Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Férias 2

Apesar de estar longe vou acompanhando o melhor que posso tudo o que por aí se vai passando e pelos vistos as coisas andam animadas.

Hoje no passeio por esta grande cidade que é Bangkok, vi duas coisas que me impressionaram muito:

- a primeira foi o facto de pela primeira vez na minha vida ter subido ao topo de um arranha-céus com quase 100 andares e 400 metros de altura. Confesso que é de respeito. Não dá medo, mas impressiona e para mais sendo o elevador externo e em vidro.

- a segunda é o facto que volta não volta deparamo-nos com qualquer coisa (seja hotel, avenida, edifício, etc) como o mesmo nome e que é Rana. Muito admirado acabei por perguntar para saber do que se tratava e foi-me respondido que é o nome do actual monarca. Pensei cá para comigo: mas a onde é que já vi qualquer coisa parecida? Dei voltas à cabeça e ainda não me consegui lembrar. É provável que algum dos nossos leitores mais atentos saiba.

Amanhã vou até à antiga capital do Reino do Sião. Quase garantidamente que vou encontrar mais coisas com o nome de Rana.

Fiquem por lá bem, que eu por cá vou fazendo os possíveis por não me aborrecer.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 17:55
Link do post | Comentar | favorito
12 comentários:
De Anónimo a 30 de Março de 2009 às 21:59
Não se percebe o mistério, de quem vai responder perante a Justiça, o Vieira no grémio quando da apresentação do MIE, admitiu estar em tribunal por uma pseudo-difamação à Funelvas, "que teria comprado o concurso do cemitério".
Só os valentes, os "tesos", dão a cara, porque os "troca-tintas", estão à espera de ver para que lado escorrega o Poder, para ao lado dele se colocarem...



De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 02:15
Blogue
Elvas Pior

Vejam bem!
As Graçolas dos Boateiros.
Os Homens do MUDE têm os coisos no sítio.
Alguém anda muito aflito.
A Diarreia já é também Mental.


De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 09:00
O MUDE tem quatro cabeças: Dores, Cabaceira, Tiago e Vieira.
Houve um que fez porcaria.
Outro deles foi o primeiro a saber.
Agora, há dois de certeza que já sabem.
Provavelmente, já há três a saber...
O quarto, o que fez porcaria, arrisca-se ao isolamento.
A menos que... o MUDE queira ainda ser integrado por um elemento que foi chamado ao Ministério Público, por uma prática que ele próprio confessou.
Há uma carta assinada pelo próprio.
Não há dúvidas.
Acho que três das cabeças do MUDE ainda não focaram bem a fotografia ao quarto elemento.
Ao que fez porcaria da grossa.


De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 09:00
Quando o Vieira for condenado por difamação vais ver a valentia do difamador.
Quando as pessoas são mentirosas e maldosas não são valentes! A mentira e a maldade é a arma dos cobardes e dos reles.


De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 09:26
Férias 1... Férias 2... Férias 3... Férias 4....
Pacóvio, este César! Completamente. Vai de férias para a Tailândia e Indonésia e vangloria-se aqui.
Dois males.
Primeiro mal: escolhe a Indonésia como destino turístico, depois de ter cuspido para o pavilhão indonésio na Expo 92, em Sevilha. Coerências...
Segundo mal: numa altura de dificuldades financeiras e desemprego, o senhor professor vem para aqui com sinais exteriores evidentes de riqueza.
Assim, como quer que as pessoas acreditem que a vida de professor está difícil?...
Está, está.
Dificílima!
Férias da Páscoa na Tailândia e Indonésia estão ao alcance de qualquer um.


De Gaiato alentejano a 31 de Março de 2009 às 01:02
Primeiro de tudo, desejar-lhe uma boa viagem Sr. César.

Em segundo lugar, simplesmente queria dizer umas palavrinhas sobre a conveniência ou não de falar da sua viagem neste blogue ou não.

É claro que o senhor tem a sua inteira liberdade para falar sobre aquilo que bem entender, sem ter de dar explicações a ninguém. Mas convenhamos em que, sendo como é Elvas uma pequena cidades onde quase todo o mundo se conhece, talvez não seja o mais adequado. Vou expor as minhas ideias.

1- Os professores sempre estão no ponto de mira. Depois não pode haver queixas sobre se os professores fazem assado, cozido ou grelhado. As vezes são as próprias pessoas as que, conscientemente ou não, dão tiros no próprio pé.

2-Em segundo lugar, mesmo tendo em conta que a maior parte das pessoas que cá entram serão, com certeza, pessoas de nível médio ou médio-alto, nestes tempos de crise em que muitas pessoas ficaram no desemprego, pode resultar um insulto, para quem não pode porque não tem recursos suficientes, falar em viagens a países exóticos nestes tempos que correm. Não que o senhor não tenha todo o direito, mas sim por questão de solidariedade com os outros. Eu gosto de viajar, considero-me viajante, mas nunca digo a ninguém que possa se sentir inferiorizado porque disse que viajei para lugares que talvez nunca poderá viajar na sua vida. É em parte por isso que mantenho o meu anonimato. Como ninguém sabe quem sou, ninguém pode me criticar por isto ou por aquilo. Ao decidir revelar a sua identidade, fica exposto a estas coisas.

3-Há quem possa pensar que isto é mais uma forma de exibir, como que a dizer: "Eu estive em X lugar"

São simplesmente umas observações que considerei oportuno fazer porque, se bem aprecio o que o senhor diz, pode haver muitas pessoas que não entendam a mensagem, o facto de querer compartilhar com os outros as suas experiências vitais.

Já agora, só espero que usufrua daquilo que vê, das sensações que experimenta, de tudo. Uma viagem sempre abre a mente.

Boa continuação da sua viagem!


De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 10:09
Estamos na altura da Páscoa
Anda muito Borrego por aqui
Continua a Borregada a intimidar outras pessoas.
Graçolas com diarreia Mental

Bazuca-Elza, ManusMetralha e Companhia.
Elvas Pior


De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 10:13
César
Ao falar da sua viagem revela Pedantismo.
Responda-me em Chinês, Tailandês ou outra língua, com excepção de Português.

Uma afronta a quem trabalha, uma afronta aos seus Colegas professores que ainda estão em Reuniões de Avaliação.





De Anónimo a 31 de Março de 2009 às 09:58
Sr. Gaiato
Não tenho nenhuma procuração do Sr. Prof. Jacinto César. Não posso concordar com a sua interpretação do texto.
Faz muito bem o Sr. Prof. Jacinto César em nos dar uma visão panorâmica deste mundo que, muitos de nós, não conhecemos nem temos possibilidades de conhecer. As comparações são inevitáveis. Até mesmo na dimensão dos espaços. Nunca me vi numa cidade com 12 milhões de habitantes. Se formos pela interpretação que o Sr. Gaiato tentou dar ao texto direi que um qualquer ministro ou mesmo político deste país, aquando das suas deslocações ao estrangeiro, devia-se abster de se fazer acompanhar de jornalistas. E sabe porquê?. Pelo simples facto de, com estas viagens, causar mau estar aos portugueses. Digo mau estar para não dizer inveja. E nesta comparação há uma grande diferença. Já a detectou? Eu respondo. Enquanto o Sr. Prof. Jacinto César viaja a expensas suas, os outros, viajam com o seu dinheiro e com o meu. Ou seja, estamos todos a contribuir.


De Elvense atónito a 31 de Março de 2009 às 16:25
Parabéns, você deve ser dos poucos que consegue ir de férias. Ainda se queixam que ganham mal, blá, blá blá.
E já agora? Qual é o interesse em sabermos onde é que você anda de férias? Acha que isso é importante? Quer um conselho? Aproveite e já gora fique por onde estiver, que aqui não faz falta nenhuma.


De alpha a 31 de Março de 2009 às 22:24
realmente à pessoas que... Deus os perdoe que não sabem o que dizem...


De Kustverg a 31 de Março de 2009 às 23:26
Há alguma diferença entre uma viagem particular do senhor César e uma de membros do governo. Apesar de a dos membros do governo ser paga por todos nós que fazemos os nossos descontos, sempre poderão resultar em mais valias para o país. Em relação à perspectiva que o senhor César pode fornecer a quem nunca foi à Tailândia, acho-a perfeitamente dispensável, porque isto é assim: certas coisas ou se vivenciam ou não.
Para além disso, é um pouco sui generis o período de férias que marcou.


Comentar post

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

logo que poluiçao iriam causar duas ou tres embarc...
Muito interessante. Nessa documentação há document...
Nest baluarte existio uma oficina de artesanato on...
JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs