Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

O MUDE

Li com muita atenção a entrevista que o Dr. Simão Dores deu ao Linhas de Elvas e de seguida o Manifesto Programático do movimento MUDE.

Depois de ter reflectido sobre o assunto cheguei à conclusão que tanto o Dr. Dores como o MUDE estão completamente certos. Fizeram um retrato fiel do que têm sido estes últimos anos da nossa cidade.

Mas depois disso surgem-me as dúvidas! As dúvidas que talvez todos os nossos conterrâneos tenham e que são:

1-     É indiscutível que a situação económica do Concelho de Elvas é má! Mas como alterar a situação? Por favor, saiam dos conceitos gerais e dêem-nos ideias e soluções concretas.

2-     O emprego é escasso e precário. Muito bem! Mas como vamos resolver o assunto? Como vamos obrigar a iniciativa privada a investir no Concelho? Eu não tenho esse problema, mas sinto-o muito pois tenho dois filhos, um dos quais teve de emigrar. Apontem soluções concretas.

3-     Diversos organismos públicos saíram de Elvas. É uma verdade inquestionável. Que poder tinha a actual administração de o evitar? E que poder terão aqueles que vencerem em inverterem a situação? Todos sabemos que foi o (des)governo central que provocou a situação. Como é que os vamos obrigar a fazer marcha-atrás?

4-     Por fim o turismo. Aí sim, está tudo por fazer e nunca houve ninguém com sensibilidade ou conhecimentos para alterar o “status quo”. Neste campo as soluções são tantas que qualquer administração com um só olho aberto saberia dar a volta. Temos o principal que é o património! Temos infra-estruturas hoteleiras e de restauração que podem dar a resposta! Então o que falta?

 Caro Dr. Simão Dores: ficaria imensamente satisfeito que apontasse as alternativas, porque mudar só de caras não chega. O senhor pode ser um democrata e até uma boa pessoa (o que acredito) e o outro pode ser um déspota e um mau feitio. Mas se for só essa a mudança o que é que os cidadãos ganham? Temos um belíssimo Presidente, mas continuamos com fome.

Vou ficar à espera do programa final e da constituição da equipa para por o projecto em marcha. Não duvido nem um bocadinho da sua inteligência e da sua capacidade de trabalho, agora o que desconfio e muito é da equipa que nos possa apresentar. Muitos interesses se movem e não sei se o senhor terá capacidade para por mão em alguns. Quer que seja muito sincero? Acho que o senhor veio cair num ninho de vespas e agora não sabe como se ver livre delas.

 

Jacinto César  

 


Tasca das amoreiras às 15:46
Link do post | Comentar | favorito
31 comentários:
De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 16:46
Eles MUDEm, eles MUDEm, eles MUDEm muito, mas não ganham nada.


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 16:48
A dinastia continua; vamos no quinto "rei"...
João Manuel Carpinteiro
José Kusky Vieira
Manuel António Torneiro
José Carlos Fonseca
António Simão das Dores
Uma dinastia de "comidos de cebolada" por Rondão


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 16:51
"Acho que o senhor veio cair num ninho de vespas e agora não sabe como se ver livre delas", afirma Jacinto César.
Não há azar; as vespas não entrarão com ele para a câmara. E depois de lá estar, ou desiste, ou o Rondas faz-lhe a barba.
"Morre" como os seus ilustres e brilhantes antecessores; tão ilustres e brilhantes quanto ele.


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 17:03
Bem observado, Jacinto!
Eu tenho uma explicação para essa análise: falar muito, qualquer um é capaz; fazer muito, apenas está ao alcance de muito poucos.


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 17:04
Queres é lixar-nos! És pior que os xuxas. Tomara que o Justiceiro dos Arcos fosse de verdade...logo verias...


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 19:33
Li atentamente quer a entrevista no Jornal quer o manifesto da Coligação MUDE.
Ambos os documentos são muito interessantes.
Ao estar a ler ía afirmando para mim mesmo.Isto é verdade, e isto também e mais isto.
Há uma consonância entre o discurso apresentado e a realidade local.
Foram lançadas as análises e o imperativo de mudança.
Creio que os Homens do Mude apresetarão em devido tempo o programa de acção para o concelho em todas as frentes.
Vamos aguardar.
Já há muito tempo que não via bons olhos os destinos do concelho a cair todos os dias e em todas as frentes. Esta coisa de fazer as coisas à imagem e semelhança de alguém é gravíssimo.Levou-nos ao abismo em toda a linha.
As Vespas Sr Jacinto parecem-me aquelas que têm usado e abudo de nós todos.
os Elvenses não estão talhados para o pensamento único. Já se viu.Esperam uma voz libertadora e sincera que diga o que pensa e permita o diálogo em busca de caminhos. Acho que o Dr António Dores já se revelou acima de toda uma surrapa que anda por cá a mandar há anos.


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 22:09
Exmº Jacinto César. Trato-o assim porque não tenho o prazer de o conhecer pessoalmente.
Em primeiro lugar queria dar-lhe os parabéns por dar a cara no seu blogue, ou seja, não é daqueles anónimos que andam por aí a conspurcar a blogosfera. Por outro lado, respeitando as suas opiniões, não posso deixar de lhe deixar alguns comentários a este post.
1º Elvas, a nossa cidade, o nosso concelho, como V.Exª também reconhece, tem, ao longo dos últimos anos, seguido um sentido único: o descendente - em todas as vertentes.
2º A acção do poder local, como V.Exª também sabe e assim o manifestou, tem uma enorme influência no caminho a seguir, que se pretende seja o do desenvolvimento.
3º Há 16 anos que as mesmas pessoas se encontram a ocupar o poder local e, como certamente saberá, e também partilhará, o poder "corrompe", no aspecto das ideias e dos critérios. Em Elvas temos assistido a um bloqueio de ideias, de iniciativas. Cada vez temos mais do mesmo. O nome do "chefe" para cá e o nome do "chefe" para lá. Com uma agravante muito grande: todos os seus seguidores a abanar a cabeça, a "rastejarem" atrás de alguma migalha que lhe possa cair....
4º Elvas e os Elvenses parecem ter a memória curta. Se bem me lembro, como dizia Vitorino Nemésio, esta cidade, castrense por excelência e direito próprio, já existia antes de Rondão aqui chegar. A história de Elvas é imensamente grande para se resumir a algumas obras feitas por este autarca, que o é por direito próprio. Elvas não pode é ficar eternamente subjugada à vontade de um indivíduo que ataca, e tenta destruir tudo e todos, que ousam pensar diferente. Ter novas ideias. Ser alternativa. Ou então, perdoem-me se me engano, ao ver posts como estes, em vários blogs e não só, só posso pensar que todos fazem parte de um mesmo grupo que a penas vê para um lado.
5º A liberdade existe (embora não seja praticada por todos) e todos têm o direito de se manisfestar e expressar livremente. Poir favor, se não concordam, ao menos respeitem e deixem as pessoas escolher livremente. Não se esqueçam que quando esse senhor Rondão aqui chegou, sem ninguém o conhecer de lado nenhum, foram vocês (os que agoram se manifestam acérrimamente a favor) colocaram as mesmas, ou piores, dúvidas e questões sobre a pessoa.
6º Os Elvenses já (e digo já porque assim estiveram muito tempo) não estão "tapados", sabem o que querem. Sabem que precisam de apoio, mas apoio em liberdade, da sua autarquia, que apenas tem servido para "alimentar" alguns propósitos.
7º Estou certo que estas eleições vão ser decisivas para o futuro da nossa cidade, e do nosso concelho. Estou certo nque os Elvenses vão saber escolher entre a hipocrisia e a verdade, entre o totalitarismo e a liberdade individual.
8º A única coisa que gostaria de ver era um combate de ideias, livre e democrático, com princípios, com elevação e, acima de tudo, com liberdade total. Infelizmente, quem está "agarrado" ao poder tudo faz para que assim não seja. É triste. E quem perde são os Elvenses. Todos nós.
Exmº Jacinto César. Seja também mais um homem de liberdade. Não pactue com aquilo que infelizmente se passa. Tenha a coragem de ser livre e, mais do que isso, tenha a coragem de transmitir liberdade a todos quantos o "leêm" e lhe dão crédito. No mínimo é isso que se pede a cada um de nós, cidadãos de Elvas e de um País que se orgulha da nossa história e do nosso passado.
Como Elvense que sou é apenas isso que peço a quem que me quiser ouvir, ou ler. Sejamos democratas, não quartemos a liberdade alheia. Deixemos, sem qualquer tipo de subterfúgios, que cada um analise e escolha em consciência aquilo que acha que é melhor para a sua terra. Deixemo-nos de truques baixos, como tem acontecido até aqui.
Sei que aquilo que tem surgido (a ameaça à perca do poder absoluto) é uma grande preocupação, para não dizer dor de cabeça para o grupo de Rondão mas, aqueles que lutam por uma cidade e um concelho mais livre e democrático acabarão por ser recompensados. Como diz o velho ditado: "Se não lutares, perdes de certeca. Se lutares e não desistires, poderás vencer".
Muito boa noite.
Um Elvense esclarecido.


De Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 22:21
Gostei do seu post sobre a apresentação do MUDE.
No entanto tenho que fazer, se me permite, alguns reparos:
O sr. afirma que não duvida das capacidades do Sr. Simão das Dores e pede medidas concretas. Estamos em Maio e as eleições ainda vêem longe. Sugiro que espere para ver o trabalho que certamente irá ser desenvolvido.
O Sr. afirma que duvida da equipa que irá acompanhar o Sr. Simão das Dores. Estará a dar tiros para o ar? A certeza é que a equipa há-se surgir. E já agora pergunto se o senhor está, ou tem estado, satisfeito com a equipa que tem acompanhado o Sr. Rondão nestes anos todos? Se assim for, permita-me dizer-lhe, não poderá esperar muito pior porque, realmente, de equipa não tem nada. Apenas são "figurantes", com camisolas vestidas (que até eram de outras cores) e que nada fizeram nem demonstraram ao longo deste tempo.
Aconselho-o a esperar para ver e não começar já a tentar condicionar a opinião dos Elvenses. Tenham calma e serenidade e logo se verá.
Se há coisa que não se faz, porque entre outras coisas é feio e anti-democrático, é começar a lançar juízos de valor sobre pessoas que poderão eventualmente surgir, e ainda não se sabe quem são, contra o sistema instalado. Isso só revela algum estado de nervosismo que se está (ou já está) instalado no detentores do poder.


De Tasca das amoreiras a 5 de Maio de 2009 às 22:47
Caros anónimos

Gostaria de responder a estes últimos dois pelo facto de, mesmo não se identificando, mostram ao menos ter uma opinião formada.
Se há coisas de que não me podem acusar é de falta de coragem e de manifestar LIVREMENTE as minhas opiniões. A demonstrar isso mesmo foi a ameaça de um processo judicial por parte do poder e um processo judicial por parte da oposição. Mas se alguém pensou que me amedrontou, está enganado redondamente. Mas há aqui a acrescentar mais alguma coisa: enquanto o “poder” deu a cara directamente e directamente e olhos nos olhos lhe pude dar o “troco”, um senhor da oposição nunca teve a coragem de falar comigo. Só por escritinhos ou por terceiros.
Como cidadão LIVRE tenho manifestado as minhas opiniões e não o deixarei de fazer. Não estou enfeudado a nenhum partido ou movimento. Não tenho benesses destes ou daqueles. Mas diga-se em abono da verdade que nunca fui prejudicado por falar. Talvez porque tenho essa coragem de dizer o que digo e assinar por baixo.
Quanto às políticas locais, eu vivo de factos e não de promessas e penso que a maioria dos cidadãos também. De boas intenções está o inferno cheio.
Este blog tem-se pautado pela liberdade de pensamento e permitindo que todos os que queiram aqui se manifestem sem restrições, ao ponto de nos sujeitarmos a ser ofendidos, mas mesmo assim publicamos.
Que mais vos posso dizer? Que espero para ver. Que espero pela apresentação das equipas concorrentes. Que espero pelo programa de cada uma delas. E depois disso, se tiver que fazer críticas, fá-las-ei, sejam para a equipa A ou B. É-me indiferente. Eu por mim só quero uma coisa: uma Elvas melhor para TODOS!

Jacinto César


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 00:19
Professor Jacinto
A oposição moveu-lhe um processo judicial?
Não conheço qualquer processo da oposição de Elvas contra a sua pessoa.
Não serão particularidades ou individualidade a quem o Sr Professor se refere?



De Tasca das amoreiras a 6 de Maio de 2009 às 01:07
Lógico! Quando me referi A PODER e a OPOSIÇÃO, referia-me concretamente a Rondão de Almeida e Tiago Abreu. Entendeu, mas fingiu não entender.
Correcção feita.

Jacinto César


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 01:39
Lá está o Sr a focalizar a oposição num nome.ERRADO
Mas está certo focalizar o poder num nome: RONDÂO. É a sua única verdade. Entendeu.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 02:06
Gostei da afirmação de um dos comentadores. Creio que caracterizou muito bem a nossa situação
-os Elvenses não estão talhados para o pensamento único. Já se viu.Esperam uma voz libertadora e sincera que diga o que pensa e permita o diálogo em busca de caminhos. Acho que o Dr António Dores já se revelou acima de toda uma surrapa que anda por cá a mandar há anos.-


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 09:11
Formidável, como escreveria Tiago Abreu.
O Dores é formidável.
E está acompanhado de uma equipa formidável.
Cabaceira, Abreu, Vieira, Balsinhas, Aníbal e mais uns familiares e amigalhaços do grupelho.
Eles MUDEm tudo, eles MUDEm tudo, eles MUDEm tudo, mas não ganham nada.
A estes formidáveis, só se lhes pode apresentar um contra: não serem capazes de ganhar ao Rondão.
À parte disso, os formidáveis fazem tudo...


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 10:39
Esse verdadeiro fenómeno da cultura elvense que é o António Simão das Dores, apadrinhado por Cabaceira, Abreu e Vieira, vem libertar o concelho.
O actual presidente da câmara vai comê-lo com batatinhas.
Negar isto, é desconhecer o concelho.
O que acontece com muito boa gente.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 10:41
A dificuldade da equipa de Simão das Dores em constituir listas já é um sinal do resposta eleitoral do concelho.
Um belo indicador a ter em conta, por quem quiser analisar o presente político elvense.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 11:27
Eles MUDEm tudo, eles MUDEm tudo , eles MUDEm tudo mas não ganham nada.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 12:04
Ainda ontem abriu uma empresa, a Aquaelvas.
Sempre são mais 20 postos de trabalho.
temos de agradecer ao senhores António Dores, Francisco Vieira e Tiago Abreu, pelo que contribuíram para (mais) esta empresa ter vindo para Elvas.
Já na vinda da Funelvas, o Francisco Vieira tinha ajudado muito...


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 12:23
O que me dá que pensar é o que vai fazer uma pessoa como António Dores, depois de perder as eleições.
Um elvense, a viver em Elvas, conhecido por tantos milhares de elvenses, visto por todo o lado diariamente, o que vai fazer no dia seguinte à derrota?
Vai ser muito duro


De Manuel Fernandes a 6 de Maio de 2009 às 08:08
Perguntas básicas para se fazer ao Dr. Dores:

Quais as propostas para atrair empresários?
Quais as propostas para a recuperação do património?
Se não vencer as eleições aceita ser vereador?
O que acha das mensagens do Tiago Abreu?
Se vencer as eleições o que vai fazer ao processo da Aqualia se na sua lista há gente a favor (PSD) e gente contra (STAL e CDS-PP)?
Qual é a sua opinião em relação ao TGV, obra fulcral para o desenvolvimento de Elvas? É que no blog do PSD vejo só posições contra...

A isto é que eu gostava de ver uma resposta...


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 08:17
Em Outubro, no dia das eleições, o Justiceiro dos Arcos fará justiça! Se perdermos vão haver tiros nos cornos e processos judiciais para toda a gente... ninguém escapará!

Ass.: O Justiceiro dos Arcos Abreu


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 14:00
Carpinteiro, Kushy, Torneiro, Fonseca e Dores.
A colecção de trofeus de caça de Rondão Almeida.
Nenhum deu para aquecer.
Todos caíram ao primeiro disparo.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 14:05
Na foto de família à entrada das instalações da Aquaelvas, na Praça da República, vejo Paulo Valadas, Luís Ferreira, Jorge Conceição, Ravi e Luís Roque, entre vários.
De acordo com informação segura, este grupo vai deslocar-se à câmara, esta tarde.
Finalidade: agradecer ao Vieirinha do MUDE o conselho e sugestão dados para esta malta sair da câmara e ir para a Aquaelvas.
Eternamente agradecidos.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 16:05
Os porcos no espeto
vão passar a Santona no barranhão
Grande evolução no desenvolvimento de Elvas
O vereador das Feiras


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 16:07
Mas quem acredita numa figura desconhecida no concelho, que vive em Lisboa e não aparece por Elvas?
As contas estão feitas: dois em cada três votantes escolhe Rondão e o terceiro votante é para dividir entre Torneiro, CDU, Bloco e MUDEs.
Alguém quer apostar o seu dinheirinho?...


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 16:11
Vão todos à fava


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 16:21
O vieirinha está muito bem visto, dentro da câmara de Elvas. É um sindicalista competente: defende o sindicato, borrifa-se nos trabalhadores.
De resto, é um frustradito: sonha ser presidente, mas falta-lhe o essencial, ou seja apoio popular.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 16:47
Será que Tiago Abreu já começou a enviar ameadas de morte, via SMS, destinadas a Dores, Cabaceira e Vieira?
Uma coisa é antecipadamente certa: ele vai dizer que não foi ele.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 17:16
Paulinho Portinholas costuma falar muito nos "conflitos de interesses" e "promiscuidades" dos... outros!
Eu pergunto: António Simão das Dores (candidato dos MUDEs) é irmão de Gil Simão das Dores (chefe de divisão da Câmara) e, por ali, ninguém se bufa?
responda quem souber do assunto.


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 17:25
Mas há algum sindicalistas que defenda primeiro os trabalhadores do que o sindicato, o mesmo é dizer o tachito?
Tá quieto!


De Anónimo a 6 de Maio de 2009 às 17:36
A abertura da Aquaelvas é uma grande vitória do Chico Vieirinha e do Tiago Abreu, dois dos maiores defensores da concessão do serviço de água no concelho.
O Cabaceira e o Dores é que não sabemos se são a favor ou contra. Mas, na verdade, que importância é que isso tem?...
Para os Elvenses o que conta é que a quantidade aumente, que a qualidade melhore e que o preço não suba acima da inflacção.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs