Elvas sempre em primeiro

Todos os comentários que cheguem sem IP não serão publicados.
Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Carta aberta ao Presidente da Câmara Municipal de Elvas

Exmo. Senhor

 

Mais uma vez o venho aborrecer sabendo o muito que tem que fazer para resolver os problemas que nos afligem a todos, mas hoje venho-lhe fazer um pequeno pedido e se for necessário meto também uma cunha.

O senhor que tem sido pródigo em beneficiar a “idade de ouro” e com razão, diga-se em abono da verdade, que tem feito por aí umas festas para a rapaziada jovem se entreter e matar o ócio, podia desta vez satisfazer um grupo um bocadinho maior que os anteriores, que são os amantes da Selecção de Portugal, e montar aí em qualquer lado uma “barraca” com um écran gigante para os ditos compartilharem as alegrias e as tristezas.

Vá lá que não dói nada ao orçamento camarário e sempre conquistaria algum voto tresmalhado. Poupava-nos a solidão do sofá e sempre dava algum dinheiro a ganhar a quem nos vendesse por lá umas cervejinhas.

 

Atentamente

 

Jacinto César

 

Recado aos senhores vereadores: vá lá, metam lá a cunha que o pessoal não se chateia!

 


Tasca das amoreiras às 23:08
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Maio de 2008

Vilanagem

Quando há dois dias atrás me referi aqui à cunha como instituição nacional sabia exactamente o que queria dizer e aonde queria chegar. É um problema que já de há muitos anos e que está profundamente enraizado na sociedade portuguesa. Quis ainda com o que escrevi mostrar e demonstrar que todos nós somos sensíveis e coniventes com estas situações. Mas o meu problema não é bem a velha cunha para o emprego ou promoção, mas sim “coisas” bem maiores. Sei que irrita muita gente quando se vê uma injustiça deste tipo, mas perante outras, quase que sou levado a pensar que estas são brincadeiras de crianças.

Não sei se todos têm estado atentos ao desenrolar de uma operação da PJ e de seu nome “Furacão”. Esses são os problemas que me preocupam porque afectam não um cidadão, mas muitos milhares de cidadãos. Veja-se o desenvolvimento do caso hoje: dois “tubarões” foram apanhados na malha por fuga ao fisco e branqueamento de capitais e que envolve muitos milhões de euros. Quem são os ditos “bicho”? O benemérito Joe Berardo e Horácio Roque. E a questão que levanto é se a malha da rede é suficientemente forte para prender estes dois “espécimes”? Eu não acredito. Então vai prender-se o homem que pôs à disposição de todos nós a maior colecção de pintura moderna de Portugal? Cá por mim ia mesmo e decorava-lhe a cela com os quadros. E o “velho” conhecido nosso Horácio Roque que com a sua cara-metade Fátima sempre andou metido em negócios muito pouco limpos?
Mas querem melhor: e o nosso querido amigo Jorge Coelho que favores terá feito à empresa de construção civil para hoje ser nomeado seu administrador? E todos os outros do mesmo calibre?
Estes “passarões” é que me preocupam, porque à conta deles pagamos todos nós mais impostos. Estes é que são as verdadeiras sanguessugas que a todos sugam sangue. Por estes e para estes é que precisávamos uma nova revolução.
Sei, que incomoda muita gente o “célebre” vencimento de 2000 €. Penso que não tanto pela a importância mas por quem o ganha. Se viesse um qualquer de fora ninguém dava por isso. E é precisamente por isso que me incomodam muito mais os peixes graúdos para os quais 2000€ é uma gorjeta ou uma esmola.
 
Jacinto César

Tasca das amoreiras às 22:46
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Nem a propósito

Se há coisas que me têm preocupado, a mim e a muita gente, é a escalada do preço do petróleo. Não pela gasolina cara que temos, mas fundamentalmente pelos aumentos que provoca em cadeia, e como sempre quem paga as favas são os mais desfavorecidos. Seja lá pelo motivo que for temos que nos habituar à ideia quês as coisas nunca mais serão iguais. Que fazer então? Acho que a solução passa a médio prazo com a diversificação das fontes energéticas e se necessário for também pela energia nuclear (já sei que há muita gente contra). Portugal tem nesse aspecto uma situação privilegiada: tem rios nos quais pode aumentar o número de barragens (se não aparecerem mais gravuras), tem as terras altas que podem produzir energia eólica em grandes quantidades, tem sol quanto baste para produzir energia fotovoltáica e finalmente uma costa de 1000 km, em que numa boa parte dela se pode aproveitar a energia das ondas e marés. Sei que o investimento é elevado, mas por outro lado ganhar a independência energética, em termos estratégicos, era o melhor que podia acontecer ao nosso país. Não fomos privilegiados em matérias-primas que não temos. Os solos agrícolas estão a ficar esgotados para as culturas tradicionais. Resta-nos aproveitar o que temos.

Antecipando a crise petrolífera a Escola Secundária D. Sancho II, onde o assunto é debatido com frequência, resolveu abrir no ano lectivo de 2008/09 um Curso Profissional de Energias Alternativas destinado aos jovens que terminem o 9º ano de escolaridade. Paralelamente irá decorrer em regime nocturno um Curso de Novas Oportunidades sobre o mesmo tema.

Há aqui que destacar a carolice do Eng.º António Venâncio que depois de “mendigar” e meter algumas “cunhas” conseguiu que a empresa Roca fornecesse gratuitamente os equipamentos necessários para a efectivação dos cursos, neste momento em fase de montagem. Há ainda a referir que as instalações e laboratório foram certificados pelo ISQ (Instituto de Soldadura e Qualidade) que neste momento está a certificar os profissionais do sector da nossa cidade e arredores. Penso ser um passo importante para a nossa cidade em termos de avanço tecnológico, pois será a segunda escola no país a promover as novas energias.

Nem tudo vai mal neste “reino”.

Já agora deixo-vos aqui o endereço do novo blog que trata do assunto e que contem além de artigos de carácter técnico, a legislação sobre o assunto:

 

http://energiaprofuturo.blogspot.com/

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 15:04
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 25 de Maio de 2008

Uma praga nacional chamada CUNHA

Sei que aquilo que vou escrever será polémico (no bom sentido), mas não deixa de ser verdade, ou pelo menos a minha verdade.

Vem isto a propósito da promoção das Dras. Elsa Grilo e Carla Carvão na Câmara Municipal de Elvas.

Aqui num escrito atrás afirmei que nos devíamos preocupar mais com aqueles que ganham pouco e não com aqueles que ganham mais. Disse-o e repito-o. Alguém (anónimo como sempre) não gostou muito daquilo que disse e rebateu o meu argumento pelo facto de nestes dois casos, haver “caso” à mistura. Pois bem, falemos do assunto.

 

Primeira pergunta: haverá alguém que durante a sua vida possa afirmar que nunca meteu uma cunha para isto ou para aquilo? Eu falo por mim: SIM!

 

Segunda pergunta: haverá por aqui alguém que se chegasse a presidente de câmara não aceitaria um pedido dum amigo ou familiar para lhe arranjar emprego ou um favor qualquer? Eu falo por mim: SIM!

 

Terceira pergunta: haverá por aí alguém que sendo detentor de poder (nem que seja director de uma sociedade cultural) não tenha feito um favor a alguém? Eu repondo por mim: SIM!

 

Não sejamos inocentes! Não quero com tudo isto desculpar o facto acima relatado. Nada disso. O que acontece é que muito menino que por aí anda a apregoar honestidade consegue ser pior que os chamados desonestos.

Sei que me irão dizer que uma coisa é meter uma cunha para ter um qualquer documento rapidamente e outra é meter uma cunha para arranjar um emprego. É verdade! Mas mesmo assim quantos, se pudessem, não meteriam a dita cunha para arranjar um emprego melhor?

Mais uma vez reafirmo que não estou aqui a fazer a apologia da desonestidade, mas que a cunha faz parte dos hábitos dos portugueses, que ninguém duvide.

 

Aquele que tiver a consciência completamente tranquila que atire a primeira pedra (mas identifique-se por favor para todos ficarmos a saber).

Eu disse publicamente que sim. Quem é que me vai aqui publicamente dizer que não?

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 22:32
Link do post | Comentar | Ver comentários (11) | favorito
|
Sábado, 24 de Maio de 2008

Vergonha

 Hoje recebi em minha casa uma amiga da minha mulher, estrangeira e que nunca tinha estado em Elvas. Por coincidência havia hoje em Elvas a cerimónia da Queima das Fitas dos alunos da ESAE que estavam acompanhados das famílias. Por coincidência ainda, havia em Elvas uma festa que juntava o Grupo Desportivo do Banco Santader-Totta. E finalmente ainda havia o espectáculo do Tony Carreira. Juntando toda a gente, havia hoje em Elvas umas centenas de pessoas que nos visitaram.

Pela parte que me diz respeito, a amiga da minha mulher manifestou a vontade de conhecer a cidade e nós fizemos-lhe a vontade. Foi assim então, e passo a passo:

 

1-      Visita à Igreja de S. Domingos – 11H 30m

2-      Visita ao Castelo – FECHADO

3-      Visita à Sé – Estava a decorrer a cerimónia da bênção das pastas – deixámos a visita para a tarde

4-      Visita ao Forte da Graça – FECHADO

5-      Resolvemos ir almoçar

6-      Visita ao Mace – FECHADO

7-      Visita à Sé – FECHADA

8-      Visita ao Museu de Arte Sacra – FECHADO

9-      Visita ao Museu da Fotografia – FECHADO

10-  Visita à Igreja do Salvador – FECHADA

11-   Visita à Igreja dos Terceiros – FECHADA

12-  Visita ao Pólo II do MACE

13-  Visita ao Forte de Santa Luzia

14-  Visita ao Senhor Jesus da Piedade

15-  Resolvemos regressar a casa.

 

Como elvense passei uma autêntica vergonha em ver muita gente de mapa na mão (encontrei muitos estrangeiros) a dar de caras com coisas fechadas.

 

Mas de quem é a responsabilidade de tal descalabro? A Câmara? A Igreja? A Região de Turismo? De todos?

Será que é assim que queremos tratar os turistas que se DIGNAM visitar-nos? Boa publicidade fazemos nós da nossa cidade (não esquecer que a melhor publicidade que se pode fazer, é a que fazem os que nos visitam).

 

Uma VERGONHA. HUMILHANTE!

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 23:57
Link do post | Comentar | Ver comentários (7) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

O Hospital pela enésima vez

Parece que anda para aí um vírus que deixa muita gente com nervoso miudinho e que se chama HOSPITAL DE SANTA LUZIA.

De há um bom par de anos para cá que não via o poder instalado tão nervoso como agora por causa de um simples abaixo-assinado e uma petição on-line. E tanto é mais de estranhar quando este teve sempre tantas certezas. Estranho também o ruidoso silêncio do Comendador Nabeiro benemérito mor do Hospital, “cliente” dele, mas também defensor acérrimo do Estado Rosa.

Não sei, mas há por aqui qualquer coisa que não me agrada.

Depois, criou-se também aqui neste modesto blog, uma classe de comentadores, cada vez mais assíduos, que de uma maneira velada nos tenta convencer que tudo isto não passa de uma campanha orquestrada contra o poder autárquico.

Já aqui o disse e repito: salvo o actual presidente, sou e fui amigo de todos os outros que pela câmara passaram. Não foi, nem é o facto de terem cores partidárias muito distintas que fizeram que não tivesse amizade por eles, coisa que não acontece com o actual. Lembro aqui dois que já não estão entre nós, Joaquim Lopes (Joaquim do Príncipe) e João Franco do Vale, que eram, penso eu, amigos de toda a gente. Mas também não é o facto de não ser amigo do actual que abracei esta campanha. Não tem nada de pessoal nem de política partidária, mas única e exclusivamente a defesa de qualquer coisa que de um momento para o outro pode marcar a diferença entre a vida e a morte. Tão simples quanto isto. E enquanto não vir branco no preto a reclassificação não me vou calar.

Se adicionarmos as quase 6000 assinaturas do abaixo-assinado com as quinhentas da petição on-line, totalizam 6500 “atrasados mentais” que pensam de uma maneira diferente da do presidente e dos seus dois sócios. Esperemos pelo passar das eleições e logo veremos. Espero do fundo do coração estar enganado e se assim for, serei o primeiro a pedir desculpas pelo “desatino”.

 
Jacinto César

Tasca das amoreiras às 23:43
Link do post | Comentar | Ver comentários (10) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Maio de 2008

Made in USA

por várias vezes nos referimos aqui aos abusos provenientes dos Estados Unidos, e nem sequer a notícia, que ao fim e ao cabo todos nós já sabíamos, que uns quantos aviões passaram pelos Açores a caminho de Guantanamo nos trás nada de novo. Aqueles que viram o documentário “Táxi for a dark side” ficaram mais que informados do que os nossos velhos aliados são capazes de fazer. Agora comutar uma pena de morte duas horas antes de se executar é o cúmulo do sadismo. Não é que não fique satisfeito com a comutação da pena, mas choca-me o facto de se ter esperado quase até ao último minuto (como nos filmes) para que esta fosse comutada. Isto é mesmo à América. Choca-me também, e de que maneira, a especulação feita à volta do mercado da alimentação (mais propriamente os cereais). Choca-me a especulação que é feita com o preço do petróleo. Choca-me os lucros fabulosos dos especuladores.

Enfim, dos EUA já nada nos pode espantar e temos que estar preparados para tudo o que de lá venha. Não se podem é admirar de qualquer dia terem por lá mais algum 11/9.

Quem semeia ventos colhe tempestades. É só uma questão de tempo e de oportunidade.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 18:08
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

Mais Hospital

Recebemos hoje da Secção de Elvas do Partido Social Democrata o esclarecimento sobre a actual situação do nosso Hospital.

 

 

Elvas, 19 de Maio de 2008

 

O PSD/Elvas, continua a defender a Urgência cirúrgica do hospital de Elvas.

 

A classificação de Urgência, S.U.B (Serviço de Urgência Básica) atribuída ao Hospital de Santa Luzia de Elvas, nº85 do Ponto de Rede Nacional de Urgência, conforme o Despacho nº5414/2008, iguala o Hospital na referenciação, ao Centro de Saúde de Estremoz (SUB), ponto de Rede nº78 ou ao Centro de Saúde de Ponte Sôr (SUB), ponto de Rede nº80.

 

O Hospital de Santa Luzia, para além de possuir valências e serviços médicos próprios e inerentes a um Hospital, tem ainda na sua unidade o serviço de Urgência Cirúrgica a funcionar 24 horas, o que significa que está indevidamente classificado no Despacho como Serviço de Urgência Básica. A discrepância entre a lei e o real funcionamento da actual Urgência Cirúrgica é atípica e trouxe natural instabilidade e insegurança às populações e profissionais da saúde. Teme-se o pior, como seja, a perda do serviço de Urgência Cirúrgica 24 horas. Tais preocupações deram origem à elaboração de uma PETIÇÃO ( já subscrita por mais de 5000 pessoas) com a intenção de solicitar a intervenção dos Órgãos de Soberania Nacional neste diferendo.

 

 É imprescindível uma intervenção correctiva e esclarecedora de índole legislativo por parte da Sra. Ministra da Saúde, para tranquilizar as populações, os profissionais e a própria Administração da ULSNA, nomeadamente, com a reclassificação do Hospital de Elvas pela positiva, à semelhança (por exemplo), dos pontos de rede de  nº71 e 72 do  Despacho nº5414/2008:

-Hospital Distrital de Tomar e Hospital Distrital de Torres Novas integrados no Centro Hospitalar do Médio Tejo, E.P.E. classificados como: SUB 5, com especificidades na referenciação atendendo às valências médicas instaladas.

 

Em boa verdade, desconfiamos das palavras e das convicções dadas por algumas entidades locais e Regionais. As convicções de hoje para alguns, amanhã poderão ser outras. Preto no branco, só a Lei.

 

 

O Presidente da Comissão Política

José Júlio Cabaceira

 

Por aquilo que se pode ler, as nossas dúvidas e preocupações têm a sua razão de ser!

Em virtude de termos aberto aqui um espaço em que um partido político se manifestou, achámos por bem aceitar que qualquer outro partido possa aqui manifestar a sua opinião. Todas as opiniões serão bem-vindas.

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 19:32
Link do post | Comentar | Ver comentários (11) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Maio de 2008

Voltemos ao Hospital

 

Tenho lido com a maior atenção tudo o que se tem escrito sobre o “fecho das urgências” e acho que se está a fazer uma grande confusão, inocentemente ou de má-fé.

Claro que as urgências não vão fechar. Vão é ser reclassificadas e é isso mesmo que diz o despacho do governo. Nem menos.

Uma coisa é certa: até agora não vi ninguém garantir por escrito que as urgências a curto ou médio prazo não vão perder valências. Nem o Presidente da Câmara, nem o Dr. Luís Ribeiro e nem o Dr. João Pinto. Todos dizem que esperam, que têm esperança, que julgam. etc, etc.

Uma coisa sei eu: as urgências do Hospital de Elvas foram reclassificadas de SUB (serviço de urgências básicas) e que se compõem de 2 médicos e de 2 enfermeiros.

Agora se essa reclassificação se se efectiva amanhã, daqui a uns meses ou depois das eleições, isso não sei, mas desconfio o que me leva a crer que há má-fé no processo, até porque a palavra dos trio acima citado não me merece e infelizmente à maior parte da população.

Não me venham agora nos comentários a dizer que estou a fazer política contra este ou a favor daquele: estou a exercer o meu direito de cidadania e a querer o melhor para a minha cidade independentemente de quem a governa, chame-se Rondão de Almeida, Tiago Abreu ou outro qualquer.

Acho que a luta ainda não começou, e o dia que começar o alvo estará mais acima que o poder local ou regional.

Continuemos a observar.

 

 

 

 

Jacinto César

 


Tasca das amoreiras às 16:45
Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 18 de Maio de 2008

Última hora


Tasca das amoreiras às 22:55
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | favorito
|

Veja quanto tempo falta para as 5 da tarde

Número de bebedores desde 31-7-2007

Visitor Statistics
camping gear

O Tempo

Últimos copos

Forte da Graça - 18

Forte da Graça - 17

Forte da Graça - 16

Forte da Graça - 15

Forte da Graça - 14

Forte da Graça - 13

Forte da Graça - 12

Forte da Graça - 11

Forte da Graça - 10

Forte da Graça - 9

Adega

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


A procurar na adega

 

Blogs de Elvas

Tags

todas as tags

últ. comentários

JacintoSó agora tive oportunidade de lhe vir dizer...
VERGONHA? MAS ESSAS DUAS ALMAS PERDIDAS RONDÃO E E...
Uma cartita. Uma cartinha. Uma carta.Assim anda en...
Os piores lambe-botas são os partidos de Esquerda ...
O mundo está para os corruptos e caloteiros. Uma a...
O mundo é dos caloteiros . Uma autentica vergonha.
"Não se pode aceitar que um professor dê 20 erros ...
penso k será pior dizer k ñ tem pais!ou k ñ sabe k...
Preconceituoso

mais comentados

101 comentários
89 comentários
86 comentários

subscrever feeds

SAPO Blogs