Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Segunda-feira, 29 de Junho de 2015

Espírito de Solidariedade

7.jpg

 

Ontem escrevi aqui sobre a Alemanha e a Grécia e sobre a falta de solidariedade entre os países ricos e pobres e também sobre a memória curta de alguns países.

Mas falemos do nosso país.

Eu e milhões de portugueses levámos uma vida inteira a pagar impostos. E continuamos. E para que servem esses impostos que pagamos? Entre muitas outras coisas ajudar aqueles que têm menos ou não têm mesmo nada.

Quem é que paga os subsídios de desemprego a todos aqueles que se viram privados de um trabalho, mesmo sabendo que muitos deles não querem mesmo fazer nada? Nós!

Quem é que paga a todos aqueles que não têm nada com que se governar, ou os rendimentos são tão baixos que não dão para nada? Nós, claro!

Quem é que paga os serviços de saúde de todos aqueles que não têm meios para a pagar? Nós!

Traduzindo isto tudo que acabei de dizer, existe solidariedade entre aqueles que têm mais e os que têm menos (o que nem sempre corresponda à verdade, mas não podemos fazer pagar o justo pelo pecador). Isto é um Estado Social!

A União Europeia quando foi formada pelo Tratado de Maastricht e que em 92 foi substituído pelo Tratado do Lisboa, estava nele inscrito "um espírito de solidariedade entre os países ricos e pobres" a que se deu o nome de Coesão Europeia.

Então onde é que para essa coesão europeia, quando os alemães proclamam que não estão dispostos a pagar mais para os outros países?

Será que todos nós somos tão egoístas que em Portugal se nos fosse permitido pagar ou não para ajudar os que mais precisam, nós optaríamos por não pagar?

Tudo isto tem-me deixado num estado de angústia que pensava ser impossível depois de ter passado por situações muito difíceis ao longo da minha vida.

Lamento que este egoísmo seja uma doença universal. Os nossos antepassados não era assim!

 

Jacinto César     


Tasca das amoreiras às 15:13
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 28 de Junho de 2015

Grécia: suicídio ou assassinato?

size_810_16_9_alemanha-grecia.jpg

 

Independentemente do lado em que está a razão, há uma coisa que eu tenho a certeza: ambos os lados já deram o dito por não dito e ambos os lados já mentiram. E de outra coisa também tenho a certeza e que é a democracia na Grécia não se está cumprindo, ou antes, alguém pretende que a democracia na Grécia seja de um determinado modelo que satisfaça os tubarões da alta finança e não a que os gregos querem.

Mas pior do que isso, o que está a acontecer aos helénicos é um aviso muito sério "à navegação", principalmente a países como Portugal e Espanha que vão a votos nestes próximos meses. Ou bem que votam "como deve ser" ou então estão metidos em sarilhos.

Já fui um crente da democracia! Já fui um crente na Europa! Hoje um descrente convicto.

Em relação à democracia, esta, ou anda à volta dos mesmos de sempre ou então está tudo mal.

Em relação à Europa e à UNIÃO Europeia, hoje está completamente desvirtuada em relação ao que os seus fundadores pensaram.

Eu não gosto das chamadas teorias da conspiração, mas por vezes sou obrigado a reconhecer que há acontecimentos que não são frutos do acaso, mas sim provocados por terceiros. E neste caso, tal como noutros, há mãozinha dos alemães.

Já que falamos em alemães, vamos recuar até 1945, altura em que se deu por terminada a 2ª Guerra Mundial.

Nos anos imediatamente anteriores a este ano, o povo alemão a braços com uma grave crise económica, deu ouvidos a alguém que era inteligente, que era persuasivo e que tinha um incrível dom da palavra. Foi o que se viu. Em 6 anos destruíram meia Europa e ficaram de rastos, onde não havia pedra sobre pedra. Esse mesmo povo que foi seduzido pela ideia da grandeza acabou de rastos. Acredito que muitos milhões de alemães foram "levados" pela demagogia e depois pagaram caro. Isto são os factos.

O problema foi o "day after". Completamente arrasados tinham a árdua tarefa de reconstruir um país em cinzas. Mas nem a sua boa vontade e nem a sua capacidade de trabalho chegavam se não fosse a solidariedade dos povos vencedores do conflito. E o que é certo é que se não fosse as quantidades de dinheiro e alimentos que correram para lá, ainda hoje não passariam de um país miserável só comparável aos países da chamada Cortina de Ferro. Lembremo-nos do destino que teve metade dos alemães ao ficarem presos na República Democrática da Alemanha. Mas a memória é curta e os demagogos aí estão de novo no poder.

Perderam duas guerras, mas irão ganhar a terceira, com armas diferentes é certo, mas não deixarão lá no fundo de pensar que "desta vez ganhámos".

Querem exemplos? Lembrem-se das palavras do actual presidente francês antes e logo após as eleições e o que diz e faz agora. É um caso paradigmático do que acabei de dizer.

Que ninguém tenha dúvidas que se os gregos cederem, todos os outros irão ceder.

Lembram-se como começou a 2ª G.M.? Hitler invadiu o primeiro país e ficou à espera da reacção do resto da Europa. Esta resignou-se depois de uns fracos protestos. Invadiu o segundo país e mais uma vez esperou. Nada. E só quando já tinha meia Europa nas mãos é que houve a reacção.

A Grécia vai cair. Portugal e a Espanha cairão a seguir. Logo virá a Itália.

Depois, depois logo se verá.

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 17:51
Link do post | Comentar | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Junho de 2015

Senhor Vereador Rondão Almeida, tenha vergonha

s-ra1.png

 

O senhor gosta de me tratar em público, como sendo um grande amigo meu, mas toda a gente sabe que não me suporta "nem com molho de tomate". Acredite que o sentimento é recíproco, pois como sabe, como pessoa, também não o suporto nem “à lei do cacete”. Mas continuando . . . O senhor, como homem, NÃO PRESTA! E sabe porquê? Eu digo-lhe! O senhor dizia, e continua a dizer, que é o grande defensor do "povo". O senhor dizia, e se calhar continua a dizer, que é católico e que tem uma grande fé no Senhor Jesus da Piedade. E agora? Como é que se tornou chantagista em benefício de uma pessoa que lhe é querida?

Não presta mesmo!

Quando soube, e depois tive a confirmação do que se passou em reunião do Executivo camarário, eu nem queria acreditar que tivesse descido tão baixo. Mas vamos aos factos. Pelo que sei, estava em discussão uma mexida nos apoios sociais. Não consigo pronunciar-me sobre a justeza dessas mexidas, em virtude de não as conhecer em pormenor, e quais as justificações. Mas o que aconteceu a seguir é de bradar aos Céus. O senhor estava no seu pleno direito em não concordar com elas, já que pelos vistos alguns desses apoios sociais iriam baixar. O senhor como, "pai" do povo, estava disposto a votar contra essas mexidas. Mais uma vez estava no seu direito. Mas, estava disposto a votar favoravelmente se o Presidente da Câmara devolvesse os pelouros à Dr.ª Elsa Grilo, ou seja, estava disposto a trocar uma baixa dos apoios sociais ao seu povo, se a Dr.ª Elsa Grilo fosse beneficiada. Assim sendo eu pergunto: - Mas afinal onde é que pára a sua "ética", a sua "moral", a sua "honestidade" e o seu carinho pelo povo?

O senhor NÃO TEM VERGONHA! Beneficiar uma pessoa em prejuízo de outras? E tanta vergonha tem o senhor como as pessoas que não consigo identificar e que assinam o "papelinho amarelo" que foi posto a circular em nome do Partido Socialista. Mas que "grandes" socialistas me saíram, se nem coragem tiveram para se identificarem no comunicado. Caro senhor Vereador, permita-me uma sugestão: DEMITA-SE e leve consigo a sua sócia no “negócio”. Elvas não precisa de precisa de si!

 

PS (Post Scriptum) - Vamos supor que eu tenho na minha conta bancária 10 mil euros (que não tenho). Vamos ainda imaginar que devo 8 mil. Eu na verdade não tenho 10 mil euros, mas somente 2 mil, que é o saldo entre o DEVE e o HAVER. E isto tudo para quê? Para que o senhor um dia explique ao povo a história dos 10 milhões de euros que deixou nos cofres da câmara.

 

Jacinto César


Tasca das amoreiras às 14:15
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Junho de 2015

As saudades que eu já tinha ....

10401538_995955330448587_1701329245273416406_n.jpg

 

Eu bem que andava triste e não sabia o porquê. Mas agora já sei. Faltava-me ouvir (neste caso ler) o meu grande amigo Zé.

De repente e como não quer a coisa, eis que me aparece um "papelinho amarelo" que me encheu de alegria.

Caro amigo Zé, que saudades que eu já tinha da minha alegre ... (não, não era isto que queria dizer, isto é da música dos Xutos).

Eu sabia que mais cedo ou mais tarde irias aparecer (bem que dizia eu que não estavas morto e enterrado) a reclamar de qualquer coisa, nem que fosse da falta dos tão famosos "porcos no espeto".

Como eu te entendo. O verão já estava a ficar quente e de repente o S. Pedro mudou de ideias e atirou-nos para cima novamente o frio. Não podias ser mais oportuno com o aparecimento do papelinho amarelo e assim voltas a aquecer os nos corações e pores novamente o "verão quente" que tanto nos faltava. Obrigado pela parte que me toca. Já estava novamente a por os cobertores na cama.

Mas voltando ao "papelinho" tens toda a razão: o Presidente transformou-se num unhas de fome. Está pior que o "António das botas" a guardar todos os tostões muito bem guardadinhos que é para quando chegarem novamente as eleições poder dizer como tu, que deixastes em caixa os célebres 10 milhões.

Mas fica descansado que irei implementar uma petição pública para o obrigar a demitir-se. Eu quero-te de volta, porque esta vila grande que é Elvas não é a mesma sem a tua voz de trovão a comandar as tropas. O Zé ao Poder, será este o título da petição e tenho a certeza que depressa arranjo uns milhares de assinaturas (aqui que ninguém no ouve, vou arranjar umas poucas falsas assim como se faz no Facebook).

Avante Camarada Zé, avante! (esta cheira-me um pouca a vermelhos, mas soa bem)

 

O teu amigo de sempre

 

Jacinto César

  


Tasca das amoreiras às 17:36
Link do post | Comentar | favorito
|

Veja quanto tempo falta para as 5 da tarde

Número de bebedores desde 31-7-2007

Visitor Statistics
camping gear

O Tempo

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...
Preconceituoso

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs