Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Uns e outros.

«Não se paga aos professores o suficiente para que sejam todos apenas profissionais. Quanto às justificações para as faltas, é verdade que a sexta-feira é, em si própria uma justificação, porque é véspera de fim-de-semana. Eu compreendo isso. Talvez esteja errado que haja aulas à sexta-feira. Não julguemos também que ser professor é uma escravatura, porque não é, nem pode ser. É preciso é arranjar horas para a aulas que não sejam as horas em que normalmente seja mais difícil e mais penoso estar na Escola».

 

Claro está que o texto que leram fui truncado e desvirtuado. Não no conteúdo, mas nos protagonistas.

 

O verdadeiro texto é o que se segue e foi escrito por um ilustre democrata e que é o socialista Dr. Almeida Santos.

 

Então leiam se fazem favor.

 

« Não se paga aos deputados o suficiente para que sejam todos apenas profissionais. Quanto às justificações para as faltas, é verdade que a sexta-feira é, em si própria uma justificação, porque é véspera de fim-de-semana. Eu compreendo isso. Talvez esteja errado que as votações sejam à sexta-feira. Não julguemos também que ser deputado é uma escravatura, porque não é, nem pode ser. É preciso é arranjar horas para a votação que não sejam as horas em que normalmente seja mais difícil e mais penoso estar na Assembleia da República».

 

Bom fim-de-semana para todos. Eu ainda vou trabalhar até às 10 da noite.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 18:20
Link do post | Comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 8 de Maio de 2009 às 22:40
Boa noite Jacinto César. Cá estou eu de novo a comentar os seus post, que muito aprecio e, ao mesmo tempo contesto (quando para isso há razões). Como já reparou faço comentários como anónimo mas, no fundo, nós até nos conhecemos.
A propósito deste post, o meu amigo muito bem pux a "brasa à sua sardinha", refiro-me aos professores. Na verdade nestes últimos tempos essa classe tem sido bombardeada, quartada e escamoteada da sua verdadeira função, no que respeita à salvaguarda de direitos, no direito à carreira, na questão da avaliação, entre outras coisas. De tudo isto sobra o prejuízo para os alunos e, consequentemente, para a nossa sociedade em geral.
Gostei do trocadilho do texto entre professores e políticos. Esses sim beneficiam de tudo. Auferem (ao contrário do que diz Almeida Santos) chorudos ordenados, acrescidos de despesas de representação, carro com motorista, secretárias, ajudas de custo, entre outras mordomias, etc., etc, fora o que "escorre". Já é tempo de moralizar a sociedade portuguesa! Sejamos honestos e transparentes. Sabemos que a classe política existe e tem que existir, sabemos e aceitamos (até porque somos nós que os elegemos) que alguém tem que estar ao "leme do barco". Não podemos é aceitar que esses comandantes do barco se autoprotejam e fabriquem leis para a sua própria conveniência.
Até me dói a alma quando vejo (e conheço muitos casos) pessoas a fazer contas à sua vida depois de no final do mês receber a módica quantia de 400 euros. E não são todos, porque existem reformas de menos de 200 euros mensais. Como é que isto é possível? Como é que os políticos podem vir para a praça pública reclamar, dizendo que estão mal pagos? É no mínimo escandaloso.
AMigo Jacinto César, tal como os professores, outras classes profissionais se encontram na mesma situação: cortes nos direitos, no direito à carreira, nos salários, nas condições de aposentação, etc., etc. Muitos nossos concidadãos afirma que é necessário haver outro "25 de Abril". Eu não seria tão radical. Apenas apelo a todos que usemos a nossa arma que é o voto. Se não estamos satisfeitos com aquilo que temos, assiste-nos o direito, e o dever, de escolher outras opções. Temos que nos atrever a mudar o estado de coisas que temos. Sejamos corajosos e vamos mudar de rumo. Será melhor? Será pior? ninguém nos sabe responder. Eu apenas sei que não estou satisfeito, tal como o Jacinto César também não deve estar. Não tenhamos medo de mudar as coisas. Há que ter coragem de enfrentar o desconhecido, o novo, o diferente. Só assim, seguindo novos camihos, poderemos chegar a novos destinos, a novas paragens.
Amigo Jacinto César, como já reparou, continuo a comentar os seus posts, que, repito aprecio. Continue nesta lunha e ter-me-á por cá. Espero que aprecie, ou no mínimo respeite as minhas opiniões que, acima de tudo são sérias e espero que contribuam para a grande elevação que é necessário ter nestas questões que envolvem o debate de ideias sobre o futuro e o destino de todos nós.
Muito boa mnoite e obrigado.


De Anónimo a 9 de Maio de 2009 às 16:41
Hoje na rua de Alcamim recebi um folheto das mãos do Candidato do PSD e CDS.
Li com toda a atenção o dito folheto. E é com bastante agrado que vejo finalmente um homem com coragem e com ideias para o nosso concelho.
Vamos em frente. Já chega de dezasseis anos de Demagogia do Regedor.


De Anónimo a 9 de Maio de 2009 às 22:42
Parece que as coisas estão finalmente a dar frutos. Felizmente que aparece algo de diferente para mudar o estado das coisas. Bem haja quem tem a coragem de aparecer, dar a car, trazer coisas novas, uma nova esperança par a população do concelho de Elvas.


De Anónimo a 10 de Maio de 2009 às 14:32
Mas algém ligou ao homenzito!!!?
Só o Carona e o Santana da Ourivesaria que votava na direita mesmo com um candidato burro.

Vi aquelas figurinhas tristes do PSD e CDS de Elvas a tentar entregar os papéis da má língua, junto com os STALinistas, e as pessoas a virarem a cara e a atirarem os papéis para o lixo.

Deve ter dado para perceberem que não só as pessoas não querem fazer parte das listas dos MUDES com nem têm interesse em falar com eles...
Figuras tristes, é o que gostam de andar a fazer na rua!
Pelo menos detro do Grémio só lá ia quem queria, não tinhamos que olhar para esta gentinha comunista cruzada com PSD. São uma vergonha para a direita portuguesa!


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs