Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Domingo, 14 de Setembro de 2014

Coliseu José Rondão Almeida

Caros amigos

 

Sei que aquilo que vou dizer é politicamente incorrecto e também polémico, mas como sempre me habituei a dizer aquilo que penso, cá vai.

Todos nós (salvo seja) nos lembramos que depois do 25 de Abril “metade” das ruas, praças, avenidas e tudo o que tinha nome, mudou.

Este entusiasmo estendeu-se até às ex-colónias portuguesas onde até os nomes das cidades foram alterados, com a honrosa excepção de Goa, Damão e Diu, na antiga Índia portuguesa que manteve os nomes portugueses em tudo.

Um dos exemplos de mudanças que mais incomodou os portugueses foi a mudança do nome da Ponte Salazar para Ponte 25 de Abril, apesar de (quase) toda a gente tanto antes como depois a ter tratado de Ponte sobre o Tejo. Mas vamos ao que importa.

Nestes últimos dias surgiu em Elvas uma corrente de opinião que se propõe mudar o nome do Coliseu Comendador José Rondão Almeida para Coliseu de Elvas. Sou contra tal mudança e vou justificar o que afirmo.

Se bem me lembro, aquando da construção do dito Coliseu, apareceram várias propostas para o baptizarem. A mais consensual pelo que me apercebi era a de D. Manuel. Não vale a pena explicar porquê. Mas a corrente dominante na altura e nos 20 anos seguintes, conseguiu com alguns malabarismos à mistura dar a volta e finalmente foi baptizado como Coliseu José Rondão Almeida.

Muito protestei aqui, mas não valeu de nada. A populaça bateu palmas e quem era eu para remar contra a maré? Bem, o baptismo foi consumado. E agora? Agora para mim há que mantê-lo pelos motivos que enunciei no princípio do texto.

Mudar o nome agora cheira-me um pouco a vingança e eu nunca gostei disso.

Não me podem acusar de estar “feito” com o José Almeida, porque se há alguém que lhe tem dado cabo da cabeça nestes últimos 8 anos, esse alguém tenho sido eu, aqui neste espaço de liberdade. Aproveitarem o facto de o homem estar na mó de baixo para lhe atirarem ainda mais pedras, não. Foi posto no seu lugar e pronto.

Mas é por este e outros motivos que sou contra todo e qualquer “baptismo” com o nome de pessoas ainda vivas, e nomes que por vezes não se sabe bem porque foram atribuídos, é coisa que aqui em Elvas não falta. Não sito nenhum para não ferir susceptibilidades, mas vou acrescentar algo mais. Imaginemos que damos a uma rua o nome de alguém que nesse momento fez alguma coisa pela cidade ou se destacou nalguma actividade. E se essa pessoa por qualquer motivo descamba? Que fazer? Há na nossa cidade um caso desses, bem conhecido por toda a gente, e até agora não ouvi ninguém levantar a voz para que se proceda à mudança de nome da rua.

Dito tudo isto, reafirmo que sou contra a mudança do nome do Coliseu.

Mas há para mim um caso, esse sim escandaloso, e que é o nome do antigo Museu/Biblioteca António Tomás Pires para Biblioteca Dr.ª Elsa Grilo. Esta sim é demais e de boa vontade iria lá arrancar as letras do seu nome. Com isto não quero dizer que a Drª Elsa Grilo não tenha valor, mas mudar o nome da Biblioteca, não lembra nem ao diabo.

Se quando as obras do Forte da Graça terminarem e derem nomes às salas e aí lhe colocassem o seu nome ou do Dr. Domingos Bucho ou de outras pessoas que fizeram muito para que Elvas seja hoje Património da Humanidade, muito bem e até bateria palmas. Agora a Biblioteca? E comparar António Tomás Pires com Elsa Grilo?

Para finalizar uma coisa que me incomoda nisto tudo é o seguinte: quando quiseram baptizar a Ponte sobre o Tejo com o nome de Salazar, segundo reza a história o homem apesar de ser um ditador parece que resistiu, mas os “homens do regime” insistiram e lá o levaram a dizer que sim, mas com a condição de ser somente “SALAZAR”. Esta atitude revela uma modéstia enorme apesar de ser um ditador. Poder-se-ia ter chamado Ponte Professor Doutor Oliveira Salazar. Mas não. Simplesmente Salazar.

Em Elvas, falta de modéstia é o que não falta. O Coliseu, já não chegava ser chamado de José Rondão Almeida, como após a atribuição da comenda lhe terem acrescentado o título de Comendador.

Tem piada, lembrei-me agora de um certo discurso de José Almeida no dia da inauguração do Estádio de Atletismo em que afirmou que o nome dele só apareceria no seu Bilhete de Identidade. Muitos bilhetes de identidade tem o nosso homem.

 

Uma boa semana para todos

 

PS – Quero ainda agradecer ao meu Irmão a paciência que teve em fazer os “bonecos” que aqui foram publicados durante a semana e que de uma forma diferente contaram a história da CRISE em Elvas.

 

Jacinto César  

Tags: ,

Tasca das amoreiras às 19:29
Link do post | Comentar | favorito
|
2 comentários:
De André Miguel a 15 de Setembro de 2014 às 12:43
Sempre fui contra o nome atribuído, pelo que sou a favor da mudança.
O Coliseu é de Elvas, não é de uma pessoa só, ainda por cima pessoa essa que só soube despejar betão na cidade.


De Francisco Galego a 15 de Setembro de 2014 às 17:39
Tem absoluta razão.
Substituir o nome de António Tomás Pires, o etnólogo, colaborador e amigo de Leite de Vasconcelos, o intelectual criador de tantos textos que preservam a memória da cultura alentejana e elvense e , acima de tudo o erudito bibliófilo, é qualquer coisa de tão incrível que, para mim que sou agnóstico, é o que mais se me aproxima do conceito de heresia.


Comentar post

Veja quanto tempo falta para as 5 da tarde

Número de bebedores desde 31-7-2007

Visitor Statistics
camping gear

O Tempo

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...
Preconceituoso

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs