Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Home

Ainda a profissionalização

 

Pessoa amiga, depois de ter lido o meu texto de ontem, alertou-me para o facto de existir uma arqueóloga nos quadros da Câmara Municipal. Segundo essa fonte, a referida arqueóloga está ou esteve colocada no Arquivo Municipal.

Afinal o problema não é só a falta de profissionais nos vários sectores como ontem afirmei, mas pior do que isso, é ter na “prateleira” uma pessoa qualificada. Não conheço a senhora, que pelos visto já está colocada na câmara há um par de anos, mas eu no lugar dela sentia uma frustração enorme em não estar a fazer aquilo para o qual foi contratada. O trabalho de um arqueólogo é no “campo” e não numa secretária. Isto é esbanjar dinheiro. Senhor Presidente, assim não vamos lá!

 

Home

                               

Apesar de ser um viciado em cinema, não gosto muito de recomendar nenhum filme, a não ser às pessoas da minha intimidade. Aquilo que é bom para uns pode não ser bom para outros e vice-versa.

Acontece que neste último mês vi um filme (documentário) que merece que se fale nele.

Há cerca de um mês atrás chegou-me às mãos uma cópia em inglês do referido comentário. Ainda se falava pouco dele. Fiquei impressionado. Há uma semana atrás o documentário foi passado em todo o mundo pelas televisões oficias e como não podia deixar de ser passou também na RTP. Dois dias seguidos: um dia na 2 e no dia seguinte na 1. Claro que voltei a vê-lo, e desta vez falado em português. Não resisti à tentação e acabei por comprar o original (por 5€ na FNAC, passe a publicidade) em alta definição.

Mas o que queria referir é o seguinte: por mim tornava o documentário de visionamento obrigatório para toda a gente e principalmente nas escolas. Está dividido fundamentalmente em três partes: como era o mundo há 40 milhões de anos, a sua evolução a partir do aparecimento do homem há 20 mil anos atrás e finalmente para onde caminhamos.

É dum realismo e pragmatismo atroz! Se por um lado é duma beleza só comparável a outro documentário de seu nome BARAKA, com uma imagem e música esplêndida, por outro lado deixa-nos a pensar e a fazer “contas pelos dedos”. Não traumatiza ninguém, mas lá que nos deixa angustiados, isso deixa.

Só que nós tratamos tão mal o mundo em que vivemos, que penso que já não entramos no bom caminho a não ser por estes meios. É como dizemos aos nossos filhos quando fazem uma asneira: “ anda cá ver o que fizeste”.

Quem puder ver, não o deixe de fazer. Pode ficar com uma má disposição, mas abre-lhe os olhos para os problemas que poderemos enfrentar num futuro muito próximo. Vejam e digam qualquer coisa.

 

PS – Se alguém tiver dificuldades em arranjar o DVD, desde já me disponibilizo para o emprestar a quem quiser.

 

Jacinto César

 

 

 


Tasca das amoreiras às 21:12
Link do post | Comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 20 de Junho de 2009 às 10:15
Estou farto deste esparveirado a falar do que não sabe! O que escreve aqui sobre a Câmara é falso! Mas não vale a pena explicar. É burro porque quer ou porque tem uma cabeça torta que o leva a ter que tratar mal toda a gente, mesmo quem o trata bem. Certo. Continue.


De JB a 21 de Junho de 2009 às 01:06
Cheira-me que este comentador sabe mais do que diz (tá certo eu sei que nada diz), mas penso que não é só ódio de estimação, isso é resultado de estar a mexer em cobras com vara curta. Ninguém gosta de ler mal de si ou dos seus, ainda que os factos sejam verdadeiros. Mas o importante da questão é se de facto a dita Sra. está ou não na prateleira, ou a não ser aproveitada como devia. E então aí o comentário além de ser deselegante é também esparveirado (para usar o termo que usa) Haja paciência... Ah! muito obrigado pela informação do filme ou documentário.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs