Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 10 de Maio de 2009

Uma história

Já tinha lido o livro há uns tempos atrás. Não sei porque, mas apeteceu-me relê-lo. È um livro de histórias do Ricardo Araújo Pereira e que se chama “Boca do Inferno”. Esperando não estar a violar os direitos de autor, deixo-vos aqui uma sem mais comentários. Cada um que entenda como quiser.

 

 

Onde é que eu me inscrevo para ser amarantino

 

Na noite de domingo, depois de contados os votos, a notícia surpreendeu o país: o povo de Amarante tinha acabado de eleger um autarca que não tinha cadastro. Como era possível um escândalo destes em Portugal? Que razões obscuras poderiam estar por detrás da eleição bizarra de um homem que nunca tinha sido acusado de crimes graves? Era necessário investigar este mistério, e foi por isso que, na segunda-feira de manhã, me pus a caminho de Amarante.

Amarante é um município que faz fronteira com Felgueiras e Marco de Canaveses. Ou seja, não é por falta de bons exemplos que aquela gente não sabe votar. A cidade, ela própria, não merecia a desfeita que lhe fizeram os seus habitantes: o belo Mosteiro de S. Gonçalo (que se tudo tivesse corrido bem, hoje poderia chamar-se Mosteiro Avelino Ferreira Torres), o Solar dos Magalhães (Solar dos Ferreira Torres, caso o povo tivesse votado com juízo) e a Casa da Cerca (Casa do Avelino, havendo justiça) exigiriam mais respeito.

Quando este repórter entrou em Amarante, encontrou uma cidade envergonhada. Os amarantinos sabiam que tinham procedido mal. Com alguma relutância, alguns cidadãos acederam a falar à minha reportagem. «Você não parece jornalista», disse o primeiro. Fiz-lhe saber que não me compraria com elogios. Ramiro Antunes, de 64 anos, mantinha alguma esperança no futuro: «Pode ser que este presidente que foi eleito agora tenha feito alguma falcatrua de que a gente não tenha conhecimento. Apelo à comunicação social para que o investigue. Talvez haja uma multa de estacionamento por pagar, ou coisa parecida. É preciso salvar o bom-nome de Amarante.» O caso não era para menos. Joaquim Fernandes, 57 anos, relatou um episódio: «Hoje de manhã estiveram aí uns turistas de Oeiras. Passavam por nós, apontavam e riam-se. É muito triste.»

Na verdade, não é fácil ser amarantino. Para o resto do país, os cidadãos de Amarante serão sempre «aqueles tipos lá do norte com gostos muito esquisitos em política autárquica». Fernandes Marques, 48 anos, recusa ser ostracizado: « O povo de Amarante gosta tanto de ser vigarizado como os outros portugueses. Apreciamos um bom burlão tanto ou mais que vocês. Simplesmente, na altura de votar, escolhemos eleger um indivíduo de cuja honestidade ninguém desconfia. Isto foi coisa que nos deitaram na água. Estivemos mal, sim senhor, mas quem é que nunca se enganou?»

É neste ponto da entrevista que os amarantinos me fazem uma proposta invulgar. Pedem que lhes roube a carteira a todos. Eu que não gosto de contrariar as pessoas, aceito. Vejo felicidade nos olhos daquela gente. «Eu tenho mais de 100 euros na minha», diz um. «Leve tudo», dizem outros, com entusiasmo. «E vá dizer lá para Lisboa que nós gostamos muito de si. Mesmo muito. Queremos ver agora quem é que nos acusa de não sermos portugueses a sério.» Um arrependimento assim, mais que causar espanto, comove. Os amarantinos não merecem ser segregados. E tenho aqui 1679 euros, 16 relógios e nove telemóveis que o comprovam.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 19:07
Link do post | Comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 10 de Maio de 2009 às 23:36
Muito Eurodito para os sectores da má língua de Elvas comentar.


De Anónimo a 11 de Maio de 2009 às 09:34
LOLLLLLLL, não perceberam? Não tarda nada ligam o gravador com a cassete de sempre...


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs