente a liberdade de escolha de todos os homens independentemente de valores culturais que uma sociedade defenda, esta é uma condição "si ne qua non" para dignificar o carácter universal do homem, por outro lado penso que já é tempo de se enfrentarem estas questões sociais sem preconceitos em nome da modernidade e da evolução mental dos portugueses, estes problemas não se podem ocultar mais porque eles existem e fazem parte do nosso quotidiano, não se pode adiar mais o inevitável, todas as pessoas têm o direito de decidirem sobre si próprias, tal como o aborto respeitanto sempre critérios cientificos, o que nos distinguem dos outros animais é sem duvida alguma a nossa percepção da vida e da própria morte, a nossa intelectualidade, que direito assiste a alguém para decidir sobre o outro? A liberdade é sem duvida alguma a razão da nossa afirmação como Homem.


De Anónimo a 31 de Outubro de 2009 às 12:36
Porque não autorizar e legalizar a POLIGAMIA? "liberdade de escolha de todos os homens independentemente de valores culturais que uma sociedade defenda" eu não quero ser assertivo mas tenho que ser,  o homem do BE  só diz banalidades para defender o casamento homo "todas as pessoas tem o direito de dicidir sobre si proprias" os mulculmanos tem na sua religião consentida a poligamia aí o mulculmano europeu tem todo o direito de casar com várias mulheres com pleno direitos.
Ou para os muculmanos a sua frase "já é tempo de enfrentarmos estas questôes sociais sem preconceitos em nome da modernidade e da evolução mental dos portuguses" .
Quando um filho de um homoxesual festejasse o aniversário voce deixaria ir um filho seu a casa dele para a festa de aniversário?


De Luduvicus a 31 de Outubro de 2009 às 23:39

veja a proposta do BE no blocoesquerdaelvas.blogspot.com , aí pode dissipar todas as duvidas, seja mais responsável, não fale por falar, não confunda os assuntos, o discernimento é uma arma para a saber viver...!


De Tasca das amoreiras a 26 de Outubro de 2009 às 00:38

Para finalizar não entendo qual o problema do referendo sobre o assunto. Na Suiça tudo se resolve assim e não me venha dizer que este país vive em ditadura.


Caro amigo, continuarei a defender as minhas ideias de todas as maneiras. Continuarei a debater o assunto consigo quando e onde quiser.


Já agora os meus parabéns pelo novo blog cá da terra.


 


Jacinto César  



De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 02:30
"Ai Salazar, Salazar, volta que estás perdoado!" ... "apoiado... muito bem...pois concerteza..."  ... ... ...  pois é, tudo são palavras de um velho salazarista... em Psicologia são tendencias recalcadas...
ABRIL SEMPRE 


De O filho + novo do Zépovinho! a 26 de Outubro de 2009 às 07:18
Ora pensem neste exemplo...
 
"Professora-Olá Carlinhos qual o nome do teu pai e da tua mãe diz lá aos teus colegas!
Carlinhos-O nome do meu pai é António e a minha mãe chama-se Chico.
Professora-Agora tu Sofia!
Sofia-A minha mãe chama-se Emilia e o meu pai chama-se Carolina!"
 
Isto já a pensar que depois do casamento vem a adopção...
Sou contra o CASAMENTO entre homossexuais e não estou a vêr nenhum Padre a aceitar casar estes casais...
 
Tenho dito...


De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 14:23
Rondão Almeida foi empossado presidente da Câmara Municipal de Elvas, no sábado passado, para o quinto mandato seguido.
José Sócrates foi empossado primeiro-ministro, esta tarde, para o seu segundo mandato seguido.
A Cimeira Ibérica deste Outono é em Elvas, com Rondão a receber Sócrates e Zapatero.
Por mais que os portinholeiros desenvolvimentistas tivessem dito o contrário, eles aí vão estar! 


De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 14:25
Rondão já marcou uma conferência de imprensa, para responder ao desafio de Jacinto César.
Segundo fontes geralmente bem informadas, Luís Pedras vai marcar ontra conferência do mesmo género e com a mesma finalidade.
Na blogosfera elvense, o TAS CA pede e os políticos respondem!
Vivó Jacinto!


De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 14:44
Por acaso, é verdade.
Tiago Abreu e Francisco Vieira andaram muito juntinhos nas posses.
Já é caso para descofiar, esta aliança CDS/PCP.


De Luís Pedras a 26 de Outubro de 2009 às 15:45

Caro anónimo
não sei onde se informou ou baseou para dizer que vou esclarecer ou tomar posição publica (conferência de imprensa) sobre o assunto em epigrafe, até agora nunca deixei que decidissem por mim, vou provavelmente falar sobre o assunto quando se justificar e me for solicitado, uma vez que a posição do BE já está bastante clara, e a prova mais recente foi o retomar da proposta anteriormente apresentada na AR, por outro lado se quiser esclarecimentos adicionáis proponho-le que adquire o programa do BE que se encontra disponivel no site oficial do partido (15 euros). sem mais assunto subscrevo-me com a mais elevada estima e consideração. Luís Pedras


De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 15:48
Luís Pedras, como prova o comentário acima, é um verdadeiro "passarinho": onde lhe cheira a "trigo", está lá a "bicar"...


De ANONIMO a 26 de Outubro de 2009 às 15:53
Tu meu pauzinho mandado tens é que dizer ao teu dono para te mandar vir aqui mais a responderes por ele visto que ele não tem pinta nem qualidades para reportar em nenhum blog aqui na net por isso diz ao rei para ir fazer uma formação de informática para vir aqui debater ideias e deixa -te  de ser lambe botas .
O Pedras  ainda teve a coragem de debater este e outros temas mas o teu dono não sei se o teria com tanta frontalidade como o Pedras.


De Anónimo a 26 de Outubro de 2009 às 16:05
Sabes o que é governar um Concelho? Não? Bem me parecia que tu não sabias!
Mas é o que Rondão Almeida faz. Por isso não tem tempo para blogues.
Pedras, não te transformes no novo Tiago Abreu. O outro não ganhou nada com isso, como mostraram os resultados eleitorais.
Se tu estás frustrado com os teus resultados, pede ao Alcides que te dê o lugar na Assembleia Municipal e assim fica tudo como dantes.


De Luís Pedras a 27 de Outubro de 2009 às 00:54

Caro anónimo
O comentário que faz revela acima de tudo um QI , do mais baixo que tenho visto ultimamente, o carácter que transparece nas palavras que com esforço escreve, transmite aos outros comentaristas uma personalidade ridícula , sectarista e acima de tudo sem argumentos, se ao menos desse a cara e despisse a "camisola do anonimato " ainda lhe dava alguma atenção, mas a falta de coragem é por vezes sinónimo de inquietação, limpe o espelho da poeira, para ver se consegue ver o reflexo da sua verdadeira imagem...tenha cuidado com as palavras porque nesta cidade tudo se sabe, á muitas raposas dentro do galinheiro...se quer debater assuntos sérios aqui estou para aportar ideias, propostas, sugestões e argumentos, se não entende aquilo que pretendo não vale a pena, perder tempo dirigir-se a mim ok?


De antiego a 9 de Novembro de 2009 às 15:38
"Pois é, e que aconteceu à civilização Grega? E aos Egípcios? E às culturas sul americanas como os Mais, Aztecas e outras?"

toda a gente sabe que as grandes civilizações terminaram todas da mesma forma: devido à proliferação consentida de paneleiros, qual gripe A epidémica.


De Anónimo a 25 de Julho de 2010 às 23:56
Imaginem estarmos a passear num jardim com a esposa ou marido, acompanhados pelos filhos que tem entre 5 e 10 anos e entretanto depara-mo-nos  com um casal homossexual aos beijos em plena luz do dia...
Os valores sociais já não são o que eram e acarretam consequências gravíssimas, vejamos a nossa actual juventude e olhemos para o futuro que poderão vir a ter. Existem estudos que dão por certo o fim da civilização/sociedade europeia em poucos anos. Com este tipo de mudanças na sociedade não prevejo o contrário. Para uns serem respeitados à força a maioria é desrespeitada.  


De antiego a 26 de Julho de 2010 às 11:02
E se se depararem com um casal heterossexual aos beijos?


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs