Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 13 de Setembro de 2009

A pré-campanha eleitoral

Agora que acabou a pré-campanha eleitoral dos grandes e acabaram os debates televisivos, poderemos fazer uma primeira análise do que se passou.

Antes disso, gostaria de analisar os resultados da sondagem feita pala RTP – Universidade Católica cujos resultados são os que todos conhecem.

1 – A sondagem deu-nos um empate técnico entre os dois maiores partidos com uma vantagem de mais ou menos 2% do PS sobre o PSD. Sondagens são sondagens e valem o que valem. O PS aparece em 1º lugar com 37 % dos votos.

2 – O mesmo estudo e com o mesmo público-alvo além da sondagem fez mais uns quantas perguntas aos virtuais votantes. Uma delas é muito curiosa e perguntava aos inquiridos sobre a credibilidade e honestidade dos líderes. Surpresa das surpresas, José Sócrates obtém 37% de opiniões favoráveis e 55% de desfavoráveis, enquanto Manuela Ferreira Leite tem 53% de opiniões favoráveis e 33% de desfavoráveis.

Que significa isto? Podemos achar que o candidato José Sócrates é desonesto e pouco credível e que Manuela Feira Leite é honesta e credível. Sendo assim pode-se inferir que o público-alvo apesar de confiar mais na líder do PSD, vai votar PS, não se importando que José Sócrates não seja de confiança. Isto faz-me lembrar um amigo meu que mora em Oeiras que me diz que sabe que Isaltino de Morais é um grande aldrabão mas fez por aquele concelho o que ninguém tinha feito antes. Não entendo o povo.

Como isto já vai longo, o resto fica para amanhã.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 23:35
Link do post | Comentar | favorito
14 comentários:
De MF a 14 de Setembro de 2009 às 00:19
Realmente é difícil entender o povo! Em Elvas não é entendível que alguém vote em Ferreira Leite, essa senhora que quer travar o desenvolvimento do Alentejo e da nossa cidade!


De Tasca das amoreiras a 14 de Setembro de 2009 às 08:51
Caro MF

Como?
Fechando a Maternidade, o Quartel, o Instituto de Vila Fernando e o GAT?
Já não pode o Actual Primeiro Ministro já tratou disso!...
Antes de votar PS é que deve haver o cuidado de ver o que ainda falta fechar em Elvas, para sabermos o que ainda nos podem levar.

António Venâncio


De MF a 14 de Setembro de 2009 às 13:45
Sr. Prof. António Venâncio

Fechou a Maternidade (lembre-se que foi o Guterres que a abriu) mas as nossas mães vão parir a Badajoz a 5m com melhores condições onde antes só iam os ricos;

Fechou o Quartel com 90 militares e abriu um Museu Militar com 80;

Fechou o Instituto de Vila Fernando com 8 internos e vai abrir uma prisão de alta segurança com mais postos de trabalho que Vila Fernando tem habitantes;

A sua amiga Ferreira Leite que fechar um projecto (que até assinou) que é fulcral para o desenvolvimento do Alentejo e muito em especial de Elvas. Portanto se é um dos poucos elvenses que incrivelmente está contra o projecto do TGV e devia ter vergonha da sua posição!


De Tasca das amoreiras a 14 de Setembro de 2009 às 16:02

Caro Mf


 


Qual prisão?


Uma "promessa" para 2008 que foi retirada do PIDAC?


Eu falo de casos concretos. A prisão é uma promessa não cumprida.


Quanto ao TGV, remeto-o para o texto que aqui escrevi aesse propósito.


De qualquer modo, qual é o impacto para o Alentejo do TGV? Se me falar do comboio de mercadorias e da plataforma logistica a conversa é outra.


Já agora diga-me qual foi o contributo do governo Sócrates para o desenvolvimento de Elvas? Apenas um exemplo.


Quanto ao quartel, não vale a pena tapar o sol com a peneira, talvez não se lembre, mas eu lembro-me bem dos juramentos de bandeira em Elvas. Não estamos certamente a falar de 90 militares!...


Sei que este governo foi lesto a fechar organismos em Elvas, das instituições que anunciou é que não há notícias.


 


António Venâncio





 



De Anónimo a 14 de Setembro de 2009 às 23:39
Venancio... o leiteiro de serviço!


De Anónimo a 15 de Setembro de 2009 às 11:33
Sócrates consumou os encerramentos que o PSD preparou. 
Ao contrário de Ferreira Leite, Sócrates cumpriu os compromissos assumidos pelo Governo que lhe antecedeu.


De Anónimo a 14 de Setembro de 2009 às 15:45
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<BR class=incorrect name="incorrect" <a>Prof</A> Venâncio,

Tentar vingar-se do Governo, só porque abanou a sua classe profissional, demonstra falta de objectividade para ver os problemas locais: o TGV e a plataforma logistica são o pão da nossa boca.
Esconder isto é fazer o papel do ridicúlo.



De Tasca das amoreiras a 14 de Setembro de 2009 às 16:09

Caro anónimo


 


Se ler o que escrevi a propósito verá que não sou contra esta linha de TGV, desde que se prove que não é mais um "elefante branco".


Não devemos confundir no entanto plataforma logística com TGV. São duas coisas diferentes.


Querer misturar as duas coisas é, isso sim, falta de objectividade.


 


António Venâncio




De JB a 14 de Setembro de 2009 às 21:48

Mas é claro que o TGV não vai trazer benificio nenhum à Cidade de Elvas. Já alguém escreveu e muito bem neste ou noutro blogue da cidade, que andaram anos a matar a linha ferróviaria do país e agora querem fazer o TGV, mas só com um intuito, para no futuro se falar que foi o PS o pai do TGV. Quanto à plataforma logística, pergunto qual é presentemente o fluxo de utilização das actuais estruturas ferroviárias para e da cidade de Elvas do/para o país e Espanha? Dizer que o dito é o pão da boca dos Elvenses é hilariante seja em que contexto for. É claro que o TGV acabará por se fazer e será como os campos de futebol para o Euro, estão às moscas e há um que nem se joga nele. A modernização de Elvas passará sempre pela sua própria evolução e não pela decadência dos seus serviços. Vão-se fazendo promessas conforme as conveniências e o mais grave é que ainda existe quem acredita e bate o pé a quem ouse dizer o contrário, usando mesmo o insulto.


De Anónimo a 15 de Setembro de 2009 às 00:00
A Dra Ferreira Leite tem carradas de razão.
Só pessoas facilitistas e vendedores da banha da cobra têm uma visão cega do presente e do Futuro.
Sócrates e o TGV  são a mesma pessoa.
Portugal somos todos Nós e não queremos procriar pagadores de dívidas de Sócrates.  


De Anónimo a 15 de Setembro de 2009 às 00:20

Tanta carolice junta, são pensamentos retrógrados como estes, que fazem com que o nosso país seja dos mais atrasados da Europa.


Sabem o vai vir a seguir ao TGV em Badajoz, vai ser um aeroporto, e nós ainda vamos estar a discutir se devem ou não fazer a estação de mercadorias e a ligação a Lisboa, vamos continuar a ser os atrasados do costume.


Se é assim tão mau porque razão os países mais desenvolvidos da Europa têm a alta velocidade ferroviária seja ela de transporte de passageiros ou mercadorias?


Já agora e falando de em obras não vejo o senhor Venâncio escrever sobre as melhorias que vão ser feitas na Escola Secundária de Elvas, ou será que não interessa falar sobre isso. Se calhar é porque foi este governo PS que teve a coragem de melhorar!



De Anónimo a 15 de Setembro de 2009 às 14:52
Mas os comentários do Venâncio, sempre no mesmo sentido e com alinhamento fixo, enganam alguém?...


De Tasca das amoreiras a 16 de Setembro de 2009 às 00:05
Caro Anónimo

Ao países mais desenvolvidos da Europa têm TGV?
Ou os pises maiores e da Europa têm TGV?
É que parece que a Dinamarca, a Noruega, a Suécia, a Suíça não têm TGV! Será que os podemos classificar de países atrasados?
Claro que, dir-me-á, mas a Espanha, a França, a Alemanha e Inglaterra têm TGV e são países desenvolvidos. Tem toda a razão. E também têm uma área territorial incomparavelmente maior, e cidades distando umas das outras novecentos a mil quilómetros e com muitos habitantes.
Ao que parece estamos a falar de grandes distâncias a percorre e de muitas pessoas para percorrer essas distâncias, para as quais um TGV significa grandes economias de tempo, que se medem por horas e não em minutos, e para muitas pessoas a transportar.
São além disso países com possibilidades económicas que Portugal não tem, e que têm uma indústria própria de material circulante, o que significa reinvestir na sua própria indústria os fundos europeus para as redes Transeuropeias. E nós? Como até a emprese que se prepara para ganhar o concurso é espanhola, vamos receber os fundos para os entregar juntamente com a comparticipação portuguesa a essa empresa e a quem fornecer o material circulante.
Será que em Portugal, para ganhar 15 minutos entre Lisboa e o Porto se justifica um TGV?
Será que há um número suficiente de passageiros para justificar, não a construção, mas os custos de exploração do TGV?
Se compararmos o movimento na A6 com o movimento por exemplo entre Paris e Bordéus ou entre Madrid e Barcelona, onde já existe um TGV a fazer o percurso em paralelo, veremos que o número de pessoas que se desloca nesses percursos é incomparavelmente maior.
O número de aviões a fazer o trajecto entre as mesma cidades é também muito mais elevado do que os que fazem o trajecto Lisboa Madrid, apesar da concorrência do TGV.
Quantas pessoas estarão dispostas (e terão condições) para pagar um bilhete de TGV para ir de Lisboa a Madrid?
10% dos que o fazem hoje de carro?
15% ? .
20% ?
E dos que vão de avião?
Será que chega para que o TGV sobreviva sem recurso aos subsídios do Estado?
Não sei se sou a favor ou contra alinha de TGV Lisboa Caia.
Sei que para poder tomar uma posição consciente teria que conhecer a resposta a estas perguntas.
Quanto à questão que me coloca relativamente às obras da Escola (apesar dos incómodos que me causam e de ter gasto 13 dos meus dias de férias a preparar as coisas para as obras) ainda não me viu escrever nada contra. Contrariamente ao ilustre anónimo não sou contra ou a favor porque vem de um lado ou do outro, limito-me a comentar situações concretas e a estar de acordo com umas e contra outras de acordo com a minha interpretação e a minha consciência, venham donde vierem.
A renovação do parque escolar, principalmente no que se refere às escolas mais antigas, era uma necessidade. Além disso é um investimento que, sendo as empresas e os trabalhadores maioritariamente portugueses, contribui de forma significativa para reanimar a nossa economia numa altura de crise. Pena é que nalguns aspectos haja tantos desperdícios e alguma desadequação ás necessidades reais de alguns sectores, mas o óptimo é inimigo do bom, e a realidade é que, em termos gerais a escola vai ficar bem melhor. Pena é que não se possa dizer o mesmo das orientações superiores para o seu funcionamento.

António Venâncio




De Anónimo a 16 de Setembro de 2009 às 23:48

Caro senhor Venâncio li com atenção a resposta ao meu comentário, e tenho a dizer o seguinte:


É verdade que a dimensão geográfica de Portugal, não justifica uma rede de alta velocidade ferroviária. No entanto não podemos pensar só na nossa dimensão, temos que entender que esta ligação Madrid – Lisboa, liga-nos (nós Elvenses) à Europa. Já pensou que uma pessoa que apanha o comboio no Caia  três horas depois está em Paris! não acha que o Alentejo e os Elvenses merecem esta mais-valia.


Um Elvense para viajar para a Europa descansado sem ter que conduzir tem que ir de autocarro, com todos os incómodos que sabemos. Ou então viaja até Lisboa ou Madrid e vai de avião.


Caro senhor nós Elvenses e o Alentejo merecemos este investimento, na nossa região nunca se fazem grandes investimentos, o futuro da nossa região passa por esta obra. Mentalize-se duma coisa se quer ver Elvas acompanhar o crescimento de Badajoz, e serem praticamente uma só cidade, no bom sentido do exemplo, este comboio tem que passar a fronteira, senão, vamos continuar a sentir a mesma diferença de sempre que vamos a Badajoz, que é entrar num “mundo” completamente diferente.


Nota: Uma empresa espanhola prepara-se para ganhar o concurso publico da obra do TGV, porque as empresas que concorreram são as mesmas do costume, e estão habituadas aquilo que todos sabemos…    



Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs